cão -guia

Muitos cães trabalham, eles tem empregos como de atores ou até mesmo militares, sendo cães que procuram por bombas, drogas e pessoas desaparecidas. Outros são bombeiros e muitos são cães-guia.

Mas esses cães, depois de passar anos servindo a sociedade e nos ajudando de uma forma maravilhosa, precisam se aposentar, pois envelhecem e como todos nós precisam de um merecido descanso. É aí que entra a adoção de cães aposentados. Entenda um pouco mais sobre o assunto.

cão -guia

Porque adotar um cão aposentado?

Todo mundo é apaixonado por filhotinhos, e infelizmente muita gente tem preconceito com a ideia de adotar um cão adulto, mas já imaginou que um cão aposentado já vem adestrado e com modos impecáveis?

Todos queremos um cão tranquilo e obediente, certo? E é exatamente o que eles são, embora seja triste imaginar que passaremos poucos anos convivendo com esse cãozinho, adotar um cão que passou a vida ajudando aos humanos, dar-lhe muito carinho e uma família amorosa para passar os últimos anos de sua vida, é lindo gesto de amor que todo humano apaixonado por cães adoraria realizar.

cães militares

Aproveite para conferir nosso artigo Mudanças comuns nos cães idosos

Como adotar um cão aposentado

Vai ser preciso procurar, os métodos mudam de acordo com cada estado e instituição. Alguns estados do Brasil não disponibilizam os cães aposentados para adoção, eles os colocam em um leilão alegando que o cão é patrimônio do estado e por isso não pode ser doado.

Entre em contato com a polícia e corpo de bombeiros do seu estado e procure saber se eles disponibilizam seus K9 para adoção após a aposentadoria ou não. A guarda municipal de sua cidade também é uma opção, pois muitas têm agentes de quatro patas, entre em contato.

Cuidadores

Outros cães trabalhadores que são colocados para adoção são os cães-guia, a maioria deles é disponibilizada por instituições para os cegos que precisam deles, quando aposentados eles podem ficar com seus tutores, que ganham outro cão-guia, mas muitas pessoas não têm condições de ficar com dois cães e por precisar de um cão-guia acabam devolvendo os aposentados a instituição.

Entre em contato com essas instituições e procure saber se existem cães disponíveis para adoção, você pode até mesmo entrar em alguma lista de espera por cães que se aposentem.

Como funciona o processo de adoção

Farejadores de bombas e drogas

Como falamos antes, cada órgão estadual ou municipal funciona de uma forma diferente, as instituições também. Ao entrar em contato, caso exista uma grande demanda de pessoas procurando por cães para adotar, você entrará em uma lista de espera.

Quando é chegado o momento de adoção, muitos órgãos militares convidam o possível novo tutor do cãozinho para passar alguns dias nas instalações para conviver com o cão, e eles poderem observar se o cão gostou e se sente confortável com a pessoa. Caso a pessoa não seja aprovada eles podem negar a adoção.

Cães de resgate

É preciso entender que esses cães são disponibilizados para adoção já entre os 7 e 10 anos de idade, são cães adultos, alguns entrando na velhice, acostumados a uma certa rotina de trabalho e a certas pessoas. É preciso entender que a adaptação deles pode não ser muito fácil e que o novo tutor vai precisar oferecer desafios e tarefas para não deixa-lo entediado.

Desafios de adotar um cão aposentado

Como foi falado, eles estão acostumados a uma rotina, cães-guia estão acostumados a caminhar bastante com seus tutores, enquanto cães policiais estão acostumados a muito exercício e operações. Tudo isso é diversão para eles.

Cuidadores

Se você é um daqueles tutores preguiçosos então talvez não seja uma boa ideia, todo cão precisa de muito mais que amor, e cães aposentados de uma rotina de trabalho precisam de atividades que não os deixem cair no tédio.

Aproveite para conferir nosso artigo Quantidade de ração ideal para dar ao cão

Também é preciso lembrar que eles não são mais filhotes, em sua maioria são cães de médio e grande porte, precisam de alimentação balanceada e no caso de cães já na velhice, vão precisar de cuidados especiais. Antes de se candidatar para adotar um cão aposentado, pense bem se você pode proporcionar tudo que ele precisa.

6 COMENTÁRIOS

  1. Tenho um amigo cego que adotou seu cão guia aposentado, recebendo um novo cão guia. Com o passar do tempo ficou muito difícil para ele manter financeiramente os dois. Por saber que amo animais e adorar seu cão aposentado, ele me pediu para adota-lo, apesar da dor no seu coração por ter que se separar dele, mas confia que ele ficará bem comigo, e que vai continuar a ter contato com ele. Acontece que estou para comprar um apto, e os condomínios não aceitam cães de grande porte, mesmo sendo contra a lei esse impedimento. (Com excessao somente para cão guia na ativa e ainda assim com muita discussão a respeito). Pelo fato dele ser treinado, e durante sua “vida profissional” ter leis que permitem o seu acesso a qualquer local, depois de aposentado, deveria ter algum direito de poder morar onde fosse acolhido, por ser um cão diferenciado pelo seu comportamento, independentemente de seu tamanho. Pergunto se podem me ajudar a descobrir se existe legalmente algum direito para o cão guia aposentado. Essa questão é a única que está pesando em minha decisão para adota-lo. Agradeço desde já,
    Cláudia Feldemann

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here