Preço do Labrador: O Labrador é um dos cães mais populares em todo o mundo, porque além de sua aparência imponente, ele é dono de uma personalidade cativante e muito amigável.

Por isso, se você deseja ter um Labrador, mas ainda não sabe muito sobre essa raça e deseja conhecer mais, está no lugar certo! Neste artigo nós iremos lhe mostrar tudo sobre o Labrador, qual a média de preço do Labrador e quais cuidados devemos ter com ele. Boa leitura!

Para início de conversa, vamos voltar às origens do Labrador. Esse cão tem como lugar de origem a Ilha de Terra Nova, no Canadá, onde seus primeiros exemplares tinham função de auxiliar os pescadores na água. Até hoje, esse pet adora uma piscina e uma atividade aquática! Saiba tudo sobre a origem e história da raça aqui.

O macho pode chegar a pesar de 29 a 36 quilos, e a fêmea pode pesar em média de 25 a 31 quilos. Esse é um cão de porte grande, que continua fofo e encantador mesmo depois de adulto.

Ele também é muito inteligente e aparece em sétimo no lugar no ranking de inteligência canina.

Adora passar um tempo com sua família humana e adora crianças! É muito sociável em geral.

Além disso, ele é uma ótima opção para o trabalho de cão-guia. Leia mais sobre cães de ajuda social.

Mas afinal, qual é o preço do Labrador?

O preço do Labrador depende da qualidade dos pais, avós e bisavós da ninhada (se são campeões nacionais, internacionais etc).

O preço do Labrador filhote pode variar de 2.000 até 8.500 reais. Mas não se esqueça: busque sempre em canis de confiança e certifique-se de que os criadores escolhidos por você cuidam bem dos pais e filhotes.

Quando desconfiar? Desconfie se o preço do Labrador for muito abaixo da média ou então, observe também o local em que vivem. Peça fotos dos cães e também do lugar. Veja a reação do criador também!

A reprodução irresponsável é muito comum em raças como essa, por isso cabe a nós não financiar esse tipo de prática e crueldade, já que muitos cães são encontrados com sinais de maus-tratos.

Preço do Labrador
Filhote de Labrador da cor marrom, sentado em fundo preto. Crédito da foto: Freepik

Quais cuidados devemos ter com o Labrador?

É sempre bom saber mais sobre os traços físicos, comportamentais e temperamentais de um cão quando estamos pensando em ter um exemplar dele em casa.

Saber mais sobre o cão pode ajudar seu dono a prolongar a vida útil dele, que segundo a American Kennel Club (AKC) é de 10 a 12 anos.

Além disso, é importante ficar por dentro dos problemas comuns de saúde que afetam a raça, afim que se possa evitá-los.

Vamos ver as seguir os principais tópicos para se levar em consideração sobre o Labrador:

Pelos

O pelo do cão Labrador é curto e denso, oferendo ao cachorro uma impermeabilidade muito boa.

Porém, é preciso ter alguns cuidados por parte do tutor, porque essa raça apresenta uma tendência forte de perder pelos.

Por esta razão, é recomendado que o dono faça escovações diárias na pelagem, para remover possíveis sujeiras e a queda de pelos. Cinco minutos de escovagem já são muito benéficos para o cão!

Banho

Eles não precisam de banhos semanais, pois possuem uma pelagem muito resistente e devem tomar banho quando estiverem realmente mais sujos.

Os banhos podem ser quinzenais ou mensais. Você pode dar com uma mangueira no quintal, ou então levar em um pet shop de confiança.

Normalmente, como são grandões, os donos optam por dar em casa mesmo, mas fica a critério de cada um.

Alimentação

Assim como qualquer outro cão, o Labrador precisa de uma alimentação balanceada, que pode ser feita com a ração seca específica para ele.

É importante ter em mente que o Labrador tem tendência a engordar, então para evitar a obesidade, sempre controle suas porções de comida. Ofereça a quantidade de ração recomendada na embalagem ou converse com seu veterinário, mas jamais deixe comida a vontade, pois são muito comilões e podem acabar gordinhos!

Vacinas

É importante manter as vacinações em dia, bem como manter as visitas veterinárias regulares. Pelo menos uma vez ao ano é bom dar uma passada no veterinário para ver se está tudo certo com a saúde do cão. Se foram duas visitas anuais, melhor ainda!

Exercícios

Labradores são cães ativos e possuem energia de sobra! Por isso, ele precisa de exercícios diários, de preferência nadando e buscando objetos. Senão, eles podem acabar descontando essa energia em móveis e outros pertences.

Uma opção de brincadeira é jogar o frisbee para que ele vá buscar, ou mesmo uma bolinha resistente, já que ele adora resgatar e trazer objetos. Tanto é que essa raça é perita na busca e resgate de vítimas em avalanches e outras situações, e também como farejadores em trabalhos policiais.

O cabo de guerra também é legal, ou mesmo uma boa caminhada. Lembrando que os exercícios devem ser diários!

Por isso, saiba que se você não tem tempo de passear e fica muito fora de casa, não é bom ter um Labrador. Eles precisam de bastante exercício para gastar a energia, então só vinte  minutos de caminhada não são suficientes pra suprir isso. O ideal seria um hora por dia! Existem passeadores de cão, que servem de alternativa para casos assim.

Um ponto legal é que os Labradores adoram água! Por isso, caso o dono tenha piscina em casa, uma ótima opção de brincadeira é dentro da água. Além disso, seu pelo é impermeável e não molha facilmente.

É importante que você tenha um quintal em casa para que ele possa brincar, mas nada de deixar ele somente no quintal, ok? Apesar de adorarem brincar e correr, os labradores são mais felizes vivendo dentro de casa com sua família, pois são muito apegados a ela, então apesar do porte grande, ele não é o tipo de cachorro pra ficar somente no quintal.

Labradores suportam muito bem temperaturas altas e baixas e não costumam ter problemas com calor ou frio.

Adestramento

Adestrar um Labrador não é difícil, pois ele possui uma grande força de vontade de agradar seus donos, e ainda é inteligente e obediente. Por isso, o processo de adestrar um desses animais é bem simples.

Esse cão irá fazer de tudo para mostrar que aprendeu os comandos, então ele vai se esforçar e repetir os movimentos sempre que puder.

A lealdade dele também aparecerá nesse momento, já que ele só obedece porque ama o tutor.

É recomendável que o adestrador, seja o próprio dono ou um profissional, mantenha sempre o treinamento com estímulos positivos, mesmo que o seu Labrador seja um pouco mais agitado que o normal e tenha dificuldades para manter o foco. Quando ele acertar, dê uma recompensa como um petisco.

Tenha em mente também que os Labradores são simplesmente muito dóceis e ficam magoados quando brigam com eles ou quando os donos gritam. Por isso, é importante fazer sim um adestramento com ele, porém que seja um treinamento calmo e assertivo.

Ter paciência é chave que fará do seu labrador um cão feliz e equilibrado.

Ah! E para que ele seja sociável, promova a socialização do seu cachorro com outros animais desde filhote, ok?

Se o Labrador for socializado corretamente, irá se converter em um excelente pet com as crianças, colaborando de forma incansável e paciente nas suas brincadeiras.

E, como já dissemos anteriormente, nunca grite com seu pet pois ele ficará aborrecido e pode até deixar de ter confiança em si e não lhe obedeça, tornando-se rebelde e retomando os hábitos destrutivos da sua infância.

Sabia que o Labrador é muito visto como um cão de terapia? Por isso, ele é um cachorro que está sempre presente em hospitais de câncer. Muito legal, não é?

Preço do Labrador
Labrador branco no colo de seu dono, homem de pele branca e cabelo castanho. Fundo verde desfocado. Crédito da foto: Freepik

Problemas de Saúde

Um dos problemas de saúde que o Labrador mais está propício são as displasias de quadril, joelhos e cotovelos, já que ele possui porte grande.

Mas como evitar? Para ajudar a prevenir esse problema, basta manter uma alimentação balanceada e saudável, e uma rotina de exercícios diários com seu cão. Isso também ajuda a evitar o sobrepeso e obesidade.

Outro problema é a otite canina. Por terem as orelhas caídas e abafadas, eles podem desenvolver esse probleminha. Então fique atento e limpe o ouvido do seu Labrador com frequência para evitar o acúmulo de cera.

Se o seu cão brincar muito na água, não deixe de secar sua orelha depois da brincadeira também! Bem como todo seu corpo e patinhas, para evitar o desenvolvimento de dermatites e alergias.

A falta de melanina dos animais amarelos e marrons, principalmente dos cães que têm olhos e focinhos muito claros, como os que tem fucinhos rosados, também pode facilitar o desenvolvimento de câncer de pele. Por isso, fique atento e não deixe seu cão muito tempo exposto no Sol, já que ele é mais sensível.

Preço do Labrador
Filhote de labrador em gramado. Crédito da foto: Freepik

Além de todas as características que vimos acima, o porte bonito e o temperamento amigável do Labrador fazem dele um cão muito adorado por muitos tutores.

E essa raça ficou ainda mais famosa depois do sucesso do filme “Marley e Eu”, que mostra um cão Labrador muito brincalhão, dono de uma energia inesgotável. No filme, vemos que o Marley às vezes aprontava e fazia bagunça, mas que possuía um coração enorme e era muito companheiro com seus donos.

Agora que você já sabe qual o preço do Labrador e como cuidar dele, veja também nossa lista com várias opções de nomes para Labrador e escolha o nome que mais combina com o perfil do seu amigo.

Até a próxima!

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here