Se você está em busca de um cãozinho para dar muito carinho e que possa te acompanhar em todos os momentos, mas não sabe qual raça escolher, conheça aqui os 13 melhores cães de companhia.

Já faz alguns milênios que os cachorros são os melhores amigos dos humanos. Eles os auxiliam em tarefas como: pastoreio de rebanhos, proteção da casa e da família e na caça de animais selvagens.

No entanto, nos dias atuais os cachorros se consagraram como excelentes animais de companhia.

Ou seja, atualmente o mais comum é que um dono espere do seu pet tão somente carinho e diversão, sem pedir mais nada em troca.

Existem algumas raças de cães com características ideais para serem classificados como cães de companhia, como a ansiedade por agradar o dono, uma carência maior e necessidade de atenção, o carinho, etc.

Os animais desta lista se destacam também por sua paciência, lealdade e apego aos tutores, características essenciais para um cãozinho encher um lar de amor e alegria. Veja a seguir!

Cães de companhia
Golden Retriever deitado em fundo branco. Crédito da foto: Freepik

As melhores raças de cães de companhia

1) Golden Retriever

Cães de companhia: Dócil, companheiro e inteligente: essas são as principais características do Golden Retriever, uma das raças mais conhecidas no mundo todo.

Ele é também conhecido por ser naturalmente dedicado à família, mas adora agradar todos e até mesmo aqueles desconhecidos.

Esse é um cão muito agitado, que precisa de uma boa rotina de exercícios físicos e mentais para se manter ativo. Portanto é indicado para morar em casas grandes e com quintal!

Graças à disposição e inteligência bastante característica da raça, Goldens Retriever são usados para diversas atividades, desde cão-bombeiro, ajudante de policial até competições de obediência e agilidade.

Portanto, o Golden Retriever é a prova  viva de que não são cães de companhia não são apenas os de porte pequeno.

Os animais dessa raça são muito conhecidos pela sua paciência e lealdade. Não é à toa que são muito aproveitados como cães-guia.

Mas Golden Retrievers também cheios de energia e adoram uma aventura ao ar livre. Ou seja, esse é um cão ideal para aqueles que adoram programas na natureza, como passeios em bosques e parques.

Cães de companhia
Poodle branco olhando para seu dono. Crédito da foto: Freepik

2) Poodle

Os Poodles são umas das mais famosas raças de cão de companhia. Mas se engana quem acha que eles são apenas criaturinhas fofas, que querem apenas ficar no colo de seus donos.

Na verdade, essa é uma das raças mais conhecidas no mundo, especialmente por suas variações.

Quem adora Poodle não tem desculpas para não ter um, afinal, além de serem bastante adaptáveis, existem Poodles de diversos tamanhos: Gigante (Standard), Médio, Miniatura (Anão) e Toy.

Apesar das variações, a raça tem um temperamento padrão: eles são alegres, divertidos, aventureiros e extremamente fiéis à família. Umas fofuras!

A única dessemelhança é que o Poodle Gigante é mais calmo e menos latidor. Além disso, a raça é considerada uma das mais inteligentes do mundo canino.

Além disso, os Poodles são uma das raças mais inteligentes que existem. Eles também são cheios de determinação e não têm medo de encarar o perigo.

E o seu pelo hipoalergênico é ideal para quem tem alergias respiratórias.

3) Shih Tzu

O Shih Tzu encanta as pessoas com sua adorável companhia há bastante tempo, mais precisamente desde os imperadores chineses e tibetanos.

Isso mesmo, eles eram os preferidos de antigos aristocratas na China e desenvolveram muito bem as características típicas de um cão de companhia: são afetuosos, sociáveis e cães muito fieis aos seus donos.

Conhecidos por serem muito companheiros e fiéis, os Shih Tzus não são cães de caça ou esportistas, e sim exímios cães de companhia.

Eles sempre estão prontos para receber carinho e adoram brincar com crianças e outros pets.

Mas eles também são ótimos cães sentinelas, isto é, de alarme.

A raça é ótima para viver em ambientes externos e se adapta muito bem em apartamentos pequenos, já que não precisa de tanto espaço para se movimentar.

Ainda assim, isso não quer dizer que ela não precisa praticar exercícios físicos, muito pelo contrário!

Assim como todas as raças, os Shih Tzus necessitam de uma bela rotina de exercícios, incluindo brincadeiras e caminhadas, para viver saudavelmente.

Para manter seu aspecto gracioso, no entanto, são necessários alguns cuidados básicos, como escovação semanal e banho quinzenal, que podem serem dados em casa ou em pet shops de confiança.

cães de companhia
Cãozinho Yorkshire no quintal segurando brinquedo para seu dono. Crédito da foto: Freepik

4) Yorkshire Terrier

Um dos cães de companhia mais populares, o Yorkshire é uma mistura entre alguns Terriers e também do próprio Maltês.

Antigamente, a raça era usada para auxiliar na caça de pequenos mamíferos e roedores, mas logo se popularizou no mundo inteiro como cães de companhia graças ao temperamento amistoso e gentil padrão dos exemplares.

Geralmente, cães da raça são bastante apegados aos membros da família.

Eles adoram nadar, brincar, praticar atividades físicas, isto é, eles estão prontos para qualquer ação, desde que seja ao lado de alguma pessoa do lar.

Por causa desse apego, alguns podem ser um pouco teimosos e protetores demais na presença de pessoas estranhas, mas uma socialização desde a infância já é o suficiente para evitar comportamentos do tipo.

Resumindo, o Yorkshire Terrier parece ser o típico cachorro de madame, mas eles também possuem uma personalidade forte, já que foram usados a muito tempo atrás como caçadores de ratos;

Esses cães peludinhos carregam até hoje um certo instinto selvagem, mas sem deixar de ser um excelente animal de companhia.

Cães de companhia: conheça as 13 melhores raças
Cão Pug com sua dona em um gramado florido. Crédito da foto: Freepik

5) Pug

Sabe aquele tipo preguiçoso, mas simplesmente irresistível? Pois é, assim é o Pug. Ao lado do Maltês, essa é uma das linhagens mais antigas que existe e uma dos cães de companhia mais famosas no Brasil.

Alguns indícios de cães muito parecidos com Pugs estão datados de 1700 a.C. Ainda assim, não se sabe exatamente sobre sua origem, apenas que eles surgiram na China e eram cachorros pertencentes à realeza.

O Pug é bastante inteligente, mas pode ser um pouco teimoso em algumas ocasiões. Ele é muito leal à família e faz de tudo para agradar e ver os membros do lar felizes.

Quem cria um cão dessa raça sempre busca estar o máximo possível perto dele, e o Pug realmente não é de dispensar uma boa companhia.

Afetuosos e muito pacientes, sem deixar de serem também alegres, os Pugs são ideais para quem gosta de passar umas horas jogado no sofá ao lado do seu pet.

6) Chihuahua

Cães de companhia: Os Chihuahuas são cães de companhia clássicos e por isso estão na nossa lista! Minúsculos, cheios de energia e muito apegados aos seus donos, eles conseguem derreter até o mais duro dos corações.

Esta raça se adapta à vida em uma casa ou apartamento igualmente bem, e são surpreendentemente bons cães de guarda rápidos para soar o alarme se alguém novo entrar em seu gramado.

Os chihuahuas podem ser cautelosos com estranhos, então certifique-se de socializá-los desde cedo para ajudar a desenvolver um comportamento amigável quando ficarem mais velhos.

E para quem deseja um cãozinho para segurar no colo, eles também são ideais, já que adoram ficar perto de seus tutores.

Mas nada de excessos! Todos os cães, mesmo os menores e mais caseiros, precisam de exercícios físicos regulares, o que inclui um pequeno passeio pela vizinhança.

Uma caminhada diária já é suficiente para alegrar esse cãozinho, assim como alguns brinquedinhos espalhados pela casa.

Cães de companhia – 7) Bulldog Francês

O Bulldog Francês pode até ter uma carinha de mal, mas ele é um cachorro de companhia de longa data.

O Buldogue Francês é um companheiro ideal graças à sua natureza amigável. Ele é ótimo para aqueles que vivem em apartamentos, pois eles não precisam de muito espaço para passear ou de um grande jardim.

Os franceses são geralmente conhecidos por serem relaxados e calmos. A personalidade equilibrada deste pequeno buldogue os torna a escolha perfeita para quem procura um cão de companhia afetuoso.

Eles foram desenvolvidos especialmente para esse fim, e por isso são tão tranquilos e apegados aos seus tutores.

Tamanho apego, no entanto, pode ter o seu lado negativo: se deixado só por muito tempo, o Bulldog Francês pode sofrer com a ansiedade por separação.

Cães de companhia
Mulher com seu cão Maltês em um parque, ao ar livre. Crédito da foto: Freepik

8) Maltês

Cães de companhia: Desenvolvida em 500 a.C., essa é uma das raças mais antigas do mundo. Por incrível que pareça, o Maltês foi inicialmente criado especialmente para fins de caça.

Assim como o Yorkshire, o Maltês também era muito usado antigamente como rateiro, ou seja, sua função era caçar ratos e outros roedores.

Atualmente, os Malteses são cães extremamente famosos graças ao temperamento amistoso, alegre e carinhoso, característico da linhagem.

Eles são tão fiéis à família que em alguns casos podem até desenvolver um comportamento possessivo com os membros do lar, na presença de pessoas desconhecidas.

Muito alegres e companheiros, os Malteses também são outra excelente opção para quem busca um amiguinho de quatro patas.

Além disso, eles adoram estar perto dos seus donos e são uma das raças de cachorro mais fofas e adoradas!

Ainda que possam parecer frágeis, os Malteses na verdade têm uma saúde invejável e vivem bastante frequentemente alcançando os 15 anos de vida quando bem cuidados. Como resistir?

Cães de companhia – 9) Dachshund

Cães de companhia: Só a aparência do Dachshund já nos dá vontade de dar um abraço apertado e brincar bastante com ele, não é mesmo?

Sua aparência que parece uma “salsichinha” se deve ao corpo comprido e as perninhas curtas.

Esses simpáticos cães possuem uma energia contagiante e estão sempre em busca de diversão! Adoram sair para passear e brincar.

Outra qualidade do Dachshund é que seu pelo é de fácil manutenção.

10) Boston Terrier

Cães de companhia: Você sabia que o Boston Terrier tem um passado meio sombrio? É que ele é resultado do cruzamento entre antigos cães de briga e também foi usado nessa triste atividade nos seus primeiros anos de existência.

Mas depois que se mudou para a cidade de Boston, nos EUA, ela foi ganhando pouco a pouco as características de um gentil cachorro de companhia.

Hoje, felizmente, o Boston Terrier compete apenas pelo amor de seus donos… Sendo um ótimo cãozinho para companhia! 

Cães de companhia
Lulu da Pomerânia branco. Crédito da Foto: Freepik

Cães de companhia – 11) Lulu da Pomerânia

Também conhecido como Spitz Alemão, o Lulu da Pomerânia não tem a origem muito bem definida, mas a Alemanha é o país mais cotado como local de surgimento.

Para quem não sabe, existem cinco tipos de Spitz: Anão, Pequeno, Médio, Grande e o Gigante. Mas o Anão foi o que mais se popularizou no mundo inteiro – e o seu ótimo temperamento é um dos responsáveis por isso!

Resumindo, eles são cães de companhia muito dóceis, companheiros e adoram brincar. Apesar de serem extrovertidos, eles também podem ser ariscos!

Por causa disso, precisam de tempo para se adaptar às pessoas, principalmente se não forem acostumados com esse tipo de rotina ainda quando filhotes.

Quanto à aparência, o Lulu da Pomerânia possui a elegância de um leão com sua juba, mas também poderia ser confundido com um pompom, não é mesmo? Ele é um dos cães mais fofos do mundo!

Como cães de companhia, sabem agradar bem aos seus tutores, com muito companheirismo e com todos os truques que são capazes de aprender com sua inteligência invejável.

12) Beagle

Cães de companhia: Alegres, divertidos, brincalhões. Essas são as características dos Beagles, cães muito extrovertidos e fiéis.

Ainda assim, em algumas ocasiões, eles acabam latindo bastante – o que pode incomodar a vizinhança – e são bastante teimosos. Mas da onde ele surgiu?

Apesar da raça não ter uma origem certa, sabe-se que foi no Reino Unido que ela ganhou fama, em meados do século XV.

A natureza curiosa e exploradora da raça faz com que eles se esqueçam de tudo em prol de seguir um bom cheiro. Eles são bastante fiéis às pessoas da família e ótimos cães de companhia.

Por serem apaixonados por comida, existe uma certa propensão da linhagem à obesidade, pois são bem comilões, mas basta uma boa rotina de exercícios físicos e mentais para mantê-los ativos e saudáveis.

cães de companhia
Rapaz branco de cabelos castanhos e camiseta xadrez abraçando e beijando seu cão, um labrador caramelo. Fundo branco. Crédito da foto: Freepik

13) Labrador Retriever

Cães de companhia – Por fim, obviamente que o Labrador está na lista dos cães de companhia mais populares.

Sempre muito amável, amistoso e obediente, o Labrador Retriever foi criado no século XIX, no Canadá, onde era muito usado para fins de caça e pesca, auxiliando os pescadores com as redes.

Mas, com o passar dos anos, logo conquistou o coração dos humanos em todo o mundo e se transformou em um ótimo animal de companhia.

Embora possa existir algumas diferenças quanto ao temperamento de alguns exemplares, todos seguem um padrão de serem muito receptivos, dóceis e dispostos.

Em outras palavras, esses cães sempre estão prontos para uma brincadeira, já que amam interagir com pessoas. São muito sociáveis!

Graças ao seu passado de pescador, as brincadeiras favoritas da raça sempre envolvem água. Portanto, se você ver um Golden na piscina não estranhe, ele adora nadar!

Cães de companhia: conheça as 13 melhores raças
Jovem mulher está sentada com seu cão Yorkshire no colo, olhando e sorrindo. Crédito da foto: Freepik

Os cães de companhia também precisam de amor e carinho!

Cães de companhia – As raças que apresentamos aqui são ideais para fazer companhia graças ao seu apego aos seres humanos.

E mesmo que algumas sejam mais calminhas, como o Pug, e outras mais agitadas, como o Chihuahua, todas elas sabem conquistar o coração dos seus tutores com muito carinho e diversão.

Por outro lado, quem procura a companhia de um cão também deve se lembrar que eles também gostam (e precisam) muito da companhia humana.

Ou seja, são bem carentes e demandam muito mais atenção que os cães mais independentes (como os grupos de cães esportistas ou trabalhadores).

Portanto é importante saber que cães mais apegados e dependentes dos tutores, como os citados acima, tendem a sofrer bastante com a separação e a solidão, e normalmente precisam de doses generosas de afeto para se sentirem bem.

Agora que já sabe quais são as melhores raças de cães de companhia, veja também:

Até a próxima!

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here