Weimaraner
Foto: Freepik

A Displasia Coxofemoral é mais comum do que se imagina, os cães sofrem muito com essa doença que não tem cura, portanto é necessário pensar em evita-la. Saiba nesse artigo como prevenir a Displasia Coxofemoral, como tratar e quais são as raças com maior predisposição a desenvolver a doença, sendo que todos os cães podem vir a tê-la.

O que é a Displasia Coxofemoral

A displasia coxofemoral é uma anormalidade das articulações coxofemorais, devido às alterações ósseas nas margens da cabeça e colo do fêmur, gerando uma desarmonia ou instabilidade desta articulação.

Saiba tudo sobre Displasia Coxofemoral
Foto: Freepik

Em animais com predisposição geralmente a doença aparece entre os 4 meses ao primeiro ano de vida do cão, mas animais que não tiveram Displasia a vida toda podem desenvolvê-la na velhice.

Raio x de cão sem Displasia

Note que na chapa acima de um cão sem Displasia Coxofemoral, os ossos estão bem encaixados, um cão com problemas apresenta esses ossos desencaixados, cada nível de desencaixe caracteriza um nível diferente de displasia.

A Displasia Coxofemoral provoca uma dor constante e por isso os cães sofrem bastante com a doença, mesmo sem cura é possível que seu cãozinho leve uma vida feliz com ela, mas saiba que será necessário acompanhamento veterinário e muito cuidado.

Sinais da Displasia

Doberman
Foto: Freepik

Entre os sinais que podem ser observados estão dificuldade para realizar movimentos, como caminhar, correr, levantar, pode haver uma maior dificuldade em pisos lisos, passam a depositar o peso do corpo nos membros da frente, reduzem a largura das passadas, ficam relutantes à realização de exercícios, um dos sinais mais claros é a modificação no modo de sentar do cão, que passa a sentar de lado.

Predisposição a Displasia Coxofemoral

doente idoso
Foto: Freepik

Cães das raças Rottweiler, Labrador Retriever, Golden Retriever, Pastor Alemão, Bernese, São Bernardo e Fila Brasileiro são os com maior predisposição a ter a doença. Entenda que nem todos dessas raças vão ter a doença, mas é provável que tenham.

Para se preparar para o futuro, você pode pedir a chapa do Raio X do filhote ao adquiri-lo, se os pais tem a doença é muito provável que os filhotes também tenham.

Aproveite para conferir nosso artigo sobre como cuidar de cães com resfriado

Cães de grande porte não apenas dessa raça também tem grandes chances de ter a doença, isso porque eles possuem crescimento acelerado e são pesados, o que desgasta os ossos e pode fazer com que eles desenvolvam a Displasia Coxofemoral.

Como evitar a Displasia Coxofemoral?

piso
Foto: Freepik

Antes de tudo evite a obesidade, animais obesos, mesmo que não sejam das raças com predisposição, tem grande probabilidade de desenvolver a doença, afinal o peso excessivo desgasta as articulações.

Aproveite para conferir também nosso artigo sobre como lidar e evitar a obesidade canina

Natação é uma ótima atividade para os cães, pois fortalece a regiçao dos quadris, afetada pela Displasia. Acompanhe seu cãozinho com o veterinário, caso ele desenvolva a Displasia, assim como qualquer outra doença, o melhor é descobrir no início.

Como tratar Displasia Coxofemoral?

 

sarna
Foto: Freepik

Se seu cão é obeso será necessário reverter esse quadro. Pisos escorregadios são ruins para cães com Displasia. Além disso seu cão vai precisar de acompanhamento veterinário e fisioterapia.

Aproveite para conferir nosso artigo sobre diabetes canina

O médico veterinário vai descobrir qual o grau da Displasia no seu cão, que pode variar entre Displasia coxo-femoral leve; Displasia coxo-femoral moderada e Displasia coxo-femoral severa. Depois disso ele vai indicar o melhor tratamento para o seu cão.

Pode ser fisioterapia, tratamento com vitaminas e antiflamatórios e nos piores casos pode-se recorrer a cirurgia. O cão com a doença sente muita dor devido ao atrito dos ossos, a cirurgia a cabeça do fêmur e acaba com o atrito e consequentemente com as dores.

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here