Cães carentes: Como lidar e evitar essa situação

Cães carentes precisam que os tutores entendam e aprendam a lidar com a carência. É muito comum que os cães possam vir a desenvolver essa carência. Por isso aprenda como lidar com isso nesse artigo. E até mesmo como evitar.

Se o seu cãozinho já é muito carente, então vale muito a pena ler esse artigo com atenção. Aprenda sobre como funciona essa carência e como você pode agir para cuidar ainda melhor do seu peludo. E deixa-lo mais tranquilo.

Entenda o motivo

Muitas vezes é uma característica do próprio cão. Raças como o Cavalier King Charles Spaniel, Maltês e o Pit Bull são animais que naturalmente são muito carentes.

Vale lembrar que a maioria dos cães foi desenvolvido com a finalidade de ficar perto dos humanos, seja trabalhando ou como companhia. Por isso é muito fácil que os cães desenvolvam uma carência aguda.

Se o cão fica muito tempo sozinho, ele pode desenvolver carência e até mesmo depressão. Animais que ficaram traumatizados por terem sido abandonados e até por ficarem muito tempo na rua ou em abrigos.

Se você adotou um cãozinho adulto, mesmo que jovem. É ótimo que você procure saber qual a história dele. Pois a carência excessiva pode ser sim uma consequência da vida sofrida de antes.

Cães carentes que tiveram uma vida toda de muitos mimos também são comuns. Bom, eles foram acostumados a isso, provavelmente por você ou um membro da família.

Aproveite para conferir também nosso artigo sobre como escolher o shampoo ideal para o seu cão

Sinais de cães carentes

Os sinais que vamos listar devem aparecer em excesso, afinal é natural que os cães queiram estar próximo de quem amam. Eles também costumam chorar e pedir atenção. Mas essas coisas sempre estão muito recorrentes em cães carentes.

  • Choro excessivo
  • Querer estar sempre no colo
  • Seguir você o tempo todo
  • Chamar sua atenção o tempo todo

Esses sinais também valem se o cachorro faz essas coisas para outros membros da família. Se o cãozinho costuma pedir atenção para qualquer pessoa inclusive estranhos, também pode ser carência. Mas é bom perceber se isso está aparecendo junto com outros sinais.

Aproveite para ler também nosso artigo sobre uso de brinquedos no adestramento

Woman and her favorite dog portrait smiling

Como agir

O ideal é não ficar ignorando o seu cachorro. Eles precisam de cuidados e cães carentes podem desenvolver depressão. Então nada de ficar dando broncas ou ignorando ele. Ele já é carente e não tem muito como reverter.

Faça o possível para não deixa-lo sozinho. E se for necessário pelo mínimo necessário de tempo. Também é bom tentar mantê-lo calmo.

Mas se o cãozinho estiver longe e chorando muito, é bom não ir até ele. Apareça quando ele estiver em silêncio. Assim ele vai aprendendo que fazer barulho não chama sua atenção. Mas fique atento, afinal nos casos de cães carentes, é bom estar atento.

Também é indicado procurar o veterinário. Principalmente se o cãozinho não costumava ser assim e apresentou uma mudança brusca de comportamento.

Aproveite para conferir também nosso artigo sobre o sorriso canino e saiba se cães sorriem

Como evitar a carência

O ideal é não dar o que o cachorro quer quando ele pede. Nesse caso é atenção. Então o certo é ignorar o cachorro quando ele chora demais, fica latindo ou te seguindo. Por mais que possa parecer ruim para alguns, isso é bom, pois vai deixar o cão mais independente.

Você não vai estar fazendo o cachorro gostar menos de você. Ele só vai aprender que certas coisas não recompensam, e é justamente o que você quer. Assim como o peludo também vai ficar muito mais tranquilo e bem menos dependente emocionalmente de você.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here