Início Dicas
Férias

Férias: O que fazer com o seu cão na época. Veja dicas!

Para aproveitar o tão aguardado mês das férias, o Web Cachorros pensou em um artigo para ajudar os tutores sobre o que fazer com o pet nas férias.

Essa é uma época muito aguardada do ano, pois é hora de descansar e curtir. Se optarem por viajar, os donos podem ficar na dúvida quanto a levar o pet junto na viagem – e, caso ele fique aqui, onde deixá-lo. Vamos dar várias opções de onde deixar seu amigo para que ele fique bem!

Caso o tutor não vá viajar, pode aproveitar suas férias fazendo várias atividades divertidas com seu pet ao ar livre ou mesmo em casa. Aqui você encontrará também algumas dicas de como entreter ele nessa época do ano. Confira!

Férias
Cão da raça Border Collie em pé, dando a patinha. Fundo branco. Créditos da foto: Freepik

Caso o dono vá viajar com sua família, tem algumas alternativas em relação ao cãozinho, como deixá-lo em um local de hospedagem ou então contratar alguém de confiança para vir olhar ele na própria casa. Afinal de contas, sabemos que o cão não deve ficar sozinho em casa por muito tempo sem supervisão e cuidados.

Por isso, é muito importante que os tutores tenham consciência disso e se programem antes de viajarem, pensando se o pet irá junto ou não. Nessa época do ano, o número de abandono de animais cresce bastante, cerca de 30%, pois muitos humanos deixam seus cães para trás ao viajarem! E abandono é considerado crime no Brasil, então nada de abandonar seu pet, ok?

O Ibope, em parceria com o Centro de Nutrição e Bem-Estar Animal Waltham, fez uma pesquisa e concluiu que um dos principais motivos para uma pessoa não ter um animal de estimação é o fato de não ter com quem deixar o pet ao viajar.

Portanto, os donos devem analisar se podem levar o pet no hotel em que irão ficar (hoje em dia, há muitas opções pet friendly, isto é, que aceitam animais em suas instalações) e devem analisar os prós e contras de levar o cão junto.

Pois, além da hospedagem em si, há também a viagem (se é longa ou não), o meio de transporte (carro, ônibus ou avião) e também na duração da viagem e nas atividades em si. Vocês irão sair bastante? Irão ficar mais no local de hospedagem? Veja tudo isso antes de tomar a decisão!

Férias – Caso decida por levar, veja alguns cuidados necessários:

Férias: Carro

  • Caso a viagem seja de carro, passeie com o animal antes de entrar com ele no veículo, para que ele possa fazer suas necessidades.
  • Leve água fresca em uma potinho e ofereça para ele de vez em quando! Já alimentos não são indicados durante a viagem e nem muito antes, porque eles podem ficar enjoados.
  • O ideal é acostumar o animal com o movimento antes de iniciar o percurso, já que existem cães que não são acostumados a andar de carro e podem ficar ansiosos.
  • Não deixe que o cachorro fique com a cabeça para fora do carro, pois há risco do animal apresentar inflamação de ouvido por causa do vento, além do risco de saltar do carro em movimento ou ser atingido por outro veículo ou objetos.
  • Jamais deixe o animal fechado dentro do carro, mesmo que por pouco minutos.
  • Na bagagem, além do alimento, leve a caminha ou manta de dormir do pet. E leve também um brinquedinho que ele já está habituado! Saiba mais sobre brinquedos para cachorros aqui.

Férias: Avião ou Ônibus

  • Se a viagem for de avião ou ônibus, veja as regras impostas pela companhia, como  por exemplo o acondicionamento, o tamanho da caixa de transporte, a documentação exigida e se é permitido a raça do seu pet.
  • Reserve a vaga do seu animal o quanto antes!
  • Cuidado com algumas raças que são braquicefálicas, isto é, possuem o focinho achatado – pois elas são mais sensíveis a lugares fechados e com pouca circulação, e podem ter dificuldade para respirar. Alguns cães chegam a passar mal e até vir a óbito durante viagens em cabines, por isso cuidado!
Férias
Mulher de pele branca e cabelos castanhos está sentada na janela do carro, que está aberta. Ao lado dela, está um cão de cor chocolate com uma coleira vermelha e língua para fora. Créditos da foto: Freepik

Férias: Dicas extras!

  • Caso vá para a praia, fique atento ao horário de Sol forte, pois a areia costuma ficar bem quente nesses períodos e podem causar queimaduras e ferimentos na patinha do animal.
  • Dê preferência para os horários em que o Sol já está baixo e o clima mais fresquinho, como de manhãzinha ou final da tarde. Lembrando que cães de pelos longos e focinho curto sofrem mais!
  • Altere o mínimo possível a rotina do animal, como horários de alimentação, passeios e brincadeiras por exemplo.
  • Identificar o pet com plaquinha na coleira ou microchip também é muito importante.
  • Mantenha vermifugação, vacinações, anti-pulgas/carrapatos em dia para evitar possíveis doenças.

Independente de tudo, esteja ciente de que você terá que ter energia de sobra para cuidar do cão durante a viagem. Avalie o que é melhor para a sua família e, caso queira muito levar ele junto, escolha um destino que seja legal para ambos, afinal a viagem deve ser divertida para os dois!

Caso decida deixar, veja alguns cuidados necessários para ás Férias:

Caso ele fique na casa, nunca deixe o animal sozinho o tempo todo! Tenha alguém de sua confiança para cuidar dele ou visitá-lo pelo menos uma vez ao dia e repor água e ração, além de brincar e dar atenção.

Afinal, disponibilizar alimento e água é sim essencial, porém não garantirá que ele estará bem durante toda a ausência dos donos.

Isto porque só o fato de ele estar sem a companhia de seus tutores já trará um estresse para o animal, pois ele sentirá falta da rotina da família e da presença física das pessoas.

Por isso, busque um serviço de hospedagem especializado em cães, como os hoteizinhos. Vá até o lugar e veja como é o ambiente, se é grande, bem cuidado e como os cães são tratados, se ficam juntos, separados e etc. Busque recomendações também!

Considere também a hospedagem domiciliar, na qual uma profissional pet sitter vai até a sua casa para visitar o animal diariamente. Além de amenizar a ausência da família, a pet sitter irá zelar pelos cuidados de saúde e bem-estar do seu cãozinho, podendo passear com ele na rua e brincar com ele.

Férias
Cão da raça Labrador passeia na coleira em um parque. Créditos da foto: Freepik

Vamos ver mais a fundo as duas opções?

Férias: Hotelzinho

  • Em primeiro lugar, faça um visita até o local, leve o pet para ele conhecer o ambiente e converse com o dono. Hoje em dia, existem várias opções de hotéis para cães, alguns mais urbanos, outros mais rústicos. Existem opções com ambientes alegres, cheios de atividades que podem entreter seu cão sem que ele sinta muito sua falta e se mantenha ocupado.
  • Certifique-se de que as entradas e saídas, como portões, grades, janelas e varandas da propriedade são seguras para evitar possíveis fugas.
  • Medicamentos e produtos de limpeza da casa devem estar armazenados fora do alcance dos animais.
  • Após escolher o hotel, não se esqueça de identificar o pet e também deixar seu nome e telefone, bem como outros contatos caso seja necessário.
  • Peça que o cuidador mantenha contato diariamente, através de fotos ou outras informações. É importante saber como o pet passou e se comportou durante a estadia.
  • Não se esqueça de deixar informações importantes, como horários para alimentação, quantidade e também alguma outra observação, principalmente caso ele tome ou aplique algum remédio. Ou caso tenha algum problema de saúde, deixe anotado como deve ser usado o medicamento. Se possível, demonstre a aplicação!

Férias: Pet Sitter

  • Pode ser um amigo, um parente ou um profissional pet sitter. Independentemente de qual seja o cuidador, deixe todas as informações igualmente, isto é, passe todos os detalhes da rotina do pet, como os horários de alimentação e o quanto de alimento deve ser oferecido, bem como se ele tem alguma medicação para tomar ou mesmo os horários dos passeios.
  • Marque uma visita antes, para que o cuidador conheça o pet, principalmente se o animal e a pessoa ainda não são familiarizados.
  • Caso opte por uma pet sitter, veja se ela realmente tem curso, se é preparada e se tem recomendações. Infelizmente, algumas pessoas não são preparadas o suficiente e a experiência acaba não sendo tão boa, por isso certifique-se de que a pessoa é realmente profissional e sabe lidar com um animal.
  • Existem sites específicos para esse tipo de serviço, então pesquise bastante e converse com a pessoa, veja se todas as expectativas estão correspondendo e deixe tudo muito bem alinhado. A comunicação é a chave para tudo!
  • Combine os horários das visitas com a pessoa, bem como as atividades que ela deverá fazer, como colocar ração e água, fazer carinho no animal, brincar, passear com ele na rua, etc. Veja por quanto tempo durará as visitas e deixe tudo esclarecido. Lembre-se: quanto mais informações você der, melhor será sua experiência e a do seu bichinho!
  • E para finalizar, assim como nos hoteizinhos, peça para que o cuidador mande fotos e vídeos em todas as visitas.

Lembrando que a opção de deixar o animal em casa é indicado apenas para viagens curtas de dois a três dias. 

Férias
Dois cães brancos e peludos apoiados em cadeira. Uma mulher está sentada nela e passa as mãos em ambos. Créditos da foto: Freepik

E você, vai levar seu amigo com você, deixá-lo na sua casa com um parente/amigo ou pet sitter ou em hotelzinho? Seja qual for sua escolha, lembre-se de que o maior responsável pelo pet é você, então mesmo que de longe, faça tudo para garantir o bem-estar e felicidade dele.

Mas, caso não vá viajar e sim ficar em casa, veja algumas opções de como entreter seu pet nas férias e se divertir muito em conjunto!

Sabemos que os cães adoram passar o tempo com seus tutores e possuem muita energia para curtir as férias de verão!

Por isso, listamos a seguir algumas atividades e brincadeiras para você entreter seu cão nas férias!

Férias: Passeios ao ar livre

Nada como sair de casa um pouco para curtir! Assim como nós, os cachorros também adoram passear ao ar livre.

Além disso, a atividade física é essencial na vida deles (e na nossa também) para mantê-los saudáveis e felizes.

Por isso, as férias são a ocasião perfeita para você levar seu companheiro junto em uma bela caminhada em algum parque, praça ou ruas da região.

Aliás, essa também é uma oportunidade do seu pet fazer amigos e ficar mais sociável e curtir o mundo externo.

É importante apenas lembrar de alguns cuidados antes de fazer o passeio ao ar livre, como por exemplo:

  • Nos dias mais quentes, prefira fazer os passeios em horários de temperatura amena, que é antes das 8h e depois das 16h, quando o Sol já não está mais tão forte assim.
  • Leve água e petiscos para o pet e também algum brinquedo como uma bolinha ou fresbee para ele brincar.
Férias
Cão Spitz sentado em bancada branca, posando para foto ao lado de um suco de laranja e um óculos de sol. Fundo laranja. Créditos da foto: Freepik

Brincadeiras e momentos de descontração em casa

As brincadeiras são opções muito divertidas para entreter seu cão nos dias de férias! Além de fazer bem para a saúde física e mental do cãozinho, a relação de vocês se fortalece bastante, pois são momentos leves e descontraídos.

Mesmo que você não tenha muito espaço em casa, é possível dar um jeito e fazer atividades muito legais.

Veja algumas sugestões:

  • Jogar a bolinha: Essa brincadeira é um clássico, em que o dono joga a bolinha longe e o cão corre para trazê-la de volta até você. Não exige muito do tutor, que pode jogar a bolinha do sofá, e o cão cansa bastante!
  • Pula pula: Basta segurar um objeto que seu cão goste bem alto, para que ele pule e pegue. Quando ele alcançar sua mão de um prêmio de recompensa!
  • Cabo de guerra: Essa brincadeira é divertida para ambos, pois quando o cão puxa um pedaço de corda de um lado, você puxa do outro. Só tome cuidado para não puxar com muita força e machucá-lo!

Tome um banho de piscina com seu cão – ou de mangueira!

Aproveite o calor que faz aqui no Brasil durante o verão e que tal um banho de piscina ou de mangueira? Respeitando sempre o perfil do seu pet, é claro! Têm cães que adoram água e outros que nem tanto… Alguns tem até medo! Mas se seu cão é daqueles que amam brincar na água, então se joga nas brincadeiras!

As raças que mais adoram brincar na água são o Golden Retriever, Labrador e Cocker Spaniel.

Férias
Dois cães da raça American Hairless Terrier flutuando em uma boia amarela na piscina. Créditos da foto: Freepik

Agora que você já sabe o que fazer com o seu cão nessa época do ano e já viu várias dicas de como aproveitar, escolha a opção que mais se adequa ao seu caso e boas férias!

Veja esses outros conteúdos que separei para você:

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here