Ter uma cadela no cio pode ser bem estressante para os tutores. Mas para a cadelinha a situação é ainda pior, pode acreditar.

Estar no cio é tão desagradável porque durante este período ela passa por uma montanha russa hormonal. Infelizmente, estes altos e baixos típicos do cio tem impacto no comportamento e na saúde dela.

Por isso, é muito importante para o tutor de uma cadela entender melhor o que acontece. Neste artigo você aprenderá a reconhecer uma cadela no cio e saberá também quais cuidados tomar para garantir mais bem estar para ela neste período tão complicado. Afinal, você quer vê-la feliz e bem, não é? Então, boa leitura!

Cadela no cio – A partir de qual idade isso pode ocorrer?

Cocker spaniel americano deitado cadela no cio
Cocker Spaniel americana deitada – Crédito da foto: Freepik

O cio ocorre somente a partir da maturidade sexual do animal. Ou seja, toda cadela no cio atingiu sua maturidade sexual. Isso significa que é somente a partir do primeiro cio que a cadela poderá engravidar.

Entretanto, não existe uma idade exata para essa maturidade sexual ocorrer. Isso porque o fenômeno varia de cão para cão. Mas calma: isso não quer dizer que não haja nenhum parâmetro. Em média, o primeiro cio ocorre entre o 6º e 12º mês de vida da cadela. Mas é claro que isso é uma estimativa, já que depende de cada cadela.

Os veterinários contam que essa variação de idade depende de vários fatores. De acordo com eles, o fator mais preponderante parece ser o tamanho da cadela. Isso porque as cadelas de porte pequeno costumam entrar no cio mais cedo.

Ou seja, cadelas de porte pequeno alcançam a maturidade sexual mais rapidamente. Os veterinários também apontam que isso é algo natural, tendo vista que as cadelas de grande porte demoram mais para se desenvolverem em diversos aspectos.

A castração é uma recomendação entre os veterinários

Cadela no cio em consulta com veterinária
Cadela em consulta com veterinária – Crédito da foto: Freepik

Por isso tudo, os médicos veterinários costumam recomendar que a castração seja agendada cedo.

De modo geral, os veterinários indicam que a castração ocorra logo após o ciclo de vacinas. Ah, e aqui vale lembrar: isso acontece lá pelos seis meses de vida da cadela. Ou seja, a recomendação mais normal é que a castração ocorra antes do primeiro cio, com seis meses de vida.

Mas há aqueles veterinários que recomendam que a castração ocorra ainda mais cedo, com 4 ou 5 meses de vida. No entanto, é importante lembrar que a castração só pode acontecer depois das vacinas. Então, cuidado para não se atrapalhar e antecipar nada, ok?

Os médicos veterinários também relembram que a castração ajuda na prevenção de várias doenças. Por exemplo, alguns tipos de câncer e a piometra, que é uma infecção uterina que ocorre especificamente no cio.

Como saber se a cadela está no cio? Conheça as fases do ciclo reprodutivo

Cadela com sua tutora
Cadela no colo de sua tutora – Crédito da foto: Freepik

Não temos uma idade exata para o cio acontecer. Mas isso não quer dizer que não tenhamos informações sobre o assunto. Muito ao contrário, compreender o ciclo da cadela é muito importante.

Ao compreendermos o ciclo, poderemos também entender quanto tempo dura o cio de uma cadela. Bem, para entendermos a duração é importante olharmos pra frequência do cio. E isso é delicado, já que a frequência muda de pet para pet.

Mas, de modo geral, pode-se esperar que o cio se repita a intervalos que variem de seis até doze meses. No entanto, o cio não é um evento isolado na vida da cadela. Na verdade, ele é só mais uma etapa de um ciclo maior, chamado ciclo estral.

Conheça agora mesmo cada uma das fases e quanto tempo dura o cio. As informações de duração são estimativas e são indicadas por veterinários.

Proestro

Jovem afro-americana com glitter no rosto e cachorro
Cadela dálmata e sua tutora em fundo rosa – Crédito da foto: Freepik

Esta é a fase inicial da estimulação hormonal que ocorre no ciclo estral. Nesta fase, a cadela começa a liberar alguns feromônios. Estes hormônios já são capazes de atrair cães machos. No entanto, as cadelas ainda não estão prontas para fazer cruzamentos. Ou seja, a cadela no cio não se encontra nesta fase, tendo vista que ela ainda não cruza aqui.

Nesta fase, é possível reconhecer algumas alterações físicas na cadela. A mais evidente delas é edema na região genital. Ou seja, nesta fase a cadela apresenta um aumento no tamanho de sua vulva.

Além disso, aqui a cadela também apresenta uma secreção levemente avermelhada. Essa secreção pode ser mais percebida na caminha/casinha da cadela, e nas regiões onde ela fica.

Esta fase costuma durar de 5 até 15 dias, em média.

Estro

Filhote de cachorro jack russell cachorro dormindo cadela no cio
Cadela Jack Russel filhote deitada no colo de sua tutora – Crédito da foto: Freepik

A chamada “cadela no cio” ocorre nesta fase. Isso porque é aqui que as cadelas estão no seu período fértil.

Apesar de não ser uma regra, é comum que nesse período a secreção pode desaparecer. Além disso, a cadela no cio acaba tendo o mais inchaço vulvar mais estável. Por isso, há menos sintomas aparentes pra serem vistos nesta etapa.

Nesta fase, sim, a cadela no cio fica bem mais receptiva ao cachorro macho. O período do estro tem uma duração que varia de 3 até 10 dias. Então, é por esta quantia de dias que voce mais precisará cuidar das aproximações de sua cadela com os cães. Isso porque é nesta fase que a fecundação pode ocorrer, efetivamente.

Diestro

Mulher e sua cadela felizes
Cadela deitada com sua tutora feliz em fundo branco – Crédito da foto: Freepik

É nessa fase que acontecem estimulações hormonais que atuam na manutenção da gestação da cadela. Claro, isso se houve fecundação e fertilização na fase anterior, da cadela no cio. No entanto, essa fase acontece mesmo com as cadelas que não cruzaram ou que não houve fecundação alguma.

É por isso que muitas cadelas sofrem com gravidez psicológica. Ou seja, este fenômeno ocorre justamente porque mesmo cadelas que não foram fecundadas passam pelas estimulações hormonais necessárias na gestação. Desse modo, o organismo da cadela acaba compreendendo que ela foi fecundada.

Esta fase chamada diestro tem uma duração mediana de 55 até 90 dias, e ocorre logo após a período de fertilização.

Anestro

Tutora com cachorro felizes cadela no cio
Cadela sendo abraçada por sua tutora – Crédito da foto: Freepik

Esta fase diz respeito ao intervalo entre as fases anteriores, que são as principais do ciclo estral. Ou seja, é o período que ocorre antes e após a cadela estar no cio.

Nesta fase, a atividade hormonal dos ovários da cadela é bem menor. Então, é uma fase mais tranquila para a cadela. Ou seja, aqui é uma etapa onde a cadela se recupera, seja da gestação ou do diestro. Por isso, esta etapa também é conhecida como “pós-gestação” ou “pós-diestro” (nas cadelas que não engravidaram).

A duração média dessa etapa do ciclo estral costuma ser de 3 até 10 meses. Ou seja, é a fase que tem maior duração (e a variação também é grande). Por isso, a maior parte da vida de sua cadela, ela estará nesta etapa aqui.

Cadela no cio – Como reconhecer os sintomas na sua pet?

Mulher brincando com seu cachorro no parque
Mulher brincando com sua cadela em parque – Crédito da foto: Freepik

Há alguns sintomas que podem ajudar o tutor a entender se a cadela está no cio. E isso é muito importante porque a cadela no cio precisa de cuidados especiais.

Veja a seguir algumas dicas de como perceber se sua cadela está no cio.

Sintomas físicos para ver se a cadela está no cio

Assim como mencionado acima, a fase da cadela no cio é a etapa chamada estro. Mas não é nessa etapa que ocorrem os sintomas físicos mais evidentes. Na verdade, é no proestro que acontece as alterações físicas que fáceis de serem percebidas.

As alterações físicas mais evidentes acontecem na região genital. As principais alterações são, por exemplo:

  • Aumento no volume/tamanho da vulva
  • Tom avermelhado discreto na vulva, ou escurecimento da região
  • Liberação de secreção levemente sanguinolenta

Sintomas comportamentais da cadela no cio

Cadela no cio sendo abraçada por sua tutora em parque
Cadela deitada em parque sendo abraçada por sua tutora – Crédito da foto: Freepik

Depois do proestro acontece o que chamamos de “cadela no cio”, que é a fase do estro. Nesta fase, ocorre a estabilização dos sintomas físicos apresentados acima. Isso quer dizer que é mais difícil de definir a fase da cadela com base em aspectos físicos.

No entanto, isso não quer dizer que não haja como saber se a cadela está no cio, ou não. Isso porque é comum que nesta nova fase a cadela mude seu comportamento. Ou seja, a forma mais adequada de reconhecer essa etapa é analisando os comportamentos de sua pet.

As principais alterações comportamentais percebidas nesta etapa são, por exemplo:

  • Carência mais acentuada ou necessidade de receber mais atenção e carinho
  • Agitação mais perceptível ou mais inquietação que o habitual
  • Lambedura genital, que é o hábito da cadela ficar lambendo e cheiros a região genital
  • Maior agressividade, em especial se a cadela é privada de receber atenção suficiente
  • Demonstração de maior interesse ou atração por cachorros machos

Estes são os principais sintomas comportamentais que você poderá perceber em uma cadela no cio. E lembre-se que estar ciente do cio de sua pet é muito importante para garantir os cuidados necessários deste momento.

No entanto, não é somente por estes cuidados que você precisa estar atento a esta fase. Isso porque manter cachorros machos não castrados longe de sua cadela no cio não ajudará apenas a garantir que ela não engravide.

Mas mais que isso: estar ciente do cio também te ajuda a cuidar da saúde de sua cadela. Isso porque a aproximação de sua amiguinha com cachorros de rua pode fazer com que ela seja exposta a uma série de doenças perigosas e desagradáveis.

Por isso, fique atento aos sinais de cadela no cio e tome todos os cuidados necessários, se este for o caso.

Cadela no cio – Cuidados fundamentais neste momento

Jovem mulher com seu cachorro adorável
Cadela e tutora com língua de fora para foto em parque – Crédito da foto: Freepik

Quando há uma cadela no cio, as variações hormonais que ocorrem provocam uma série de necessidades fisiológicas e comportamentais. Estas demandas novas podem deixar sua cadela bem estressada. Por isso, é bem importante que os tutores tomem alguns cuidados adicionais.

Veja a lista completa com os principais cuidados que voce precisará ter com sua cadela no cio.

Fraldas caninas

As fraldas caninas funcionam como um absorvente para a cadela no cio. Por isso, elas são aliadas importantes, principalmente devido as secreções que acontecem.

Mas vale destacar que a cadela não deve permanecer com as fraldas o tempo todo. Isso pode fazer muito mal para elas, então evite!

O ideal é que você troque as fraldas da sua cadela no mínimo 2 vezes ao dia. Dessa forma você garante que a saúde dela será preservada. Ah, e também é importante lembrarmos que é muito importante que a cadela no cio fique um tempo sem fralda. Isso porque é quando ela está sem as fraldas que poderá fazer suas necessidades.

E muito diferente do que muitos pensam: a fralda não impede o cruzamento. Por isso, não se iluda pensando que colocar fraldas será suficiente para evitar uma gravidez indesejada.

A verdade é que a única forma de evitar cruzamentos da cadela no cio é manter todos os machos não castrados longe dela. E, é claro: agilizar a castração!

Alimentação

Alimentos para animais de estimação secos em uma tigela de cerâmica
Ração seca para cachorro em tigela de cerâmica no fundo acinzentado – Crédito da foto: Freepik

É muito comum que uma cadela no cio apresente falta de apetite, ou apetite seletivo. Ou seja, é bem comum que elas deem mais trabalho pra se alimentarem.

Por isso, um dos cuidados fundamentais é oferecer uma ração de alta qualidade, caso você não faça isso normalmente. Além disso, aproveite e fique de olho para ver se ela vai se alimentar bem.

Se você já fornece uma excelente ração, outra dica é oferecer uma ração diferente. Isso porque o sabor diferente pode chamar sua atenção.

Então, uma dica é comprar uma quantia menor de uma ração diferente para ser oferecido somente nestes momentos de alterações hormonais.

Atenção com possíveis ferimentos

Como mencionado, a região da vulva fica bem inchada no ciclo estral da cadela. Por isso, uma cadela no cio corre mais risco de sofrer algum trauma ou ferimento no proestro e no estro.

Além disso, as lambeduras muito frequentes também podem acabar causando alguns problemas. De modo geral, os problemas mais comuns dizem respeito a inflamações que ocorrem na região da vulva.

Por isso, ficar atento aos possíveis ferimentos e inflamações é muito importante. E, é claro, se você tiver dúvidas ou receios, procurar o veterinário é sempre a opção mais certeira. Não se esqueça de adiar a consulta veterinária ou tentar “tratamentos alternativos” em casa pode acabar colocando sua amiguinha em risco.

Amor, empatia e carinho

Mulher trabalhando com laptop e brincando com o cachorro labrador
Cadela deitada no parque ganhando atenção da tutora, que está trabalhando – Crédito da foto: Freepik

Todas as dicas anteriores são muito importantes. Mas além delas, você também precisa ter empatia por sua amiguinha.

Então, tenha muita empatia, ofereça carinho para ela – em especial quando ela estiver carente. E tente não brigar com ela, caso você a perceba mais arisca ou brava.

Em vez de ficar brava com ela, lembre que ela está passando por um momento difícil. Então, brinque com ela e tente a agradar da melhor forma possível. Algumas boas dicas de como agradá-la é oferecendo petiscos, conversando com ela e aumentando o tempo de interação entre vocês.

Mas lembre também de respeitar os limites dela, principalmente se ela mostrar que não quer proximidade em algum momento.

Com muito amor, carinho e atenção, você vai ver como esse momento da cadela no cio pode se tornar um período menos tenso e muito mais tranquilo (para você e para ela).

O que você achou deste conteúdo? Ele foi útil para você de alguma forma? Então deixe um comentário com a sua experiência e compartilhe este material com outras pessoas, que também podem precisar de ajudar para cuidarem de suas amiguinhas peludinhas!

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here