Para aqueles donos que não tem tempo e nem paciência para passear com o seu cão ou para aqueles que estão com folga no tempo e precisam descolar uma grana, essa pode ser uma excelente oportunidade. Mas não se engane quem acha que isso é um trabalho simples. A maioria dos profissionais fazem primeiramente um curso específico, mas também há aqueles que aprendem com a prática. Mas é necessário ter um requisito básico: gostar de cães.

A profissão de Dog Walker

Por que contratar um Dog Walker profissional?

A resposta é bem simples: eles sabem lidar com cães, são preparados para isso. Além do mais, é importante que o cão que vive sozinho apenas com humanos, tenham contato com outros cães. Você pode chamar o profissional até para o caso de precisar levar o seu animal de estimação ao veterinário, para dar banho ou cortar os pelos. Eles podem ser úteis em muitas ocasiões, especialmente quando você precisa viajar.

A profissão de Dog Walker

O importante, antes de tudo, é encontrar alguém que seja responsável e que gosta de animais, para passear com o seu cão. É possível encontrar firmas que possuem vários profissionais e que podem se ajustar ao seu horário. Eles são capacitados e treinados para caminhar com vários cachorro de uma única vez e são muito responsáveis.

Como ser um Dog Walker?

Não é imprescindível ter um curso, mas torna o trabalho muito mais fácil e passa confiança e segurança ao dono do animal. Normalmente é preciso passar por um curso de adestramento que dura em média de 3 a 4 meses. Eles dão certificado e alguns até emitem uma carteira de identidade de dog walker. Assim, você não terá muitos problemas em fazer o cachorro parar de caminhar quanto necessário, não brigar com outros animais da matilha ou até mesmo, disparar sem motivo. Um dos grandes problemas que pode acontecer é se algum deles se soltar da coleira e sair correndo ou até morder alguém na rua. O curso pode lhe preparar para todas essas situações, no mínimo, incômodas.

A profissão de Dog Walker

O trabalho não é moleza, mas pode ser muito prazeroso. É preciso ser criterioso com os horários e ter o máximo de atenção durante os passeios. Naqueles momentos o cão está sob sua inteira responsabilidade e se algo acontecer, você vai perder a credibilidade e a clientela. O segredo é cuidar deles como se fossem seus e seguir a orientação dos donos, como por exemplo, não deixar que o cão fique no mato ou que não fique muito próximo de outros cães. Outra regra básica é andar com sacolinhas de plástico numa bolsa para recolher o cocô do chão. Pode ser muito nojento, mas tem que ser feito. Essa atitude pode mostrar para as pessoas como você é cuidadoso e chamar a atenção para novos clientes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here