Os cães gigantes já foram considerados os mais populares e desejados por diversas comunidades ao longo da história. Você sabia disso?

Eles eram tão populares e desejados porque seu tamanho avantajado os torna excelentes protetores e os fazem serem temidos. Ou seja, os cães gigantes eram muito apreciados por aqueles que buscavam no pet um animal pra proteger a casa e a família.

Além disso, eles também costumam ser caçadores muito eficientes. E essa característica só ajudou na sua popularização. Isso porque por muitos séculos o maior objetivo das famílias com cães era justamente os utilizar como caçadores.

Por isso tudo, os humanos criaram muitas, mas muitas raças de cães gigantes ao longo da história. Claro que nem todos eles ainda existem – e alguns foram se adaptando já não são mais gigantes. No entanto, ainda existe uma boa quantia de cães com proporções de assustar.

Veja neste artigo o que é necessário para um cachorro ser considerado “gigante” e conheça 12 das maiores raças caninas do mundo. Boa leitura!

Quando um cão é considerado “gigante”?

Ilustração de diversos cães de raças variadas cães gigantes
Ilustração de diversos cães de raças variadas – Crédito da foto: Freepik

Bem, a verdade é que não há consenso sobre o tema. Até o momento, não há uma altura ou um peso específico que seja marcador da diferença entre uma raça grande e uma raça gigante. Por isso, a definição de quais são os cães gigantes é bastante difícil e deve ser avaliada caso a caso.

No entanto, alguns grupos de especialistas defendem que a demarcação deve ocorrer com base no peso do cachorro. Estes especialistas acreditam que as raças com 45 quilos ou mais devem ser classificadas como gigantes, e o restante deve ser classificado como grande.

Mas a verdade é que a altura e peso desses animais varia bastante, bastante mesmo! Alguns deles são mais robustos e pesados. Ou seja, são menores em altura e mais pesados. Enquanto outros têm dimensões bem maiores – são muito mais altos – e são mais magros. Estes últimos costumam ter uma aparência mais “esbelta” e não raramente passam a impressão de serem mais “esportistas“.

No entanto, esse tamanho todo não engana seus tutores. Apesar das grandes proporções, estes cães gigantes costumam ter temperamento agradável. De modo geral, eles são bem amigáveis, dóceis e são animais de estimação maravilhosos pra família toda – incluindo as crianças.

Conheça agora algumas das maiores raças caninas do mundo! Então, boa leitura!

Mastim inglês

Mastim inglês cães gigantes
Mastim inglês adulto em parque – Crédito da foto: Freepik

O Mastim inglês é considerada uma das maiores raças caninas do mundo. E esse título é voltado especialmente para sua massa corporal. Isso porque o Mastim inglês realmente um cão “bem parrudo”, para dizer o mínimo.

As primeiras menções a que se tem notícia na história dessa raça remontam ao século VI a.C., durante a conquista romana da Inglaterra. Ou seja, a raça não é só enorme, mas também é muito, mas muito antiga mesmo! Imagina: ela já era menciona cerca de 600 anos ANTES de Cristo!

Duas características que chamam imensamente a atenção daqueles que conhecem a raça é sua lealdade ao seu tutor e a sua força física – também pudera, com todo esse tamanho!

Um cão adulto típico dessa raça pode alcançar até 100 kg. No entanto, alguns “maiorzinhos” podem passar dessa marca. Por exemplo, Zorba foi um Mastim inglês que chegou a pesar 156 kg. No seu tempo, ele foi considerado o maior e mais pesado cachorro do mundo.

Além de forte e leal, eles também são muito afetuosos, calmos, corajosos e protetores. Por isso, eles são excelentes animais de estimação para famílias. E, é claro, são pets maravilhosos para aqueles que gostam de cães que sirvam de guardas, protegendo a residência. Inclusive, por muito tempo sua principal função era justamente atuar como cães de guarda.

Como o próprio nome entrega: eles são uma raça do tipo mastim. O Mastim inglês é originário do Reino Unido e descende dos cães molossos antigos. Há evidências que seus ancestrais já existiam a milhares de anos antes de Cristo.

Um filhote de Mastim inglês pode custar de R$ 500 até R$ 10 mil, a depender do local de compra e condições do pet.

Terra Nova

Terra Nova cães gigantes
Terra nova adulto preto deitado tomando banho de Sol – Crédito da foto: Freepik

O Terra Nova não poderia ficar de fora de uma lista com cães gigantes. Isso porque ele é realmente enorme! Por exemplo, é relativamente comum encontrarmos cães adultos dessa raça pesando mais de 90 kg. E você sabia que o maior Terra Nova registrado tinha pouco mais de 120 kg?

De modo geral, eles têm pelagem preta. No entanto, é possível também encontrar alguns cachorros dessa raça com o pelo marrom, branco e até mesmo acinzentado.

O Terra Nova é um cão originário da Ilha Newfoundlan (Canadá). E ele descende dos cães indígenas e do Grande-cão-urso-preto. Com uma personalidade muito dócil, gentil e facilmente treinável, eles são super bem indicados para famílias – incluindo famílias com crianças menores.

Essa raça foi criada e foi amplamente usada como cão de trabalho no auxílio aos pescadores. Por isso, eles são muito obedientes e têm habilidades de natação invejáveis.

Um filhote de Terra Nova varia de R$ 3 mil até R$ 6 mil, a depender do local de compra e estado de saúde do pet.

Komondor

Illustration drawing style of dog Premium Vector cães gigantes
Ilustração de um Komondor de perfil em fundo cor de rosa – Crédito da foto: Freepik

O Komondor é uma raça que não poderia ficar de fora dessa lista de cães gigantes. Além de enormes, eles também são muito pesados e robustos.

Essa raça canina é muito, mas muito antiga; e ela tem trabalhado desde que temos notícia na proteção de gados, ovelhas e outros bens. Então, eles são excelentes cães de guarda.

Também conhecidos como “cão-esfregão”, o apelido se deve a sua pelagem que é grossa e “desgrenhada”. Por isso, eles realmente se assemelham a esfregões gigantes.

A sua origem é na Hungria, e lá ele foi considerado como tesouro nacional. Por isso, a raça está protegida de modificações e tem garantia de que será preservada.

Mesmo sendo bem menores que os colegas da lista até o momento, eles ainda são bem corpulentos (e pesados). Isso porque um adulto dessa raça pode atingir até 80 cm de altura e 65 kg. São medidas assustadoras para um cachorro, não é?

Uma curiosidade dessa raça é que ela é excepcionalmente bem sucedida no pastoreio de ovelhas justamente por causa dessa pelagem desgrenhada. Tendo os pelos tão grossos, enrolados e brancos, os predadores confundem o cão com mais uma ovelha – o que os faz achar que o rebanho está desprotegido.

Um filhote de Komondor costuma custar de US$ 1200 até US$ 2 mil. A moeda está em dólar porque é uma raça realmente difícil de se localizar pra compra no Brasil.

Deerhound ou Lebrel escocês

Lébrel escocês cães gigantes
Lébrel escocês adulto em fundo branco – Crédito da foto: Freepik

O Deerhound, também conhecido como Lébrel escocês, é uma raça canina oriunda do Reino Unido. Como o próprio nome indica, essa é uma raça do tipo lebreiro. Originalmente, eles eram especializados na caça de veados e cervos.

Em um primeiro momento, os cães dessa raça pertenciam principalmente aos chefes de clãs escoceses. Por isso, a adição “escocês” no seu nome.

Os ancestrais dessa raça eram mantidos pelos escoceses e pelos pictos (povo tribal que vivia no Reino Unido). Os seus ancestrais já eram utilizados na antiguidade para auxiliar na caça. Ou seja, a proximidade da raça com a tarefa de caçar é algo antiga e passada através das gerações.

O Lébrel escocês é uma raça canina extremamente dócil, gentil e muito amigável. Por isso, eles se dão muito bem com famílias, com crianças e até com outros pets – desde que adaptados de forma adequada e correta, é claro.

Eles estão nesta lista dos cães gigantes porque um adulto pode alcançar até 80 cm de altura e mais de 50 kg. É claro que eles não são os cães mais pesados da lista, uma vez que tem um corpo muito mais atlético (são compridos e magros). No entanto, a sua dimensão é surpreendente: eles têm pouco menos de um metro de altura, quando adultos!

Um filhote dessa raça pode custar de R$ 3500 até R$ 5 mil, dependendo de onde você compre.

Mastim napolitano

Matim napolitano deitado tomando Sol
Mastim napolitano adulto deitado tomando Sol – Foto: Freepik

Sim, o Mastim napolitano faz parte da mesma família do Mastim inglês. Eles são parentes relativamente próximos. Inclusive, estes aqui são muito mais populares no Brasil do que seu parente inglês.

O Mastim napolitano não é tão gigantesco quanto o Mastim inglês. Mas isso não significa que ele seja pequeno. Por isso, o seu lugar nesta lista de cães gigantes também está reservado.

Um cachorro adulto dessa raça pode alcançar até 70 kg, sendo suficiente pra assustar qualquer um. Não à toa, essa raça é conhecida por “colocar medo” em invasores de residências que tiveram o infortúnio de entrar na casa de alguma família com esse “bichinho” de estimação.

Eles são silenciosos, inteligentes e muito protetores. Por isso, são perfeitos para aqueles que procuram um cão de guarda pra melhorar a segurança do ambiente. Além disso, eles são destemidos, dominantes e muito protetores. Por isso, eles podem não ser tão indicados para aquelas famílias com crianças menores.

O Mastim napolitano é conhecido por sua desobediência também, então o adestramento é importantíssimo. O ponto positivo é que eles respondem muito, mas muito bem ao treinamento – o que facilita para aqueles que querem fazer o adestramento em casa. E depois de treinados, eles são considerados uma das raças mais obedientes conhecidas.

Um filhote de Mastim napolitano costuma variar de R$ 4 mil até R$ 6 mil, no máximo.

São Bernardo

São Bernardo
São Bernardo – Foto: Freepik

Sendo certamente uma das maiores raças desta lista de cães gigantes, um São Bernardo adulto pode atingir até 90 cm de altura e pesar até 120 kg. E essa média de refere aos adultos típicos da raça. Ou seja, aqueles cães que forem considerados “grandes” dentro da raça obviamente terão dimensões ainda maiores. Por exemplo, o maior São Bernardo registrado até o momento se chamava Benedictine e chegou a pesar quase 170 kg.

A raça foi originalmente criada para o trabalho de resgate em montanhas. E vale destacar que eles são excelentes nisso. Um exemplo disso é o caso do Barry, um São Bernardo que ficou famoso em sua época por ter conseguido salvar a vida de quase 100 pessoas nas montanhas.

O São Bernardo é uma raça canina gigante do tipo molosso. Sua origem remonta a região da Suíça e Itália. Não à toa, eles são tão populares justamente na Suíça e nos Alpes italianos.

Eles são famosos por seu trabalho como cães de resgate na neve devido ao serviço prestado na região dos Alpes suíços e italianos desde o século XVIII. Além disso, eles são muito amigáveis, gentis, vigilantes e calmos. Por isso, são excelentes companheiros para famílias com crianças ou para idosos que gostam de companhia.

Um filhote de São Bernardo costuma variar de R$ 1200 até R$ 3 mil, a depender do local de compra.

Lébrel irlandês

Dog irish wolfhound breed Premium Vector cães gigantes
Ilustração de Lébrel irlandês – Foto: Freepik

O Irish Wolfhound, também conhecido como Lébrel irlandês, foi criado a partir de cães de guerra. A raça foi amplamente utilizada em trabalhos de caça e de guarda.

O Lébrel irlandês é considerado um dos cães mais antigos do mundo. Isso porque há indicativos que a raça já existia em 7 mil a.C. E, é claro, eles são originários da Irlanda.

Assim como seu nome já indica, este cachorro é do tipo lebréu. Por muito tempo, eles atuaram na prática da caça a lobos especificamente. E é por essa razão que receberam seu nome original (Wolf é lobo, em inglês).

O Lébrel irlandês está nesta lista de cães gigantes devido ao seu tamanho assustador. Você sabia que quando adultos eles costumam alcançar até 90 cm de altura? Sim, eles são enormes. E os cães “mais altos” da raça podem bater a marca do 1 metro de altura (e isso com as quatro patas no chão, sim). Essa altura assustadora faz deles uma das raças caninas mais altas do mundo.

No entanto, seu corpo tende a ser esbelto. Por isso, eles costumam ser altos e magros. Ou seja, o seu peso não surpreende tanto quanto a altura. Por exemplo, um Lébrel irlandês adulto pode pesar até 55 kg, e os mais pesados dificilmente passam de 65-70 kg.

De modo geral, eles são muito leais, pacientes e dóceis. É difícil encontrarmos um Lébrel irlandês agressivo, por exemplo – mas isso quando bem cuidados e bem tratados, é claro. Afinal, quem permaneceria calmo e amável sendo destratado, não é mesmo?

Um filhote de Lébrel irlandês varia de R$ 8 mil até R$ 10 mil, a depender do local de compra.

Terrier preto da Rússia

Black russian terrier dog close up in the garden Premium Photo
Terrier preto da Rússia em gramado – Foto: Freepik

O Terrier preto da Rússia é uma raça canina originária da URSS (antiga União Soviética) que foi criada entre as décadas de 40 e 50. Eles foram desenvolvidos com o objetivo de serem utilizados como cães militares. Acredita-se que a raça nasceu da mistura de 17 raças caninas diferentes. Por isso, é dificílimo localizar exatamente de que forma ele foi criado – e, consequentemente, estudar sua ancestralidade.

Esses cães são muito, mas muito inteligentes. E eles também respondem muito bem ao treinamento, o que facilita bastante a vida de seus tutores. Além disso, eles são cães saudáveis, o que garante uma vida extensa. A sua expectativa de vida é de 14 anos, em média. No entanto, a raça é propensa a alguns problemas de saúde hereditários, como displasia.

Eles também são muito corajosos, estáveis, confiantes e enérgicos. Por isso, eles não são indicados para famílias que não tem tempo e condições de mantê-los exercitados. Isso porque eles precisam constantemente estar extravasando suas energias. Mesmo sendo tão enérgico, eles também são muito calmos e tranquilos com seus tutores.

Um Terrier preto da Rússia adulto pode atingir até 78 cm de altura e pode pesar até 60 kg. Por isso, eles não poderiam ficar de fora dessa lista com os cães gigantes.

Pode ser uma tarefa bastante difícil localizar um Terrier preto da Rússia para venda no Brasil. No entanto, é possível encontrar algumas opções se você procurar bastante. De modo geral, os cães dessa raça custam de R$ 1 mil até R$ 2 mil quando comprados aqui no país, a depender da idade e condição de saúde dele. Mas se você quiser, outra opção é buscar por canis que tragam um filhote do exterior.

Dogue alemão

Dois cachorros Dogue Alemão adultos em um parque
Dois cachorros Dogue Alemão adultos em um parque – Foto: Freepik

O Dogue Alemão é uma raça canina famosa devido ao desenho Scooby-doo. No entanto, não é somente esse personagem carismático que tornou a raça conhecida. Isso porque eles já eram relativamente populares por seu tamanho avantajado.

É normal encontrarmos cães dessa raça que tenham batido a incrível marca dos 80 cm de altura. E, inclusive, por mais de uma vez foi um Dogue Alemão que recebeu o título de maior cão do mundo. Por exemplo, Zeus era um Dogue Alemão que atingiu 112 cm de altura e é considerado até hoje o maior cão do mundo todo. Infelizmente, Zeus faleceu em 2014.

A raça também é conhecida como Grande dinamarquês, mesmo sua origem sendo alemã. A raça do tipo dogue não é conhecida somente por seu tamanho. Na verdade, eles também são populares pela personalidade calma e gentil. Eles são dedicados, reservados, amigáveis, confiáveis e muito amorosos. Por isso, são uma companhia bastante agradável para famílias e para pessoas que querem um companheiro.

Com temperamento calmo e equilibrado, eles foram amplamente utilizados como cães de caça, de guarda e de companhia. Essa personalidade agradável faz com que eles se deem muito bem com outros pets, com outras espécies de animais e com humanos.

Sendo provavelmente uma das raças mais “baratas” dessa lista, um Dogue alemão pode custar de R$ 700 até R$ 5 mil, a depender do local de compra.

Leonberger

Leonberger dog, 5 years old. dog portrait isolated Premium Photo
Leonberger com língua de fora – Foto: Freepik

O Leonberger é um cão de porte gigante também conhecido como “leão suave” devido a sua pelagem espessa e macia. O nome da raça remonta à cidade alemã Leonberg. Então, você já sabe qual a origem dele, não é?

Essa raça originária do sul da Alemanha foi criada no século XIX, sendo uma das raças mais novas desta lista inteira. Inicialmente, esses cães serviam como companhia e na proteção de famílias que residiam em fazendas e lugares mais afastados.

Eles foram muito populares no continente europeu, onde eram modelos de artistas que os retratavam em pinturas que eram distribuídas por todo o continente. Além disso, o Leonberger é muito resistente à água, o que também o tornou mais reconhecível.

Estes cães robustos costumam ser muito inteligentes, brincalhões e leais. Por isso, são muito recomendados para famílias.

Ah, e eles fazem parte dessa lista de cães gigantes devido a mescla de suas dimensões e peso: Um adulto dessa raça pode alcançar até 75 cm de altura e pode pesar 70 kg.

Um Leonberger pode custar de R$ 1500 até R$ 5 mil no Brasil, e eles também são um pouco difíceis de serem encontrados. Por isso, em alguns casos quem procura pode precisar buscar por canis que tragam o filhote do exterior.

Tosa inu ou Mastiff japonês

Young bullmastiff in studio Premium Photo
Mastiff japonês ou Tosa inu em fundo branco – Foto: Freepik

O Tosa inu é uma raça canina oriental originária de Tosa, uma província japonesa. Esses cães foram criados para atuarem como cães de combate. Por isso, eles são muito robustos – o que os traz à esta lista de cães gigantes. Mas além de robustos, eles são também muito raros. Essa função dada ao Tosa Inu fez a raça ficar conhecida por serem excelentes cães lutadores.

A raça começou a ser criada a partir do nativo Shikoku-Inu, que é uma cachorro indígena local. Shikoku-Inu pesa em média 25 kg. Então, as comunidades locais começaram a cruzá-lo com raças mais robustas da Europa, como Mastim, São Bernardo e Bull Terriers. Esses cruzamentos tinham o objetivo de tornar o Tosa Inu uma raça maior, mais forte e mais poderosa.

Devido a todos esses cruzamentos em sua história, os cães dessa raça variam bastante de tamanho. Por exemplo, um Tosa Inu adulto pode ter desde 35 kg até 65 kg.

Além disso, esses cachorros são bastante inteligentes, sensíveis, destemidos, agressivos, corajosos e desconfiados. Por isso, seus tutores precisam ter paciência com eles e precisam demonstrar que o pet poderá confiar neles.

Encontrar um Tosa Inu para comprar é muito difícil, e é ainda mais difícil no Brasil. Isso porque a raça é realmente rara. No entanto, quando achada o valor de compra pode variar de R$ 1500 até R$ 3 mil.

Bernese, Boiadeiro de Berna ou Boiadeiro-bernês

Dog breed bernese mountain dog standing and smiling Premium Vector
Ilustração de Bernese montanhês adulto em fundo branco – Foto: Freepik

O Boiadeiro de Berna, que também é chamado de Bernese ou de Boiadeiro-bernês, é uma raça de cães com origem em Berna, na Suíça. Eles são cachorros de trabalho e são muito populares ainda hoje na sua região de origem.

Eles fazem parte do conjunto de quatro raças tipo boiadeiro típicas da região dos Alpes suíços, junto com o Grande-suíço, Boiadeiro de Appenzell e Boiadeiro de Entlebuch.

Originalmente, eles eram mantidos como cães de fazenda. Por isso, eles acompanhavam os pastores em seus trabalhos nos Alpes.

Essa é uma raça canina muito grande, pesada e que possui um casaco de pelos tricolor, com preto, branco e marrom. Um Boiadeiro de Berna adulto pode atingir até 75 cm de altura e pode ter até 55 kg.

A sua personalidade pode variar um pouco, a depender de seus ancestrais. Mas, de modo geral, eles tendem a ser bastante calmos, autoconfiantes e dóceis. Por isso, eles são muito amigáveis e se dão muito bem com crianças e com outros pets.

Um Boiadeiro de Berna pode ser encontrado para compra por valores que variam de R$ 5 mil até R$ 10 mil, sendo provavelmente uma das raças mais caras desta lista de cães gigantes.

O que achou deste conteúdo? Ele foi útil para você de alguma forma? Então deixe um comentário e compartilhe o conteúdo com seus amigos.

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here