Dogue Alemão – Raças de cachorros gigantes

O Dogue Alemão também é conhecido como Apolo dos Cachorros ou como Grande Dinamarquês. Não à toa, esta raça gigante é considerada uma das mais altas do mundo: não raramente, os cachorros quando “de pé” em duas patas alcançam alturas que ultrapassam a dimensão de um adulto (chegando até 2 metros de altura).

Apesar da imponência de seu tamanho, o Dogue Alemão é um cachorro dócil e brincalhão. Por isso, ele é perfeito para famílias com crianças e/ou que procuram um companheiro. A verdade é que tudo que eles têm de altura, eles têm de companheirismo e afeto.

Essa raça de cachorro tende a se apegar facilmente aos familiares humanos. De modo geral, eles demandam bastante atenção, tempo e carinho dos seus tutores. Justamente por isso, se você está pensando em comprar um filhote desta raça, saiba que vais precisar se dedicar a ele.

O Dogue Alemão é muito contraindicado para famílias com pouco tempo, que não consigam dar atenção e que fiquem fora de casa por longas horas e por muitos dias seguidos: este cachorro não lida bem com a solidão e pode fazer um verdadeiro estrago nas suas coisas (mesmo sem querer), tentando acabar com o tédio.

Conheça mais sobre essa raça linda (e gigante!) neste artigo. Boa leitura!

Condição física

Cachorro dogue alemão adulto deitado
Cachorro dogue alemão adulto deitado – Foto: Freepik

Os cachorros da raça Dogue Alemão são cheios de energia. Por isso, eles exigem muitas atividades físicas diárias para manterem a boa saúde. Portanto, a família que pretende ter um destes em casa precisa necessariamente ter condições de fornecer espaço e tempo para seus exercícios.

Alguns veterinários indicam que a raça precisa de ao menos 2-3 caminhadas por dia com o cachorro. Além disso, o percurso deve ter pelo menos 1,5km. Ou seja, o Dogue Alemão precisa caminhar pelo menos 3km por dia.

Naturalmente, essa recomendação pode assustar algumas pessoas. Entretanto, vale lembrar que a raça é bastante dócil, gentil e calma. Por isso, as saídas e os passeios com ele acabam se tornando tarefas agradáveis.

Características gerais do Dogue Alemão

O Dogue Alemão é um cachorro que costuma combinar sua forma física avantajada e que pode assustar com um temperamento bem diferente:

  • Amigável
  • Calmo
  • Dócil
  • Gentil

Por isso, eles não tendem a ser agressivos, apesar dos músculos poderem assustar. Entretanto, ele também é muito protetor com sua família humana. Isso porque ele não hesita em defender seus tutores quando sente que eles podem estar em perigo. Não é à toa que os Dogue Alemão são considerados alguns dos cachorros mais corajosos e mais honrados do mundo.

  • Origem da raça: Alemanha
  • Peso: Até 95kg
  • Altura: Até 90cm
  • Expectativa de vida: Entre 6 e 10 anos

Temperamento

Criança abraçando Dogue Alemão filhote
Criança abraçando Dogue Alemão filhote – Foto: Freepik

O Dogue Alemão também é considerado uma das raças de cachorro mais gentis e mais bem-humoradas. Então, ele é super indicado para aqueles que buscam por um companheiro para família.

Algumas das características principais de sua personalidade costumam ser:

  • Amigável
  • Paciente
  • Carinhoso
  • Gentil
  • Dócil
  • Brincalhão
  • Obediente
  • Inteligente
  • Ativo
  • Leal

Sendo super obediente e inteligente, o Dogue Alemão é um cachorro facilmente treinável.

Além disso, as atividades físicas são obrigatórias para o bem-estar deste cachorro. Exatamente por isso, ele está sempre procurando uma ocupação e nunca dispensa um passeio. Além de manterem a saúde em dia, estes passeios também servem para aproximar afetivamente o cachorro e seus tutores.

Sendo a lealdade uma das suas principais características, este cachorro é calmo desde que não sinta que os humanos estão em risco. Neste caso, ele os defende de coração, colocando todo seu tamanho e força na defesa de seus tutores.

O Dogue Alemão também é conhecido como Apolo dos Cachorros. Isso acontece porque ele mescla confiança, força, espirituosidade e coragem (temperamento) com força e imponência (corpo).

Saúde

Médica veterinária
Médica veterinária – Foto: Freepik

Em geral, o Dogue Alemão é uma raça de cachorro bastante saudável. Isso quer dizer que os tutores não costumam precisar se preocupar demais com a sua saúde.

Entretanto, é claro que ele também está sujeito a alguns problemas de saúde/genéticos (como qualquer outro cachorro/animal). Portanto, fique atento aos problemas de saúde mais comuns desta raça:

  • Quadril: A displasia do quadril é um problema genético comum entre cachorros de porte M e G. Se trata da má formação do quadril. O quadro pode acarretar dores e pode agravar com o envelhecimento.
  • Ossada: Panosteíte é um processo inflamatório nos ossos comum entre cachorros grandes que “crescem rápido demais”. O Dogue Alemão pode sentir dores intensas com este quadro.
  • Peso: Manter uma dieta balanceada é fundamental com o Dogue Alemão. Isso porque é fundamental que ele não ganhe peso excessivo, principalmente devido à toda atividade que será necessária para perdê-lo. O ganho excessivo de peso é relativamente comum na raça e pode trazer sérios problemas para a qualidade de vida do cachorro.
  • Estômago: O Dogue Alemão tem predisposição à torção gástrica. Esta é uma doença que causa sérios problemas no estômago e que pode interromper o bombeamento de sangue no abdômen. O cachorro também pode ter inchaços e flatulências excessivas.

História da raça

Dois cachorros Dogue Alemão adultos em um parque
Dois cachorros Dogue Alemão adultos em um parque – Foto: Freepik

O Dogue Alemão é um cachorro originário da mistura das seguintes raças:

Historicamente, a raça era conhecida por atuar como caçadores de javalis.

Desenhos encontrados nos templos da Babilônia comprovam que a raça existe há, pelo menos, desde 3.000 a.C. Outros documentos históricos apontam para sua origem nas terras chinesas. Ao que tudo indica, a raça se dissipou pelo mundo devido a ação dos assírios de comércio de cachorros. Na época, os principais compradores eram os gregos e romanos.

Apesar da história chinesa, a raça é amplamente considerada uma criação alemã. Entretanto, a Dinamarca também possui ligação com a história dos Dogue Alemão. Isso porque conta-se que um francês encontrou nas terras dinamarquesas uma versão canina semelhante ao Dogue Alemão como conhecemos hoje, chamada de grand danois (sua tradução mais próxima é “grande dinamarquês”).

Entretanto, esta história dinamarquesa ocorreu no ano de 1700. Ou seja, milhares de anos depois do primeiro surgimento da raça, que denota ao tempo de antes de Cristo.

Curiosidades sobre o Dogue Alemão

Veja aqui algumas curiosidades que você provavelmente não conhecia sobre essa raça tão popular e tão amiga.

Recorde de altura

Zeus, cachorro mais alto do mundo, no interior de casa com sua tutora
Zeus, cachorro mais alto do mundo, no interior de casa com sua tutora – Foto: Acervo pessoal da família

Zeus foi um cachorro Dogue Alemão que chegou a medir 111,8 cm de altura (das patas até o ombro, sem considerar a cabeça). Ele foi considerado pelo livro dos recordes (Guiness World Records), como o cachorro mais alto do mundo. Quando apoiado nas patas traseiras, o cachorro chegava a medir mais de 2 m 25 cm.

O cachorro era considerado um “cão terapeuta” porque visitava pacientes em hospitais e ajudava na recuperação, em especial nos casos de crianças.

Infelizmente, Zeus morreu precocemente, com apenas 5 anos de idade. Ele faleceu no ano de 2014 em Otsego, nos Estados Unidos, onde residia com sua família humana. O cachorro faleceu de velhice. Quanto maior o porte do cachorro, menor é sua expectativa de vida. Por isso, alcançar quase 6 anos (ele faleceu apenas dois meses antes de fechar seis anos completos) foi surpreendente, de acordo com alguns veterinários.

Autopercepção

O Dogue Alemão é um cachorro que tem uma autopercepção bem distante da realidade. Isso porque ele não se dá por conta do tamanho, peso e força que possui, principalmente depois de adulto.

Na verdade, os cachorros dessa raça tendem a possuir um comportamento idêntico aos de animais menores. Ou seja, eles querem pular no colo, se sacudir e balançar o rabo faceiros como se fossem pequenos. Sim, eles não compreendem que são enormes.

Brincalhões, cheios de energia e com muito amor para dar, eles podem derrubar um adulto sem querer – apenas por quererem um pouco de carinho.

Latido

Dogue Alemão adulto de perfil
Dogue Alemão adulto de perfil – Foto: Freepik

O Dogue Alemão é um cachorro que não costuma latir. Como mencionado, ele é bastante calmo. Ou seja, o cachorro dessa raça também costuma ser bem silencioso e tranquilo.

Eles latem somente quando necessário. Quando o fazem, o latido do Dogue Alemão costuma ser imponente, causando susto ou medo nas pessoas que o ouvem. Ao sentir que precisam proteger seus tutores, o latido parece ficar ainda mais grave e presente.

Scooby-Doo

Apesar de passar despercebido pela maioria das pessoas, a raça é super conhecida e popular. Isso acontece porque um personagem muito querido da televisão é um Dogue Alemão: o Scooby-Doo.

Apesar de popular, vale destacar que a docilidade e o tamanho são os únicos pontos de semelhança entre o Scooby e os outros Dogues Alemães. Isso porque esta raça não é medrosa, como o personagem faz parecer. Na verdade, estes cachorros estão entre os mais corajosos, quando o assunto é defender ou proteger seus tutores.

Popularidade

No Brasil, a raça Dogue Alemão é a 59ª mais popular do país. O censo leva em consideração centenas de raças diferentes.

Considerando a raridade com que vemos no país um Dogue Alemão, essa posição é excelente!

Treinamento/Adestramento

Instrumentos para adestramento canino
Instrumentos para adestramento canino – Foto: Freepik

Inteligentes e obedientes, o Dogue Alemão é um cachorro que aprende muito rápido. Por isso, é uma raça de cachorro indicada para treinamentos e adestramentos.

Com o adestramento correto, o cachorro pode aprender novas habilidades e pode tornar suas atividades e seus passeios muito mais divertidos. Tenha apenas cuidado com o tipo de treinamento, pois treinos baseados em punições podem traumatizar seu amigão, fazendo-o se reprimir e afetar sua relação com ele.

Sensação térmica

Os cachorros dessa raça sentem muito frio. Por isso, providenciar roupas, mantas e cobertores quando a temperatura baixar é um cuidado necessário (e uma demonstração de carinho).

Devido que frio que eles sentem, evitar deixá-los em ambientes excessivamente abertos e gelados também é um cuidado necessário.

Preço

Apesar de lindos e queridos, o mais indicado é sempre adotar cães – e não comprá-los. Vale lembrar que existem uma infinidade de amiguinhos abandonados e perdidos por aí precisando de amor, cuidados e uma família.

Entretanto, se você quer comprar um filhote de Dogue Alemão e está interessado em valores. É o seguinte: um filhote desta raça pode ser adquirido no Brasil por valores que variam de R$ 900 até mais de R$ 5 mil, a depender da ascendência, sexo, qualidade do canil e estado de saúde do animal.

Estes valores foram calculados considerando canis com boa reputação no Brasil, sendo naturalmente possível encontrar misturas com a raça por valores mais baixos.

Eles são realmente lindos (e são uns amores), mas considere a adoção antes de adquirir um bichinho através da comercialização.

Este artigo te ajudou de alguma forma? Então certamente você vai curtir nossos outros conteúdos.

Separei mais esses conteúdos para você:

Guia de Adestramento Para Cães

Seu cão faz xixi no lugar errado, destróis o seu sofá e não te obedece? Conheça o Guia de Adestramento para cães. Informe seu nome e e-mail.

envelope
envelope

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here