Bernese Montanhês

De porte grande e simpático, muito pelo e com uma feição bastante simpática, o Bernese Montanhês é um cão tipicamente trabalhador. Ele ainda não é muito famoso aqui no Brasil, mas na região de São Paulo já é mais comum de ser encontrado passeando pela cidade. Veja tudo o que você precisa saber para ter um cão dessa raça.

Informações sobre o Bernese Montanhês

  • País de origem: Suíça
  • Outros nomes: Berner Sennenhund, Boiadeiro de Berna, Bernese Mountain Dog
  • Função de origem: tração
  • Pelagem: pode ser lisa ou ondulada, sendo grossa e média
  • Coloração: é tricolor (preta, branca e ruiva) sempre predominando a cor preta
  • Olhos: de cor marrom escuro
  • Tamanho do macho: altura entre 63 e 70 cm e o peso entre 40 e 54 kg
  • Tamanho da fêmea: altura entre 58 e 66 cm e peso entre 31 e 45 kg
  • Tolerância ao frio: alta
  • Facilidade de treinamento: alta
  • Amizade com outros animais: alta
  • Energia: baixa
  • Necessidade de exercício: mediana
  • Ranking de inteligência: 22ª posição
  • Expectativa de vida: entre 12 e 13 anos
  • Preço médio do Bernese Montanhês: R$ 2 mil, em média, mas os filhotes podem custar de R$ 1.000 a R$3.500

Curiosidades sobre a raça

Confira algumas das principais curiosidades sobre o Bernese, pois, se tratando de uma raça antiga há vários mitos que a rodeiam:
  • O Bernese Montanhês não é um cão originado da montanha Bernece ou da montanha birmanês. Ele leva esse nome por causa do cão suíço de Berna. Onde ele era uma raça de fazenda muito valorizada. Pois se destacou por levar o rebanho, puxar carroças, e servir como cães de guarda.
  • Embora ele seja uma raça trabalhadora, bem educado e dedicada, ele quase se extinguiu no início do século 20, quando outros meios de transporte se tornaram acessíveis aos fazendeiros.
  • Por fim, a maioria dos Berneses são conhecidos por ter uma boca seca. Ou seja, isso significa que eles não babam, mas isso não é uma regra.

Características do Bernese Montanhês

De modo geral, o Bernese Montanhês é tricolor. Ou seja, uma mistura de preto, branco e ruivo, mas sempre predominando a cor preta.

História e origem do Bernese Montanhês

O Bernese Montanhês é o Cão de Montanha Suíço mais conhecido e se destaca pela sua pelagem longa e sedosa. Os cientistas ainda não têm certeza de como se deu a origem dessa raça. Assim, as informações obtidas de sua história são apenas especulações. Alguns acreditam no fato de que esses cães surgiram a partir do cruzamento entre os cães locais e os mastiffs que chegaram juntamente com a invasão romana. Esses cães eram muito úteis para a sociedade agrária. Pois eram bons cuidadores de rebanhos, cão pastor e também cão de tração. Porém não foram feitos muitos esforços para a sobrevivência da raça. No final do ano de 1800 a raça quase foi extinta, mas graças a um cientista chamado Albert Heim, que fazia pesquisas sobre os cães suíços, o Boiadeiro Bernês foi identificado. Albert então divulgou a raça por toda Suíça, que por fim, se espalhou pela Europa. Os melhores cães foram encontrados na região de Durrbach, sendo estes lá presentes chamados de Durrbachler. A raça foi crescendo e se espalhando por toda a Europa até que seu nome foi mudado para Bernes Montain Dog. O primeiro da raça chegou em território americano em 1926 e o seu reconhecimento pela AKC se deu mais de 10 anos depois, em 1937.

Temperamento do Bernese Montanhês

Quando um Bernese escolhe alguém da família como seu dono se afeiçoa muito a ele e tem um imenso sentimento pela pessoa. O carinho é tão forte que se ficarem por muito tempo afastados, o cão pode até mesmo sofrer de depressão. Ele passa dias sem querer comer, não quer brincar ou passear o que pode levar o cão a óbito. Portanto, se você é do tipo que viaja ou passa o dia inteiro fora de casa, essa raça não é a mais indicada. Ainda que você more com várias outras pessoas e o cão não ficar sozinho, se ele escolheu você como dono não adianta. Ele pode estar rodeado de muito movimento e carinho, porém ele precisa do dono ao lado dele.

Inteligência e Obediência da raça

Em virtude de sua origem, os Berneses eram criados no passado como cães de caça e pastoreio. Atualmente a raça mantive muitas características originais, sendo que, um dos principais pontos que se mantiveram foi a obediência. Assim, a raça é considerado muito obediente e disciplinada, por isso, são exemplos de controle entre os cachorros. Aliás, o fato de serem uma raça muito disciplinada é uma prova de sua inteligência. Também, ensinar truques para essa raça é uma tarefa fácil. Afinal, eles são facilmente adestrados e gostam muito de interagir com pessoas. Além disso, eles se adaptam com facilidade a novos lugares e a novas famílias.

Convivência com o Bernese Montanhês

Por mais que não pulem e não façam muitos estragos, não são do tipo que se adaptam bem em lugares pequenos como apartamentos. Ele precisa de um espaço amplo e não deve ficar isolado no quintal da casa ou ele pode ficar muito triste. É por isso que adestrá-lo desde pequeno é importante. Assim, ele poderá entrar e sair dos lugares da maneira correta e irá obedecer prontamente quando receber um não dito de maneira segura. Como o Bernese é um cão grande, como resultado ele é não um cão de colo, a não ser que seja apenas para um carinho ou brincadeira, caso contrário, será desconfortável para você e para o cão.

Requer espaço?

Em decorrência do seu porte gigante e devido ao seu alto nível de energia, o Bernese requer muito espaço para viver feliz. Ou seja, não é indicado para ser criado em apartamento. Portanto, é importante oferecer uma casa ampla com bastante espaço para que o Bernese cresça feliz.

O Bernese Montanhês late muito?

De acordo com informações da American Kennel Club (AKC), o Bernese possui uma tendência moderada para latir, mas faz isso apenas quando necessário. Por isso, de modo geral, é um cachorro silencioso. Entretanto, vai sempre avisar quando alguém estiver se aproximando.

A “Raça” é destruidora?

Apesar de ser alerta, energético, atencioso e impetuoso, o Bernese não possui o hábito de destruir as coisas. Entretanto, é preciso atividade física moderada ao longo da semana para não deixá-lo estressado e assim, evitar que ele fique ansioso dentro de casa e passe a morder as coisas. Também, não é muito recomendado deixar ele sozinho por muito tempo dentro de casa, afinal, por se tratar de uma raça muito afetuoso e amigável, assim, a companhia humana é essencial para ele se sentir seguro e confortável.

A “Raça” é agitada?

Não, já que o Bernese conta com um temperamento calmo e equilibrado. Mas ele é, portanto, um cão tranquilo e ideal para todo tipo de família. Além disso, é uma raça solícita e amável e, por isso é uma escolha perfeita para quem busca por um cão gigante e carinhoso. Entretanto, quando o assunto é a personalidade, o Bernese é confiável, tolerante e diligente, além disso, ele é um cachorro é amigável, corajoso e calmo. Com todas estas características positivas, fica fácil entender porque a raça está entre os 30 cães mais populares, de acordo com a lista da American Kennel Club (AKC).

Convivência com crianças, estranhos e animais

Apesar do tamanho, eles convivem muito bem com crianças já que não são de pular muito mesmo durante as brincadeiras. Também não tem o hábito de latir (excelente para quem tem vizinhos encrenqueiros). Assim, só faz isso se notar alguma coisa fora do comum. É uma raça que aprende comandos de maneira rápida e fácil, mas para aprender as regras da casa é preciso que isso seja feito quando ele ainda for um filhote. O Bernese tem um instinto de proteção muito forte, principalmente com o seu dono podendo ficar um pouco desconfiado quando estranhos chegam muito perto. Por isso, é importante que ele aprenda a se socializar com outras pessoas, além dos moradores da casa, desde cedo. Se ele for colocado em outro ambiente juntamente com o seu dono ficará bem descontraído, pois estando ao lado da pessoa que confia se torna um animal despreocupado.

Manutenção e higiene do Bernese Montanhês

Os banhos devem ser regulares e durante o verão é melhor aumentar a frequência. Esses cães são pouco tolerante ao calor e pode ser que seja preciso fazer algum tipo de tosa no pelo na estação mais quente do ano. Os pelos devem ser escovados uma vez por semana.

Pelagem

O Bernese possui um pelo longo, brilhante, reto ou ligeiramente ondulado, entretanto, como consequência tem uma queda de pelo moderada que corre durante o ano todo, entretanto ela é maior durante a primavera e outono. Como o Bernese perde muito pelo, é preciso escová-lo várias vezes por semana para, assim, ajuda a reduzir a quantidade de pelos na casa e ajudar a mantê-lo desembaraçado.

Banho

Também, os banhos são recomendados a cada três meses, com o intuito de manter uma boa aparência, entretanto, em regiões mais quentes esse intervalo de um banho para o outro pode ser reduzido.

Unhas

Cortar as unhas do Bernese uma vez por mês é fundamental para evitar dor e outros tipos de problemas, assim, caso você escutar as unhas batendo no chão, isso indica que elas estão muito longas. Porém, atenção, já que as unhas dos pés do cão possuem vasos sanguíneos. Assim, se você cortar demais pode causar sangramento, e o cão pode não cooperar na próxima. Então, se você não tem experiência, pergunte a um veterinário, pois é preciso que o cão se sente confortável durante este processo.

Orelhas

As orelhas do Bernese devem ser verificadas toda semana. Pois se apresentarem vermelhidão ou um odor ruim,pode indicar uma infecção. Assim, quando for verificar as orelhas do seu cão, limpe-as com uma bola de algodão umedecido com algum produto de pH balanceado. O ouvido limpo ajuda a prevenir infecções. Mas, não insira nada dentro do canal auditivo, apenas limpe o ouvido externo do seu cãozinho.

Dentes

Os dentes do Bernese  devem ser escovados, pelo menos de duas a três vezes por semana, a fim de remover o acúmulo de tártaro e de bactérias que podem se esconder no seu interior.

Condição física da raça e nível de exercício

O Bernese Montanhês é uma raça grande. Assim, podem chegar até os 50 k. Mas uma atividade física moderada já é o suficiente na vida destes cães, por isso são uma excelente companhia para caminhadas curtas. Apesar de no passado serem utilizados para trabalho na fazenda, suas funções eram basicamente puxar carroças leves e pastorear o gado, por isso, ainda herdam esse perfil forte e robusto. Também, como não são amantes de atividades físicas, como efeito disso, a maioria não gosta de nadar, pois é uma atividade que requer muita energia. Conforme já citamos acima, mesmo se tratando de um cão bastante agitado, o Bernese requer apenas de uma atividade física moderada para viver feliz.

Saúde do Bernese Montanhês

Não muito com o que se preocupar em relação a saúde do Bernese, eles normalmente são muito saudáveis. O único porém é em relação as orelhas que devem estar sempre bem limpas. Pois como são caídas podem apresentar otite com muita frequência.

Alimentação da “Raça”

Como o Bernese é um cão grande, ele come muito. Come aproximadamente cerca de 650g de ração, que, aliás, deve ser de primeira linha para evitar doenças e manter o seu pelo sempre brilhoso.

Reprodução da “Raça”

Como a doença Displasia coxofemoral (mau encaixe da cabeça do fêmur no acetábulo) é um problema comum entre os Berneses, uma vez que se trata de uma doença hereditário que provoca dor e sofrimento no animal. Por Isso, se aconselha que a reprodução seja feita apenas em animais que não sofram com este problema.

Filhotes da raça

Uma ninhada de Bernese pode ser de em torno de 10 a 12 filhotes, além disso, os filhotes são extremamente ativos, resmungões e indisciplinados. Por isso, que o adestramento deve ser iniciado o quanto antes, transformando-o em um excelente cão de companhia. Também, como muitos cães de porte grandes, o Bernese cresce muito rapidamente. Assim, entre os quatro e sete meses de idade, ele atinge o tamanho adulto muito rápido.

Fotos do Bernese Montanhês

Bernese Montanhês Bernese Montanhês Bernese Montanhês Bernese Montanhês Bernese Montanhês Bernese Montanhês

Separei mais esses conteúdos para você:

Guia de Adestramento Para Cães

Seu cão faz xixi no lugar errado, destróis o seu sofá e não te obedece? Conheça o Guia de Adestramento para cães. Informe seu nome e e-mail.

envelope
envelope

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here