Rottweiler

Visto por muitos como um cão perigoso, assim como o Pit bull, o rottweiler possui uma natureza muito dócil e tudo depende de como o dono cria o seu cão. Ele foi quase extinto no século XIX, mas depois que suas habilidades como cão de guarda e cão policial foram descobertas, a raça voltou com tudo. Saiba mais sobre as principais características, o temperamento dessa raça e se ela combina com você.

Informações sobre o Rottweiler

  • País de origem: Alemanha
  • Grupo: 2
  • Função de origem: tração e boiadeiro
  • Pelagem: possui pelo (mais curto) e subpelo
  • Cor: basicamente preta com marcações de castanho nas patas, face, garganta, peito, acima dos olhos e cauda
  • Olhos: de tamanho médio em forma de amêndoas e de cor marrom intenso
  • Altura: machos – de 61 a 68 cm e fêmeas – de 56 a 63 cm
  • Peso: macho – 50 kg e fêmeas – 42 kg
  • Ranking de inteligência: 9ª posição
  • Expectativa de vida: entre 9 e 10 anos
  • Preço do Rottweiler: entre R$ 400 até R$ 1600

Curiosidades sobre o Rottweiler

  • O Rottweiler provavelmente se originou do cruzamento entre um pastor alemão e um mastiff. Assim, a raça foi selecionada para ser forte e grande.
  • Antigamente esses cães eram utilizados para conduzir o gado. Mas com o desuso deles nessa prática a quantidade de indivíduos da raça diminui consideravelmente. Assim, eles quase foram extintos no século XIX. Mas no século XX, a raça voltou a se tornar comum por ser utilizada pela polícia.
  • Durante a Primeira Guerra Mundial esses cães foram utilizados no policiamento.

Origem do Rottweiler

O seu local de origem e os seus ancestrais ainda são desconhecidos, mas é sabido que é uma raça bastante antiga e seus primeiros registros datam do século I quando participava de campanhas romanas que ocorriam nos Alpes. E foi através dos romanos que eles provavelmente chegaram à Alemanha, mas ainda não eram esteticamente iguais aos que vemos hoje. Há fortes indícios de que os rottweilers são descendentes da raça Mastim do Tibet. Esse cão servia como pastor para os rebanhos que os soldados levavam para se alimentar durante as expedições.

Eles chegaram primeiramente numa região ao sul da Alemanha numa cidade chamada Rottweil de onde vem o seu nome. Logo a sua função de pastoreio foi reconhecida e durante muitos anos essa raça era bastante requisitada para cuidar do rebanho. A venda de carne era a principal atividade comercial da região e o rottweiler fazia tanto parte disso que chegou a ser chamado de Cão Açougueiro de Rottweil. Essa função de pastoreio foi exercida até meados do século XIX.

A raça foi quase que completamente extinta depois que as rodovias chegaram até a cidade de Rottweil e o comércio de gado ficou praticamente inexistente. Como o rottweiler não era mais necessário, por muito tempo eles não foram vistos com certa frequência até o século XX quando perceberam que ele daria um excelente cão de guarda e encontraram uma boa função para ele como cão policial.

Depois disso, eles se tornaram tão importantes que em 1921 foi fundado um clube específico para a raça com o nome de Algemeiner Deutcher Rottweiler Klub que se mantem firme até os dias atuais. O rottweiler foi reconhecido pela AKC em 1935 e em 1936 pelo The Kennel Club na Inglaterra. No Brasil a raça só deu as caras por volta dos anos 70 no Rio de Janeiro, que hoje é um dos principais lugares brasileiros de desenvolvimento.

Características do Rottweiler

Ele é um animal bastante forte e possui um porte bastante robusto e elegante. A cor da pelagem mais comum é sempre preta com marcas cor de mogno nas patas, no peito e no focinho.

O Rottweiler é um cão médio/grande. Mas seu corpo forte e robusto se mostra muito imponente. Além disso, possui uma grande cabeça larga, com uma poderosa mandíbula, que colaboram com a imponência do animal.

O pelo do rottweiler é predominantemente preto. Mas existem algumas áreas que apresentam coloração dourada. Além disso esse cão apresenta também sub pelo denso e bastante rígido.

O porte dessa raça varia entre médio e grande. Entre 61 e 62 cm são pequenos, entre 63 e 66 são médios e considerados em tamanho ideal e de 67 até 68 cm são grandes demais. A altura média do macho fica entre 61 e 68 cm e a da fêmea entre 56 e 63 cm. O peso do macho fica em torno de 45 e 65 kg e as fêmeas entre 37 e 58 kg.

Temperamento do Rottweiler

O rottweiler não é do tipo que faz amizade com qualquer pessoa. Ele espera que a situação aconteça e depois de algum tempo ele vai se abrindo. Quando finalmente passa a confiar na pessoa escolhida é um cão bastante fiel.

Eles também são bastante calmos e a sua grande coragem faz deles um excelente cão de guarda pronto para defender a casa e a família não importa o momento.

Esse cão não precisa apenas de um dono, mas de um líder que esteja com ele desde filhote. Se você não mostrar quem é que manda, o rottweiler vai se sentir o dono do pedaço e isso pode se tornar um grande problema.

Esse cão é muito grande. Então não são adequados para serem carregados no colo. Porém, muitas vezes esses animais têm o hábito de pular no colo de seu tutor como se fossem de pequeno porte.

É sempre bom investir na socialização dele tanto com outras pessoas como com outros animais. Ele precisa de passeios constantes e de um lugar amplo para correr, brincar e gastar muita energia. Quanto mais socializado ele for, mais rápido ele aprenderá tudo o que é necessário para uma boa convivência.

Inteligência e Obediência do Rottweiler

O rottweiler é um dos cães mais inteligentes ocupando a 9ª posição no ranking. Essa sua posição é reflexo da imensa facilidade que tem de seguir ordens, necessitando de menos de 5 comandos e em 95% das vezes obedece ao primeiro comando que o dono lhe dá. Portanto, o treinamento desses cães é relativamente simples.

Além disso, o Rottweiler é muito leal ao seu dono. Assim, é capaz de fazer qualquer coisa para agradar. Assim, eles respondem muito bem aos comandos recebem.

Convivência com o Rottweiler

Dependendo de como é criado, o Rottweiler pode se tornar um ótimo cão de companhia. Dessa forma, pode se relacionar muito bem até mesmo com crianças desde que tenham contato com elas desde cedo.

Mas para se assegurar de que a personalidade do cão seja lapidada, o ideal é que ele seja adestrado ainda filhote. Assim poderá aprender a se comportar bem e controlar suas reações. Dessa forma a convivência com esse animal irá se tornar ainda melhor e mais prazerosa.

O Rottweiler requer espaço?

O Rottweiler necessita de espaço suficiente para que possa brincar e se exercitar. Dessa forma esse cão evita o tédio e consegue controlar melhor os impulsos relacionados à agressividade.

O Rottweiler late muito?

O Rottweiler costuma latir apenas quando isso se faz necessário. Assim, o cão se manifesta somente quando há perigo iminente. Mas também pode latir quando quer mostrar algo para seu tutor.

A raça é destruidora?

Essa raça pode ser destruidora, exigindo treinamento intenso. Por outro lado, se o cão for adestrado corretamente, costuma se tornar dócil e obediente.

O rottweiler é agitado?

O Rottweiler é um cão bastante ativo, mas não é agitado. Pelo contrário, costuma ser tranquilo. Entretanto, esse cão tem a necessidade de realizar bastante atividade física. Assim, é preciso que o seu tutor o conduza diariamente em atividades como caminhadas, corridas e brincadeiras.

Convivência do Rottweiler com crianças, estranhos e animais

Por seu instinto protetor, esse cão pode ter alguns comportamentos impulsivos e inadequados. Isso pode ocorrer principalmente como reação à presença de pessoas e animais desconhecidos. Portanto, é muito importante que o animal seja treinado desde cedo. Dessa forma poderá aprender a controlar seus sentimentos, se tornando um cão calmo e equilibrado.

Manutenção e higiene do Rottweiler

O Rottweiler possui instinto trabalhador. Por isso é muito importante prestar atenção à higiene dele. Então, cuidados básicos como banhos, limpeza das orelhas e escovações dentárias são primordiais para garantir a saúde do animal.

Para garantir a beleza e saúde da pelagem desses cães, basta uma escovação diária. Assim evita-se o acúmulo de pelos mortos no animal e garante-se o brilho característico da raça.

Banho

Banhos devem ser dados pelo menos uma vez por semana.

Unhas

Primeiramente, unhas longas podem atrapalhar a mobilidade do cão. Assim, se não se gatarem naturalmente, é necessário que as unhas sejam cortadas regularmente. Então, o animal deve ser levado ao veterinário ou ainda à um pet shop. Assim, o corte poderá ser feito da maneira correta, evitando eventuais ferimentos no cão.

Orelhas

As orelhas do cão devem ser constantemente verificadas e limpas. Assim evita-se o acúmulo de secreção no conduto auditivo. Então a probabilidade do cão desenvolver otites é reduzida.

Dentes

A forte arcada dentária do cão deve ser escovada semanalmente com o intuito de evitar o acúmulo de tártaro. Assim, é possível evitar perdas dentárias, bem como quebras e eventuais remoções.

Nível de exercícios do Rottweiler

A raça é muito ativa. Sendo assim, é fundamental que eles sejam estimulados à prática de atividades físicas. Então, são recomendados em média 45 minutos diários de atividades que podem incluir brincadeiras, caminhadas e corridas. Assim, essa é uma ótima oportunidade para que a família desfrute da companhia do cão, tornando esses momentos prazerosos.

Alimentação da raça

O ideal é que seja oferecida uma ração específica para a raça e de boa qualidade. Assim, além de aumentar a expectativa do cão, o tutor ainda estará evitando o aparecimento de doenças.

Além disso é necessário controlar muito bem as porções de alimento que são fornecidas ao cão. Isso porque o Rottweiler pode facilmente se tornar obeso. Então, para definir a quantidade de ração recomendada, é necessário levar o animal à um veterinário especialista em nutrição animal.

Reprodução da raça

Primeiramente as fêmeas atingem a maturidade sexual após o primeiro cio. Porém, o ideal é que se reproduzam apenas após o terceiro cio. Isso porque o cão só se torna adulto após 1 ano de idade.

A reprodução da raça deve ser feita apenas por criadores especializados nisso e, com o acompanhamento de um veterinário. Assim, pessoas leigas não devem realizar a reprodução desses animais, pois isso pode trazer sérios problemas tanto à cadela grávida quanto ao filhotes. Por exemplo, caso os pais não sejam bem selecionados, os filhotes podem vir à apresentar problemas genético.

Filhotes de Rottweiler

Primeiramente, a gestação do Rottweiler dura em torno de 60 dias. Ademais em cada ninhada nascem em média 8 filhotes. Mas esse número pode variar bastante.

Após o nascimento os filhotes não devem ser separados da mãe antes dos 45 dias de vida. Além disso, antes de serem levados para um novo lar, o cãozinho deve fazer uma visita ao veterinário. Assim ele poderá ser devidamente vacinado e vermifugado.

O profissional poderá orientar corretamente à família sobre os cuidados à serem tomados. Assim passará informações importantes sobre atividade física, alimentação, higiene e cuidados, por exemplo.

Por fim, o filhote dessa raça deve ter seu adestramento iniciado o mais rápido possível para que se torne um bom cão no futuro.

Saúde do Rottweiler

Apesar disso, eles são propensos a algumas patologias como a displasia coxofemoral e a parvovirose (ataca tanto o homem como o cão). Na hora de adquirir um exemplar o melhor é perguntar sobre os pais e avós do filhote. Uma maneira de evitar muitas doenças é manter todas as vacinas em dias.

Fotos do Rottweiler

 

Rottweiler

 

Rottweiler

Rottweiler

Rottweiler

Rottweiler

Separei mais esses conteúdos para você:

Guia de Adestramento Para Cães

Seu cão faz xixi no lugar errado, destróis o seu sofá e não te obedece? Conheça o Guia de Adestramento para cães. Informe seu nome e e-mail.

envelope
envelope

5 COMENTÁRIOS

  1. A poucos dias, com 10 anos de idade tive que mandar sacrificar uma cachorra Pietra, linda de morrer, por motivo que deu metastefe no figado e no pâncreas, ainda muito nova, a qual até hoje deicha muita saudades.
    Gostaria de adquerir outra, mas ainda não tenho corragem de enfrentar mais uma coisa linda, amiga, companheira, fiel, obediente que adimirava as pessoas pela postura dela, pela elegância.
    Foi uma pena.
    Mas Deus tambem precisa desses bichinhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here