cão feliz

Algumas raças são consideradas violentas, os Dobermans, Pitbulls e Rottweilers são as raças que mais sofrem com esse julgamento precipitado baseado em preconceito e ideias (mitos) que se propagaram com o tempo e tomaram proporções absurdas.

Nesse artigo vamos desmistificar 10 mitos que você pode ter ouvido em algum momento e que são muito reproduzidos devido a falta de informação.

cão feliz

O cérebro cresce mais que o crânio tornando o animal violento

Um dos mitos mais difundidos e absurdos sobre pittbulls e dobermans, é algo tão absurdo que chega a chocar como as pessoas podem acreditar nisso, afinal é impossível que o cérebro de toda uma raça cresça mais que o crânio.

Se isso acontecer em um caso isolado será causado por uma doença e não como padrão de raça, além de que se isso acontecer o cão jamais ficaria violento, ele ficaria absurdamente fragilizado até que morreria.

cão feliz

A mordida do pitbull supera 1600 psi

O psi –libra por polegada quadrada- é uma medida baseada em quilos e força, e o pitbull foi injustiçado com o número 1600 psi, que não chega nem perto da realidade, isso por que a mordida de leões e tigres chega a 1000 psi, ou seja, seriam os cães muito mais fortes que animais selvagens.

A verdade é que a média de todas as raças caninas chega a 320 psi, muito abaixo do que o número atribuído ao pitbull, e os pits nem são os cães com mordida mais potente, sendo que os amados Buldogue Inglês e o Pastor Alemão possuem uma mordida mais potente que o pitbull.

cão feliz

Cães de guarda não podem ser socializados

Uma das piores ideias que já foi propagada com o tempo, isso por que quando não se socializa um cão de qualquer raça esse cão não se torna um melhor cão de guarda, e sim um cão perigoso inclusive para o dono.

Aproveite para conferir nosso artigo sobre como ser o líder do seu cão

E a culpa disso é do proprietário que resolveu seguir um mito ao invés de procurar um adestrador experiente e buscar informação. Todos os cães, principalmente os de guarda precisam ser socializados, eles precisam aprender a respeitar e obedecer o tutor e os outros moradores da casa.

cão feliz

Também precisam aprender a não atacar qualquer um, socialização é muito importante para todos os cães, prender seu cão em casa para ser um melhor cão de guarda não é saudável e uma escolha equivocada.

Cães que não gostam de outros animais são violentos com humanos

Não é assim que funciona, muito cães por questões genéticas, cruzas irresponsáveis e muitos por outras questões como territorialismo e principalmente por falta de socialização podem sim mostrar comportamento de aversão a outros animais, mas isso jamais significaria que serão animais violentos com humanos.

cães e crianças

Quem mais sofre com esse mito é o pitbull, e as pessoas acreditam ainda que a genética dessa raça o faz violento com humanos, sendo que esses animais foram criados desde a época das rinhas para serem dóceis com humanos, pois durante as brigas de cães os donos precisavam pegar nos cães para separar e retirar do local da luta.

Infelizmente esses animais já sofreram muito com a crueldade humana, mas sempre foram cães dóceis com humanos, a raça é extremamente sociável, adora pessoas e já foi usada como babá por ter atitudes tolerantes e protetivas com crianças.

Eles não sentem dor durante uma briga

cão feliz

Esse mito absurdo se estende a algumas raças, principalmente Dobermans, Pitbulls e Rottweilers, e é absolutamente ridículo, esses cães sentem dor assim como qualquer outro animal, eles são mais resistentes que cães menores devido ao porte, apenas isso.

Durante uma briga o cão por ser maior e também pela adrenalina o animal pode ignorar a dor, mas isso é natural em qualquer animal e inclusive pode acontecer com humanos, já que durante situações que causem aumento da adrenalina as pessoas também podem ignorar a dor.

Dobermans ficam surdos durante briga

cão feliz

Outro absurdo, que as pessoas ligam ao primeiro mito do cérebro grande demais para o cérebro, os dobermanns não ficam surdos quando mordem, inclusive um cão adestrado com treinamento de mordida vai largar um invasor, por exemplo, ao ouvir o comando “solta” do tutor.

Os Dobermans inclusive são animais muito ligados a família e que gostam de obedecer o tutor, portanto ao contrário da imagem de cão bravo vista nos filmes, os dobermanns adoram um colo e são cães muito obedientes que não ficam surdos apenas em determinados momentos.

As Mandíbulas de Pitbulls se trancam ao morder

Mito! Nenhum cão consegue trancar a mandíbula ao morder, o pitbull é igual a qualquer outro cão, eles não conseguem trancar a mandíbula.

São naturalmente agressivos

cão feliz

Nenhuma das raças citadas, e nenhuma raça de cão é naturalmente agressiva, os cães possuem sim traços genéticos que podem ser herdados de seus pais – em casos de cruzas irresponsáveis – mas isso não faz deles naturalmente agressivos, sendo que qualquer traço genético pode ser revertido com a criação correta.

Sim, a criação e o comportamento do tutor importa muito mais para o desenvolvimento da personalidade do cão do que a genética. O comportamento do tutor importa muito, afinal quando o dono aprova comportamentos agressivos ou possui comportamentos violentos, aquilo é tomado pelo cão como “a forma correta de agir”.

Aproveite para conferir nosso artigo sobre como o seu comportamento influencia na personalidade do seu cão

Esses cães possuem comportamento instável

Todas as raças apresentam os mesmo sinais de estresse e de início de comportamento violento, um cão saudável e socializado não ataca sem motivo imprevisivelmente, todos os cães de todas as raças demonstram os mesmo sinais e dão muitos sinais de que podem se tornar animais violentos antes de atacar.

cão feliz

O fator importante aqui é a criação e atenção do dono, não tem como afirmar que um cão que não foi socializado, que foi agredido ou que passava seus dias trancado, sem exercícios e muitas vezes acorrentado é um cão imprevisível.

Essas raças possuem níveis de energia extremamente altos e precisam de muitas atividades para estar equilibrados, portanto eles não são instáveis por conta da raça, os cães que atacam foram criados erradamente e já davam sinais de que poderiam acontecer acidentes.

Cães agressivos devem ser isolados para evitar que ataquem

cão feliz

Mito! Esse mito se estende na verdade não apenas entre Dobermans, Pitbulls e Rottweilers, mas a muitas outras raças, até mesmo as de médio porte ou qualquer cão que tenha dado algum sinal mal interpretado pelo dono.

Acontece que muitos donos passam a acorrentar e isolar seus cães depois que o cão rosna ou mostra os dentes em algum momento da vida, essa atitude só piora a situação, tendo em vista que os cães se comunicam com o corpo e rosnar ou mostrar os dentes nada mais é do que demonstrar insatisfação com algo.

cão feliz

O importante nessas horas, se você é dono do cão é ignorar o cachorro e não fazer o que ele quer, assim ele começa a entender que aquela atitude não surte o efeito que ele quer, mas muitas pessoas não conseguem tomar essa atitude quando o cão é de grande porte, demonstram medo e reforçam esse comportamento no cão.

Se seu cão dá sinais de desiquilíbrio ou que pode ser violento e você não consegue lidar com a situação, procure um adestrador, isolar não ajuda, é importante socializar, exercitar e liderar o cão para torna-lo equilibrado. Cães que já se tornaram violentos podem sim voltar a ser animais equilibrados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here