Boston Terrier

Não importa se você mora no campo ou na cidade, numa mansão ou num apartamento. O Boston Terrier consegue se adaptar facilmente a qualquer ambiente, não importa qual seja. Essa raça é muito apegada à família e por isso não deve ser separada da casa ficando apenas no quintal. Ele precisa do contato daqueles que ama para ser feliz.

Boston Terrier

Informações sobre o Boston Terrier

  • País de origem: Estados Unidos
  • Função: cão de companhia
  • Pelagem: pelo liso, muito macio, fino e curto
  • Cor do pelo: preto e tigrado com marcas brancas, mas também há casos mais raros de branco com avermelhado
  • Altura (machos e fêmeas): entre 39 e 45 cm
  • Peso (machos e fêmeas): são divididos em categorias que variam entre 5 a 7 kg, 7 kg a 9 kg e 9kg a 12 kg
  • Ranking de inteligência: 54ª posição
  • Expectativa de vida: entre 13 e 15 anos
  • Preço do Boston Terrier: vai de R$ 1.500 até R$ 4.500

Curiosidades sobre o Boston Terrier

  • Em primeiro lugar, essa raça foi apelidada de Cavalheiro Americano. Sua descendência se iniciou em Boston.
  • Além disso, sabe-se que a descendência da raça iniciou com um cão de nome “Juiz”, proveniente do cruzamento entre um Bulldog e um Terrier Inglês.
  • Inicialmente, esses cães foram conhecidos como Round Heads, Bull Terriers ou Bullet Heads. Porém, eles foram oficialmente nomeados “Boston Terrier” em 1889.
  • Em segundo lugar, esses cães tem propensão à flatulência. Isso pode se agravar dependendo do tipo de alimentação do animal. Adicionalmente, eles podem ser bastante gulosos. Sendo assim, é necessário controlar a alimentação a fim de evitar que se tornem cães obesos.
  • Por fim,  devido ao focinho curto, muitas vezes os Boston Terriers podem roncar muito alto. Além disso, podem também apresentar excesso de salivação. Assim, babam muito.

Características do Boston Terrier

Geralmente, a pelagem deve ter manchas de cor “seal” (cor de foca). Contudo, também pode ser preta com algumas partes brancas. De qualquer forma, é exigido que o cão apresente um colar branco em torno do focinho, uma listra branca entre os olhos e uma marca branca no peito para ser considerado dentro do padrão.

Boston Terrier
Foto: Freepik

Os Boston Terriês são cachorros de boas proporções, compactos e de peito largo. A cabeça é achatada na porção superior. O focinho é largo, curto e de formado quadrado. Ademais, os olhos são redondos e escuros. Além disso as orelhas se assemelham às de um morcego. Por fim, essa raça possui cauda pequena e reta.

Origem e história do Boston Terrier

Não se sabe ainda ao certo de quais raças o Boston Terrier veio. Há várias teorias e muitas hipóteses. Os ancestrais dessa raça podem ter sido o Buldogue Inglês, o Buldogue Francês, o Pit Bull Terrier, o Bull Terrier, o Boxer e o White English (já extinta).

Também não se sabe ao certo como se deu essa nova raça, mas acredita-se que houve um cruzamento entre dois cães britânicos em 1800 em Boston, Massachusetts. Porém, há uma certeza incontestável: eles são completamente americanos. Ele também pode ser chamado de Boston Bull, sendo desenvolvido nos Estados Unidos.

boston terrier
Foto: Freepik

A raça como a temos hoje é bem diferente dos primeiros exemplares. Um Boston Terrier antes poderia chegar a pesa 20 kg. Com o passar do tempo foram realizados cruzamentos com outros de menor porte até que se chegou aos tamanhos de hoje. Foi criado, inicialmente para a briga, mas acabou tornando-se um carinho cão de companhia.

Temperamento do Boston Terrier

Boston Terrier

Por causa da sua pelagem, parecida com a de um smoking, e de sua personalidade gentil, o Boston Terrier foi apelidado de Cavalheiro Americano. Essa raça é muito inteligente e carinhosa, com temperamento extrovertido. Apesar de ser bem tranquilo, ele pode dar problemas na hora de obedecer ordens já que é bem teimoso. Nada que uma socialização, enquanto ainda filhote, não resolva.

Inteligência e obediência do Boston Terrier

Apesar de não estar entre as 10 raças mais inteligentes de acordo com o ranking do psicólogo canino Staney Coren, o Boston Terrier é considerado muito esperto.

Boston terrier
Foto: Freepik

Além disso esses cães costumam ser obedientes. Entretanto, ensiná-los pode exigir um pouco de paciência por parte do adestrador. Eles podem demorar um pouco para assimilar as informações e executar os comandos. Mas uma vez que os aprende, passa a responder muito facilmente à eles. Além disso, os Boston Terriers são fiéis e leais ao seu tutor, o que torna as lições mais fáceis.

Convivência com Boston Terrier

Ele torna-se um verdadeiro protetor do seu dono devido ao tamanho amor que sente por ele. Isso pode causar alguns problemas na hora das visitas. Por isso, é bom que seja feita a socialização do Boston Terrier com pessoas estranhas, permitindo que ele entre em contato com as visitas e que elas façam carinho nele.

Apesar de serem difíceis de serem ensinados a fazer suas necessidades no lugar adequado, eles são ótimos como cães de companhia. Inclusive eles são aconselhados para pessoas com mais idade.

boston terrier

Para que sejam adequadamente educados, o treinamento deve ser feito com muita paciência e gentileza.

Apesar de serem compactos, os cães dessa raça costumam pesar entre 7 e 11 quilos. Portanto, carregá-los no colo por longas distâncias ou por bastante tempo pode exigir bastante esforço.

O Boston Terrier late muito?

Animais dessa raça costumam ser silenciosos. Porém eles podem latir quando percebem alguma coisa diferente no ambiente.

O Boston Terrier é destruidor?

Essa raça não é destruidora. Inclusive eles são indicados para viverem em ambientes menores e fechados.

O Boston Terrier é agitado?

O Boston Terrier não é um cão agitado. Entretanto, aprecia muito estar acompanhado de seu dono. Por isso é fundamental não deixa-lo sozinho por muito tempo.

O Boston Terrier requer espaço?

Por serem cães tranquilos, os Boston Terriês se adaptam muito bem em locais com pouco espaço como apartamentos, por exemplo. Apesar de apreciarem um bom passeio ao ar livre e brincadeiras no quintal, esses são animais de dentro de casa. Portanto não é aconselhável deixá-los para fora de casa por muito tempo. Além disso, eles não suportam muito bem tanto temperaturas muito altas quanto muito baixas.

Convivência com crianças, estranhos e animais

Para quem tem crianças em casa vai gostar de saber que essa raça se dá muito bem com os mais pequenos. Eles são pacientes e não são grandes o bastante para machucar o seu filho, mesmo que pule neles. Porém são suficientemente fortes para não se machucar caso a criança seja descuidada. O ideal é que, durante as brincadeiras, haja o supervisionamento de um adulto. Quando bem tratados, os Bostons Terriers se dão muito bem com as crianças.

Boston terrier
Foto: Freepik

Se você tem outros pets em casa não vai precisar se preocupar se colocar um Boston Terrier na mesma área. Ele não é muito mandão e também não se importa se não for o chefe da matilha. O Boston Terrier são aconselhados para pessoas que desejam ter um amigo muito animado ao seu lado. Além disso eles são muito sociáveis com outros cães até mesmo com gatos quando são acostumados desde filhotes.

Por fim, com relação à estranhos, esses cães podem se mostrar inicialmente desconfiados, mas costumam se tornar amistosos rapidamente.

Adestramento do Boston Terrier

Apesar de serem um pouco teimosos, o Boston Terrier é considerada uma raça de fácil adestramento. Eles conseguem manter uma concentração elevada em tudo o que estão fazendo e são bem espertos para fazer quando algo é mandado. Porém, procure fazer um treinamento com reforço positivo, pois a raça não é do tipo que responde bem com punições. Ele ficará muito tristes e sem vontade de continuar com os treinos.

São perfeitos para morar em apartamentos. Sabe aquele problema de ter um cão cagando e fazendo xixi em vários lugares da casa? Com o Boston Terrier não haverá esse problema. Eles sempre saberão qual o lugar certo. Outro benefício para aqueles que moram em apartamentos é que essa raça quase não late, então não haverá problemas com vizinhos.

Manutenção e higiene do Boston Terrier

Não requer muitos cuidados, banhos ou idas frequentes ao pet shop. O pelo é curto, não acumula sujeira e o Boston Terrier não fica com aquele “cheirinho” característico dos cães.

A higiene dos Boston Terriers é muito simples. Eles necessitam apenas de cuidados básicos como manter as orelhas e o focinho sempre limpos, cortar as unhas frequentemente, e escovar os pelos ocasionalmente.

Banho

Dar banhos uma vez a cada 15 dias é mais que o suficiente. O excesso de banhos pode deixar a pele muito sensível e desenvolver patologias. Eles produzem um óleo que protege a pele e uma escovada por semana, além de retirar os pelos mortos também favorece o aumento da produção dessa substância.

Pelagem

O Boston Terrier possui pelos finos, lisos, curtos e brilhantes. Por não perderem a pelagem, não precisam ser escovados com tanta frequência. Assim, bastam algumas escovadas ocasionais para remover os pelos mortos do animal.

Unhas

É necessário aparar frequentemente as unhas desses cães. O ideal é que isso seja feito em um pet shop por meio de uma lixa rotatória. Isso porque cortadores convencionais podem acabar ferindo o cão.

Orelhas

Boston Terriers possuem orelhas pequenas e eretas, assim como orelhas de morcego. É preciso ter cuidado para que não entre água no ouvido do animal. Além disso, o conduto auditivo deve ser mantido sempre limpo e seco. Dessa forma inflamações e infecções podem ser evitas.

Dentes

Devido à baixa congruência dentária, os cuidados dentários se tornam muito importantes para animais dessa raça. Portanto é recomendado que sejam feitas escovações desde cedo. Além disso, podem ser também fornecidos petiscos indicados para a remoção do tártaro.

Nível de exercício do Boston Terrier

Apesar de estar sempre disposto para brincar e com energia para brincadeiras, é um cão que não precisa de muitos exercícios. Ele consegue ficar muito bem dentro de casa sem fazer muita coisa. Só de estar perto da família, o Boston Terrier se sentirá satisfeito. Um pequeno passeio em horários nos quais a temperatura está mais amena já é o bastante. E falando nisso, ele não deve ser exposto a temperaturas extremas, pois pode ser perigoso para a sua saúde.

Problemas de saúde comuns do Boston Terrier

Essa é uma raça bastante saudável, mas como em qualquer outra, é tendenciosa a alguns tipos de doenças. As patologias mais comuns são: catarata precoce (pode ocorrer entre 8 e 12 semanas de vida), protuberância dos olhos (também conhecido como olhos de cereja), luxação patelar, sopros cardíacos, tumor cerebral, surdez e alergias.

Alimentação da raça

Devido ao seu tamanho compacto, o Boston Terrier não precisa comer muito. Por possuir metabolismo lento, é necessário tomar muito cuidado com a quantidade de comida oferecida ao animal.

Para evitar sobrepeso é recomendável que o cão tenha uma dieta equilibrada, feita preferencialmente com ração adequada e de boa qualidade. Dessa forma se contribui também para um bom estado geral de saúde do animal. Por fim, é necessário que haja sempre água limpa e fresca à disposição do cão para evitar eventual desidratação.

Reprodução da raça

Em primeiro lugar, é necessário ter muito cuidado ao selecionar os animais que irão se reproduzir. Os cruzamentos devem ser feitos apenas entre cães saudáveis, com a finalidade de evitar que os filhotes venham à ter problemas de saúde de origem genética.

Em segundo lugar, é recomendado que sempre haja um veterinário responsável pelo cruzamento. Assim, a fêmea e os filhotes poderão ter os cuidados necessários tanto durante a gestação quanto no momento do parto.

Filhotes de Boston Terrier

Por serem territorialistas é aconselhável que os filhotes sejam adestrado desde cedo. Assim eles podem ser facilmente socializados, evitando problemas de convivência no futuro.

Os filhotes de Boston Terrier são muito sensíveis. Além disso eles costumam manipular seus tutores com suas carinhas de triste.

Fotos do Boston Terrier

Boston Terrier Boston Terrier Boston Terrier Boston Terrier Boston Terrier Boston Terrier Boston Terrier

Separei mais esses conteúdos para você:

Guia de Adestramento Para Cães

Seu cão faz xixi no lugar errado, destróis o seu sofá e não te obedece? Conheça o Guia de Adestramento para cães. Informe seu nome e e-mail.

envelope
envelope

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here