Molosso é uma categoria de raça canina. Ou seja, é um tipo específico de raça. Isso significa que há diversas raças caninas que são categorizadas como “tipo Molosso”.

Existem algumas características que a raça precisa ter para entrar nesta categoria. Por exemplo, o porte físico dos cães precisa ser forte. Geralmente, são raças de porte grande ou gigante que são definidas como Molosso.

Há também outros traços físicos que fazem com que os cães deste tipo recebam esta classificação. De modo geral, as características utilizadas para definição são aquelas que assemelham as raças ao extinto cão Molossus, que deu origem à este gênero.

Leia neste artigo mais sobre este tipo de raça. Entenda mais desta história e fique por dentro das raças caninas que fazem parte deste grupo. Boa leitura!

Etimologia e história do Molosso

Boxer adulto deitado em fundo branco cão tipo Molosso
Boxer adulto deitado em fundo branco – Crédito da foto: Freepik

A palavra Molosso deriva de Molóssia, que é uma região do Epiro antigo. Atualmente, esta região é denominada como Grécia ocidental. É nesta área onde se popularizou o grande cão guardião de rebanhos que era conhecido como Molossus.

Este grande cão guardião foi utilizado como parâmetro comparativo para se fazer a classificação de raças caninas posteriores. Por isso, o termo Molosso foi incluído na cinologia como uma das classificações para raças caninas. E para aqueles que não sabem: a cinologia é a ciência que estuda os cães. Este campo de estudo busca compreender a origem, formação, desenvolvimento e características morfológicas, físicas e mentais dos caninos.

Como mencionado, os cães classificados como Molosso são aqueles que são considerados descendentes ou aparentados com o extinto e famoso cão protetor de rebanhos da Molóssia, chamado Molossus. Ou seja, dizer que um cão é “tipo Molosso” é o mesmo que dizer que esta raça canina possui características do Molossus.

Características gerais do Molosso

Boerboel adulto deitado em gramado cão tipo Molosso
Boerboel adulto deitado em gramado – Crédito da foto: Freepik

As raças classificadas como Molosso possuem uma série de características que assemelham diferentes cães. E mesmo que as raças tenham também as suas diferenças e as suas peculiaridades, é inegável que há uma série de traços que aproximam estas raças.

As principais características mencionadas e lembradas quando falamos de cães Molosso são, por exemplo:

Como certamente você percebeu, os cães deste gênero são poderosos e podem colocar medo em qualquer um. No entanto, há ainda mais características que estas raças compartilham. Por exemplo, é normal que os cães do tipo Molosso tenham muita força na sua mandíbula. Essa força ocorre porque o formato da cabeça proporciona maior contração aos músculos do rosto. Ou seja, o “poder de destruição” destas raças é altíssimo.

Com uma óbvia estrutura corporal forte e pesada, estes cachorros reúnem uma série grande características físicas que favorecem ataques poderosos. Não à toa, estes cães foram usados por muito e muito tempo em esportes violentos e sangrentos, como luta entre cães.

O trabalho de cães do tipo Molosso

Buldogue branco com língua de fora em fundo azul
Buldogue branco com língua de fora em fundo azul – Crédito da foto: Freepik

Como é possível se imaginar, a principal função ou trabalho de cães do tipo Molosso sempre envolveram o trabalho de guarda. Isso porque o porte físico e as outras características físicas destas raças propiciavam que estes cães fossem excepcionalmente talentosos neste tipo de trabalho.

Cães de guarda

Inicialmente, os cães tipo Molosso trabalhavam muito com a guarda de rebanhos. Ou seja, eles atuavam protegendo o rebanho de predadores como lobos, ursos ou leopardos. Este tipo de trabalho é justificado não somente pelo porte do cão, mas também por sua força física e por sua coragem.

Na verdade, vale destacar que ainda há muitas raças caninas tipo Molosso que seguem sendo amplamente utilizadas como guardiões de gado. Essa prática é particularmente comum em países agrícolas.

Cães de guerra

Mas não é somente como cães de guarda que estes animais costumavam trabalhar. Isso porque eles também eram amplamente populares como cães de guerra. Na verdade, os romanos, gregos e assírios faziam uso destes animais na atuação como cães de guerra ainda mais do que como guardiões. Por muito tempo, esta foi a principal função destes cachorros entre estes povos.

Outra atividade também muito popular destinada aos cães tipo Molosso se referiam ao entretenimento. Isso porque estes cães eram apresentados em arenas de anfiteatros e eram usados no combate a leões, ursos, gladiadores, outros cães e outros tipos de animais grandes e fortes.

Infelizmente, esta prática violenta foi extremamente popular e foram muitos os cães que morreram por serem colocados nestas condições de precariedade, maus tratos e violência.

Cães de busca e resgate

Mesmo sendo mais raro, algumas poucas raças do tipo Molosso também se popularizaram com o trabalho como cães de busca e resgate. De modo geral, estas atividades ocorriam em regiões montanhosas ou na neve, onde os cães tinham mais facilidade de agir do que humanos.

O Terra Nova e o São Bernardo são as raças mais conhecidas por este tipo de trabalho.

Classificação das raças caninas

Cane corso deitado em fundo branco tipo Molosso
Cane corso deitado em fundo branco – Crédito da foto: Freepik

No século XIX, o veterinário Jean Pierre Mégnin realizou a classificação de quatro tipos de raças caninas. Essa classificação ocorreu com base na sua observação acerca das diferenças estruturais do crânio de cães.

Os quatro tipos de raças são:

  • Lupoides (Spitz)
  • Braccoides (Sabujos)
  • Graioides (Lébrel)
  • Molossoides (Molosso)

A partir desta base, todas as raças caninas foram classificadas em alguma destas categorias. E foram classificados como Molosso não somente cães de montanha, mas também os cães tipo mastim e mesmo cães de porte pequeno (mas que compartilhassem das características listadas acima).

Os estudos recentes sobre genoma canina está gerando uma série de impactos na classificação das raças caninas. Isso porque a revisão da base taxonômica do fenótipo de cães está abrindo possibilidades para outros tipos de classificações.

No entanto, esta classificação de Mégnin de quatro categorias ainda é bastante popular. Por isso, ela segue sendo utilizada em alguns contextos mais tradicionais. Por exemplo, este modelo de classificação é amplamente aceito e utilizado na cinofilia profissional.

Raças do tipo Molosso

Dogue alemão marrom adulto cão tipo Molosso
Dogue alemão marrom adulto – Foto: Freepik

Basicamente, as raças caninas do tipo Molosso são subdividas em dois grupos principais:

  • Dogue: Subtipo que reúne cães mais associados com a função  de cão de presa e atividades semelhantes. De modo geral, estas raças possuem pelos curtos;
  • Montanha: Subtipo que reúne cães mais relacionados a atividades de guardiões de gado e outros rebanhos.

Ou seja, a subdivisão das raças dentro do tipo Molosso depende basicamente da função ou do trabalho principal associado a cada raça. Este tipo de classificação, levando em conta as funções do animal, é extremamente popular e comum. Por exemplo, gatos e outros felinos também são classificados tendo base determinadas aptidões para atividades diversas.

Mas obviamente você está interessado em conhecer as raças caninas que fazem parte do tipo Molosso, não é? Então, veja a seguir a lista completa com todas as raças reconhecidas e classificadas como Molosso.

As raças mencionadas a seguir foram reconhecidas pela FCI (Federação Cinológica Internacional) e por clubes filiados à ela. Então, é possível que em outros espaços hajam listas com outras raças, não mencionadas aqui. Isso ocorre porque nesta listagem foram incluídos apenas as raças oficiais.

Além disso, a lista foi subdividida em dois grupos (de acordo com o subtipo de cada raça).

Então, veja a seguir as raças do tipo Molosso subclassificadas no grupo Dogue.

Tipo Dogue

Dogo argentino jovem deitado em fundo branco
Dogo argentino jovem deitado em fundo branco – Crédito da foto: Freepik

Veja quais as raças oficiais que fazem parte do tipo Molosso e do subtipo Dogue.

Neste grupo há também outras duas raças que não são oficialmente reconhecidas pela FCI, mas que já foram oficializadas por clubes filiados. São elas:

Veja abaixo também a lista de raças caninas classificadas como Molosso e subcategorizadas no tipo Montanha.

Tipo Montanha

Terra Nova jovem preto com branco de língua de fora deitado em parque
Terra Nova jovem preto com branco de língua de fora deitado em parque – Crédito da foto: Freepik

Veja agora a lista com os cães do tipo Molosso que são classificados no subtipo Montanha.  Todas as raças listadas a seguir foram oficialmente reconhecidas pela FCI.

  • Cão da Serra da Estrela
  • Cão da Terra Nova
  • Aidi
  • Cão de Castro Laboreiro
  • Landseer
  • Cão de montanha dos Pirenéus
  • Hovawart
  • Leonberger
  • Tipo mastim: Mastim dos Pirenéus, Mastim espanhol, Mastim tibetano
  • Tipo Pastor: Pastor da Anatólia, Pastor da Ásia Central, Pastor de Kraski, Pastor do Cáucaso, Pastor do Sudeste Europeu e Pastor Jugoslavo
  • Rafeiro do Alentejo
  • São Bernardo
  • Tornjak

Além disso, há também o Cão de Gado Transmontano que não é reconhecido pela FCI. No entanto, a raça canina já foi oficialmente reconhecida por alguns clubes filiados à instituição.

O que você achou deste conteúdo? Ele foi legal ou útil para você de alguma maneira? Então deixe um comentário e conte o que você achou ou aprendeu com este material.

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here