São Bernardo

Esse cão de grande porte ficou conhecido e famoso no mundo todo após a série de filmes Beethoven, no qual a raça era a grande estrela. Essa raça é uma das mais antigas do mundo e já foi mostrado em filmes e animações a sua grande utilidade em tempos mais remotos: realizar resgate de pessoas soterradas ou perdidas nos Alpes Suíços. Em tempos mais antigos, era bastante comum atravessar aquela região a pé, mas as avalanches eram um grande perigo. Por conta disso, ele também recebeu o nome de Mastiff dos Alpes.

São Bernardo

Informações sobre a raça São Bernardo

  • País de origem: Suíça
  • Grupo: 2
  • Função de origem: busca e resgate
  • Expectativa de Vida: 12 a 14 anos
  • Altura: machos e fêmeas possuem entre 61 e 70 cm
  • Peso: machos e fêmeas de 50 até 91 kg
  • Temperamento: dócil, gentil e extremamente carinhoso
  • Ranking de inteligência: 65ª posição
  • Amizade com crianças: Alta
  • Preço do São Bernardo: R$ 3.500

Curiosidades sobre a raça São Bernardo

  • O São Bernardo não carrega um barril no pescoço com conhaque conforme dizem por aí. Isso é lenda!
  • Seu nome é devido a perigosa travessia de São Bernardo que, aliás, fica nos Alpes entre Itália e Suíça;
  • Ele é reconhecido como cão de resgate, decerto, famoso por socorrer pessoas perdidas na neve e em avalanches;
  • O mais famoso São Bernardo foi Barry, que resgatou várias pessoas durante sua vida, contudo, não se sabe o número exato. Foi feito um monumento em sua homenagem, com seus restos guardados no Museu de História Natural na cidade de Berna;
  • Ele é conhecido também por ser não só inteligente, mas tranquilo, não-territorial, obediente, muito leal e ótimo com crianças e até outros animais.

História do São Bernardo

São Bernardo

Os primeiros registros encontrados dessa raça datam do ano de 980, mas eles só se tornaram populares entre as pessoas apenas no século XI. Nessa época, eles eram criados nos monges onde alegravam a vida dos moradores de lá. Um monastério teve até o seu nome modificado para homenagear esses cães e passou a se chamar Hospice du Grand St. Bernard. Esses cães podem ser parentes do Mastiff tibetano e inglês, que foram trazidos para Europa pelo Exército Romano.

São Bernardo
Foto: Freepik

Inicialmente, os monges trouxeram a raça para ajudar nos afazeres domésticos como puxar carroça e até como cães de guarda. Mas, rapidamente eles perceberam a grande e impressionante capacidade desses cães em salvar vidas de viajantes na neve.

Com um olfato bastante apurado, que conseguia encontrar uma pessoa soterrada a mais de 10 metros na neve, ele cavava o local, lambia o rosto da pessoa e deitava-se ao seu lado para aquecer o corpo. Eles ainda eram fortes o suficiente para levar alimentos e bebidas. Estima-se que eles conseguiram salvar mais de 2 mil viajantes da morte nos Alpes Suíços e por isso, ganhou o nome de Mastiff dos Alpes. O São Bernardo mais famoso tinha o nome Barry e salvou cerca de 40 pessoas. Depois da sua morte os cães dessa raça também ficaram conhecidos como Barryhound.

A quase extinção da raça devido a doença da endogamia

Em 1800 a raça foi quase extinta por conta de uma doença chamada Doença da Endogamia. Depois disso, foram cruzados com Newfoundlands e, a partir daí, começaram a ter mais a aparência do Mastiff dos Alpes como o conhecemos hoje.

São Bernardo
Foto: Freepik

Mas, depois desse cruzamento, alguns cães começaram a apresentar pelo longo e os donos adoraram, pois achavam que o pelo protegeria os cães do frio intenso dos Alpes. Infelizmente, o gelo acabava grudando no pelo e causando o efeito inverso ao imaginado e assim, os cachorros de pelos longos foram retirados da função de resgate.

A raça chegou na Inglaterra por volta do ano de 1810, mas eles tinham muitos nomes diferentes e o que prevaleceu foi o São Bernardo, como a maioria deles eram chamados, mas isso só foi acontecer em 1880. Em 1900 chamou a atenção dos americanos, mas foi perdendo a sua popularidade a partir daí. Ainda assim, eles continuam sendo os mais populares entres os cães de grande porte.

Características do São Bernardo

São Bernardo

O Mastiff dos Alpes pode ser encontrado sempre bicolor em branco e vermelho, branco e marrom ou branco e preto. O pelo pode ser de tamanho curto, médio ou longo e, normalmente, é liso e macio e com oleosidade natural, excelente para proteger a pele e o pelo do cão e é bastante denso. Os olhos são extremamente cativantes e têm o poder de colocar o dono mais durão no bolso. Eles possuem a cor marrom e são levemente caídos. A altura deles pode chegar a 70 cm e podem pesar até 91 kg.

Eles possuem um olfato privilegiado e muita força nas patas para cavar o chão com muita eficiência. Muitos desenhos mostram o São Bernardo com um pequeno barril de uísque pendurado no pescoço, o que é um mito. No lugar da bebida alcoólica, havia água e eles também carregavam outros suprimentos.

Outra característica e o excesso de baba. Se você pensa em comprar um cão dessa raça então espalhe várias toalhinhas porque será necessário. O formato da mandíbula com a pele pendente no canto da boca faz com que o São Bernardo babe o tempo todo e em excesso. Mesmo com a boca fechada não há como fugir disso. Em lugares com a temperatura mais elevada como no Brasil, o cão saliva ainda mais, pois é assim que os cães controlam a temperatura do corpo

Temperamento do São Bernardo

Não há um cão mais dócil e carinhoso do que um São Bernardo. Ele é sempre bondoso e gentil, mas não se dá conta do seu tamanho e peso, pois adora ficar no colo da família.

É uma raça bastante pacata e calma, mas quando ainda filhotes são mais brincalhões e esse é o melhor momento para impor limites. Essa tarefa não será muito difícil, pois além de serem muito inteligentes, gostam muito de agradar.

São Bernardo
Foto: Freepik

Apesar de muito calmo e gostar de passar a maior parte do tempo apenas deitado ao lado dos que ama e recebendo carinho, ele precisa de espaço compatível com o seu tamanho. Então, se você mora em um apartamento ou numa quitinete, o Mastiff dos Alpes não é a melhor escolha.

Um treinador experiente deve saber que esses cães se cansam muito fácil por seu grande porte e não aguentam sessões muito longas. Quando não querem mais o treinamento, simplesmente se deitam e ficam só observando e não há ninguém que possa mudar isso.

Inteligência e obediência da raça São Bernardo

É um cão respeitoso e amigável, embora devido ao seu grande tamanho, seja necessário educá-lo corretamente. Dessa forma, faz-se imprescindível algumas aulas de treinamento, em caso de emergências.

São Bernardo
Foto: Pixabay

Se adotar o São Bernardo quando ele é filhote, o ideal é socializa-lo diariamente. Assim, ele se acostumará a brincar com outros cães, pessoas e animais. Se for adotado quando adulto, fazer o mesmo, mas com precaução, até conhecer seu temperamento.

Sobretudo, a educação básica consiste em permitir que ele saiba qual é o seu lugar na família.

Convivência com o São Bernardo

Este é um cachorro completamente sociável. Nada o faz mais feliz do que participar de atividades familiares. Por outro lado, é provável que ele fique de mau humor se sentir que está sendo deixado de fora de qualquer diversão.

O São Bernardo adulto é demasiado grande. Assim, seu treinamento precisa ser imperativo. Deve se iniciar o o quanto mais cedo possível.

A raça é conhecida por ser obstinada em algumas ocasiões. No entanto, quando o pet compreende o que se espera dele, seu desejo instintivo de agradar geralmente compensa qualquer teimosia.

São Bernardo
Foto: Freepik

Para quem tem verdadeira mania de limpeza, essa raça não é aconselhada. Se você está pensando: “não tem problema, ele pode ficar no quintal”. Esqueça! Um São Bernardo deve ser criado dentro de casa, juntamente com os seus amados e é por isso que há a necessidade de uma casa com um bom espaço interno para esse cão.

Se o Mastiff dos Alpes for criado distante desse contato, ficando no quintal enquanto todos ficam dentro de casa, ele se sentirá extremamente magoado, pode até parar de comer, ficar deprimido e adquirir um comportamento mais destrutivo.

O São Bernardo requer espaço?

Por ser um animal grande, morar em um apartamento envolveria um enorme sacrifício. Portanto, é bom considerar a possibilidade de se ter um cão desse tipo, apenas se tiver um bom espaço externo.

A raça late muito?

Normalmente, só latem para avisar seus donos sobre algo errado ou incomum. É considerado um cão silencioso.

O São bernardo é destruidor?

São Bernardo
Foto: Pixabay

Os São Bernardos formam fortes laços com as suas famílias. Sendo assim, esses pets nunca ficam muito felizes quando se veem sozinhos por longos períodos de tempo.

Eles são mais adequados para pessoas que trabalham em casa, para não se sentirem solitários e sofrerem de ansiedade de separação. Isso pode levá-los a se tornarem destrutivos. Esta é a maneira do cão aliviar qualquer estresse que esteja sentindo e uma maneira de se manter entretido.

O São Bernardo é agitado?

Ele é calmo por natureza, extremamente obediente e tranquilo.

Convivência com crianças, estranhos e animais

Se você tem crianças em casa, não se preocupe. O São Bernardo vai se transformar num grande protetor dos seus filhos, assim como a Naná do filme Peter Pan, onde a cadela era a babá das crianças. Eles não gostam de pular, pois isso é bastante cansativo e dificilmente mostrará algum desagrado para alguma criança que seja um pouco descuidada com o cão.

São Bernardo
Foto: Pixabay

Seu comportamento com os menores da casa é exemplar, sempre disposto a brincar e se divertir com eles. Ele nunca machucaria intencionalmente um membro de sua família, portanto, as crianças e o São Bernardo formam uma grande equipe.

No entanto, não se pode esquecer que alguns pequenos são muito desobedientes e agitados. Já o amigo peludo é muito, muito grande. Deve-se estar sempre atento para evitar acidentes involuntários quando estiverem brincando.

O São Bernardo geralmente se dá bem com outros animais de estimação em uma casa, especialmente se cresceram juntos. Este grande cão é social por natureza e, como tal, receberá de bom grado a presença de estranhos. Mas isso se caso forem ensinados a agir assim desde filhotes.

Manutenção e higiene do São Bernardo

São Bernardo

Esses cães precisam de alguns cuidados, principalmente quando se trata da baba, que deve ser limpa com frequência com um lenço umedecido, o mesmo utilizado em bebês.

Por ter pelagem exuberante, os São Bernardos devem ser escovados algumas vezes por semana. Mas, mesmo com esse processo, eles tendem a soltar muito pêlo durante todo o ano.

Assim também, cães com olhos caídos precisam ter a área ao redor verificada e gentilmente limpa, sempre que necessário.

Banho

Os banhos não devem ser muito frequentes, pois a oleosidade do pelo já protege o cão da sujeira. No máximo, um banho por semana em épocas de calor.

Sendo assim, o banho é reservado somente para quando o cão está muito sujo, pois é necessário levar em conta o tamanho e o peso deste animal. Isso porque, em muitas ocasiões, ao manuseá-lo, é exigida a ajuda de mais de uma pessoa.

Pelos

São Bernardo
Foto: Pixabay

Os cães de pelo longo devem ser escovados todos os dias para que o pelo não embole, já os de pelo curto, basta apenas duas escovações por semana para manter o brilho do pelo e retirar a sujeira. A tosa deve ser realizada em ambos, principalmente na época do verão, pois essa raça, por ser de climas extremamente frios, tem baixa tolerância ao calor.

Pelagem

Um detalhe importante que deve ser ressaltado é que o pet solta bastante pelo durante todo o ano.

Unhas

Tanto quanto todos os cachorros, é bom verificar se a unha não está grande. Deve ser cortada pelo menos uma vez por mês.

Orelhas

É importante verificar as orelhas de um cão regularmente, bem como limpá-las quando necessário. Se for permitido acumular demasiada cera nos ouvidos, acarretará infecções dolorosas que podem ser difíceis de tratar.

Dentes

Deve-se escovar seus dentes periodicamente, ademais, toda semana. Portanto, o melhor é habituá-lo desde filhote com essa rotina.

Alimentação do São Bernardo

Um São Bernardo não é para o bolso de qualquer um. Esse cão pode pesar mais de 90 kg sem estar gordo e chega a consumir 1 kg de ração por dia. Sua refeição deve ser dividida em duas vezes ao dia para afastar o risco de torção gástrica e o grão da ração deve ser de tamanho grande, para que o cão consiga mastigar a comida e não ingeri-la muito rápido.

Cães, sobretudo, precisam comer comida suficiente para manter um peso saudável. Entretanto, não superalimente um São Bernardo. Excesso de peso pode esticar as articulações e agravar quaisquer problemas nos quadris ou nos cotovelos dele.

Nível de exercício do São Bernardo

São Bernardo

A raça não precisa de muitos exercícios físicos e apenas uma caminhada leve já é o bastante para mantê-lo em forma.

A raça precisa receber a quantidade certa de exercício diário, pois assim se manterá em forma, feliz e saudável. Isto significa uns bons 60 a 80 minutos por dia.

Um passeio mais curto pela manhã seria ótimo. Esses cães também gostam de andar pelo quintal correndo para gastar toda a sua energia.

Reprodução da raça

O ideal é que a fêmea seja colocada para cruzar após dois anos de idade. Podem ter de 01 até 06 filhotes, mas já houve casos de uma fêmea ter mais de 10 filhotes.

Filhotes da raça São Bernardo

Os filhotes dessa raça são turbulentos e cheios de vida. Nesse sentido, é essencial que as casas e jardins sejam à prova de cachorros antes de sua chegada.

Filhotinhos de São Bernardo precisam dormir muito para crescer e se desenvolver como devem. Portanto, o ideal é criar um local tranquilo e sem barulho para que eles durmam sossegados.

Cuidados com a Saúde do São Bernardo

A expectativa de vida de um Mastiff dos Alpes varia de 12 a 14 anos de idade. Eles possuem uma saúde um pouco frágil e as visitas ao veterinário serão constantes. As principais patologias que podem acometer a ração são: problemas cardíacos, alergias e dermatites, displasia de quadril, câncer, problemas nos olhos por conta da queda da pálpebra inferior, torções gástricas e intestinais.

Fotos do São Bernardo

São Bernardo

São Bernardo São Bernardo

São Bernardo

São Bernardo

São Bernardo

Separei mais esses conteúdos para você:

Guia de Adestramento Para Cães

Seu cão faz xixi no lugar errado, destróis o seu sofá e não te obedece? Conheça o Guia de Adestramento para cães. Informe seu nome e e-mail.

envelope
envelope

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here