Cuidado com o pet durante a quarentena – Dicas fundamentais

Um cuidado muito importante para todo tutor de cão é buscar informações confiáveis e atualizadas que o ajudem com o seu pet. Pode parecer óbvio, mas é fundamental lembrarmos disso. Isso porque, infelizmente, há algumas pessoas que adotam ou compram um pet e esquecem que eles precisam de cuidados para além do amor e atenção.

Naturalmente, isso não quer dizer que o amor e a atenção não sejam importantes. Pelo contrário, eles são fundamentais. No entanto, os cachorros são animais com necessidades básicas. Por isso, é importantíssimo nos atentarmos a isso (principalmente quando se trata de nossa primeira experiência cuidando de um pet).

Este momento de isolamento social como cuidado na pandemia pode acarretar uma série de dúvidas nos tutores. E essas dúvidas podem se agravar naqueles casos em que as pessoas estão tendo dificuldade de lidar com a presença constante dos pets em casa.

Veja neste artigo as principais recomendações internacionais no que tange ao cuidado com os pets na quarentena. Boa leitura!

Dicas de cuidado da Associação Mundial de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais (WSAVA)

Médica veterinária examinando cachorro com cuidado
Médica veterinária examinando cachorro com cuidado – Foto: Freepik

A pandemia do novo Coronavírus está afetando a rotina não somente das pessoas, mas dos pets também. Isso porque muitos deles estão precisando se manter em resguardo dentro das suas casas. Naturalmente, essa privação de algumas liberdades pode os afetar.

Para além disso, muitos pets estão convivendo mais intensamente com seus tutores. Isso está ocorrendo principalmente devido a quarentena, que está mantendo algumas pessoas isoladas em casa. Essa proximidade também modifica os dias dos cães.

É verdade que essa necessidade de resguardar em casa o seu cão por períodos longos de tempo pode reduzir suas condições de manter o estilo de vida dele. No entanto, é verdade também que sempre é possível encontrar alternativas novas. Por isso, uma série de especialistas da Associação Mundial de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais (WSAVA) montaram uma lista de recomendações para este momento.

A indicação é que estas recomendações sejam seguidas durante todo o período de isolamento. Veja a seguir os elementos mais importantes da listagem.

Planejamento e organização

A primeira dica de cuidado com seu pet é super simples: planeje com antecedência e organize bem todos os cuidados que seu amiguinho precisa com seus familiares ou amigos. O planejamento dos cuidados vai garantir que seu companheiro não perca a atenção e assistência necessária.

Este cuidado é mais óbvio para o período inicial da quarentena, quando a primeira organização foi necessária. No entanto, é importante mantermos destaque nesta dica justamente para lembrarmos que os cachorrinhos precisam de atenção e cuidado.

Neste momento de quarentena as coisas estão acontecendo muito rápido: as mudanças são muitas e são rapidíssimas. Por isso, se algo for acontecer com sua rotina e você precisar: planeje com antecedência a melhor forma de garantir os principais cuidados destinados ao seu companheirinho.

Necessidades especiais e/ou específicas

Mulher com cachorro pug cuidado com pets
Mulher em escadaria com pug – Foto: Freepik

Essa também é uma dica que foi mais utilizada no primeiro momento de preparos para a quarentena. No entanto, é fundamental lembrarmos da sua relevância: se o seu pet tiver necessidades especiais ou específicas, contate o veterinário que já o acompanha para seguir com as orientações médicas.

Mesmo sendo mais óbvia para o primeiro momento da quarentena, ela se faz fundamental aqui porque – infelizmente – alguns tutores ficaram na dúvida se deveriam/poderiam seguir fazendo o acompanhamento veterinário no isolamento.

Sim, você pode e deve seguir com o acompanhamento. Evidentemente, é possível que alguns aspectos precisem ser adaptados neste momento. Por exemplo, consultas somente de acompanhamento podem ser mais espaçadas. Inclusive, há alguns veterinários que estão fornecendo consultas virtuais para este tipo de caso.

Mas é preciso que fique claro: estas consultas virtuais são específicas para o caso de cães que estão bem e estão apenas fazendo acompanhamento de uma situação já controlada.

Espaçamento entre as consultas

Espaçar as consultas tem sido um cuidado importante. Isso porque humanos e pets não se colocam em risco com tanta frequência, quando têm a opção de saírem com menor frequência.

No entanto, vale a pena lembrar que as clínicas veterinárias seguem funcionando e que você pode recorrer a elas, se algo ocorrer. Ah, e aqui também vale lembrar: não necessariamente t.o.d.a.s as clínicas estejam abertas, então talvez você precise abrir mão do seu veterinário e buscar outra opção, se algo excepcional ocorrer.

Higiene e limpeza local

Cachorro terrier deitado em cama
Cachorro deitado em cama – Foto: Freepik

A terceira dica de um cuidado fundamental com seu companheirinho na quarentena é a seguinte: mantenha a casa limpa, em especial as áreas onde ele passa boa parte do tempo.

Além dos cuidados habituais e já normais de higiene e limpeza com o pet e com sua casa, é também importante prestar ainda mais atenção aos espaços onde o pet circula com maior frequência. Isso é importante porque não raramente vemos pessoas que “cansam” de dar maiores cuidados de limpeza porque o pet “suja demais”.

No entanto, não nos atentarmos para isso pode causar problemas de saúde no pet. Isso é particularmente preocupante no caso de cachorros braquiocefálicos. Os cães braquiocefálicos são aqueles com “o focinho amassado“. Esses cachorros costumam ter problemas respiratórios, e um ambiente empoeirado ou sujo pode causar sérios danos a sua saúde.

Algumas raças conhecidas com essa característica são, por exemplo:

Brincadeiras e exercícios

Dachshund de pelo castanho com brinquedo destruído
Dachshund com brinquedo rasgado em chão de madeira – Foto: Freepik

Se você está com seu companheirinho em casa desde o início da quarentena você já percebeu uma coisa: ele pode se tornar um destruidor se não conseguir gastar sua energia.

Certamente você já sabe disso, mas vale lembrar: os cães que não gastam sua energia podem ser tornar um problema.

A destruição de móveis ou de outros objetos pode se tornar uma atividade interessante ao seu amiguinho. Para evitar isso, é fundamental que você o mantenha feliz e entretido. Mas como fazer isso? Preferencialmente, com brincadeiras e exercícios que ativem seu corpo e seu cérebro.

As atividades que o fazem gastar tanto a energia física quanto a mental tendem a ser as melhores opções.

Claro que você não tem o dia todo para acompanhar as peripécias do seu companheirinho peludo. Por isso, uma dica de cuidado para este momento é apostar em atividades ou em brinquedos que ele possa se entreter sozinho.

No entanto, lembre-se também de dispensar um tempo diário para dar atenção a ele. Ainda que precise trabalhar durante boa parte do dia, reserve um tempinho para conversar, brincar e interagir com ele.

Cuidado e atenção com a alimentação

Cachorro comendo ração cuidado
Cachorro comendo ração – Foto: Freepik

É possível que neste período de quarentena o seu cãozinho mostre algumas mudanças. Um exemplo disso tem associação com o comportamento, como descrito no item anterior. No entanto, para além do comportamento, também é possível que ele modifique o seu ritmo.

Se você perceber que o ritmo do seu amiguinho está diferente, pode ser importante reavaliar a quantidade de comida. Neste caso, o ideal é você consultar um médico veterinário. Isso porque ele poderá avaliar o quadro e prescrever uma dieta mais adequada ao momento.

Além das quantias, também lembre-se de optar por alimentos adequados às necessidades nutricionais do seu companheiro.

Confie nos especialistas

Por fim, mas não menos importante: confie nos especialistas.

Se você tiver dúvidas ou estiver preocupado com algo, busque um veterinário de confiança. As recomendações e orientações do médico veterinário pode melhorar e até salvar a vida do seu amiguinho.

Lembre que muitas clínicas veterinárias seguem trabalhando na quarentena. Então, não exite em pedir ajuda. O seu companheirinho merece todo o cuidado e toda a atenção que você puder lhe dispensar.

Este conteúdo foi útil para você de alguma forma? Então compartilhe ele com seus amigos e os ajude-os a também saberem quais formas de cuidado são importantes neste momento de quarentena.

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here