Yorkshire Terrier

Uma raça muito amável, cheia de energia e extremamente dócil. Essas são as principais características do cachorro Yorkshire Terrier. Ele é um cachorro muito popular, bastante utilizado como cão de companhia por ser pequeno e ser um típico cão de apartamento.

Yorkshire
Foto: Freepik

O york é sem dúvidas muito popular em todos os países, principalmente na Inglaterra como o cão favorito, nos Estados Unidos ficou em primeiro lugar numa exibição de raças e aqui no Brasil ganhou por 10 anos seguidos como o preferido entre as outras. Ele também fica em 3º lugar como o cachorro mais popular em Portugal. 

Informações sobre a raça Yorkshire Terrier

  • Raça: Terriers
  • Nome de origem: Yorkshire Terrier
  • Origem: Grã-Bretanha
  • Porte: pequeno
  • Grupo: 3
  • Finalidade: cão de companhia
  • Facilidade de adestramento: média
  • Pelagem: brilhosa, lisa, fina e longa
  • Cores: azul-aço, fulvo, preto e prateado
  • Altura: entre 23 e 24 cm
  • Peso ideal: 2,5 até 3,5 kg
  • Ninhada: 2 a 3 filhotes
  • Olhos: escuros e brilhantes, de tamanho mediano e com bordas palpebrais escuras
  • Cachorro para apartamento: sim
  • Cachorros para crianças: Sim
  • Expectativa de vida: 12 a 15 anos.
  • Qualidades principais: ágil, bom farejador e atento
  • Personalidade: possessivo e independente
  • Gosto por brincadeiras: Sim
  • Amigável com outros cachorros: pouco
  • Amigável com outros animais de estimação: pouco
  • Amigável com estranhos: médio
  • Preço do Yorkshire: pode chegar até R$ 900,00.

Origem da raça Yorkshire Terrier

Acredita-se que essa raça é fruto do cruzamento de várias outras e é originária da Inglaterra. No século XI fora permitido aos servos terem criações de cachorros, mas o seu tamanho era determinado. Foi assim que começaram os cruzamentos até atingir o tamanho pelo qual o york é conhecido. Esse tamanho era medido por um aro de metal e para verificar se ele estava apto para a caçada era necessário que o cachorro passasse por dentro desse aro.

Uma outra teoria sugere que os cruzamentos se deram só após a revolução industrial, quando os camponeses se mudaram para as cidades e muitos foram para o Condado de Yorkshire na Inglaterra levando os seus cãezinhos na mala. Com a mistura de outras raças como black and tan, skye terrier, dandie dinmont e maltês nasceu o York que recebeu esse nome por causa da localização na qual eles estavam.

yorkshire
Foto: Freepik

Registro da raça Yorkshire

Nessa época a raça ficou bastante conhecida como caçadoras de ratos. Os ratos existiam na Inglaterra em grande proporção, pois ainda não existia encanamento de água ou sistema de esgoto nas cidades e a doença se proliferava. Uma boa alternativa para reduzir esse índice era ter um york dentro de casa. Pois ele eliminava essa praga de forma rápida e eficiente. Existiam até competições onde o dono do cão queria mostrar que o seu cachorro conseguia matar mais ratos. E se eles fossem realmente eficientes, poderiam valer um  bom dinheiro.

Como esses cães passaram a ficar mais em casa, eles começaram a ser vistos como cachorro de companhia. Então eles começaram a aperfeiçoá-lo melhorando o pelo e a estatura que ficou diminuta e o cão passou a pesar entre 5 e 7 kg apenas. Existia um excelente criador dessa raça na época que também era o juiz de muitas competições. Ele conseguiu registrar pela primeira vez a raça no Livro de Criação com o nome de Terrier Escocês de pelo curto e Yorkshire.

Reconhecimento da raça no Kennel Club no Britsh Kennel Club

Em meados de 1861, com uma forte onda de migrações para as cidades, a raça foi apresentada em público pela primeira vez em Birmingham, na Inglaterra. Depois de alguns anos foi reconhecido. Seu nome apareceu pela primeira vez no Kennel Club no Britsh Kennel Club com o nome de Yorkshire Terrier.

Ele foi dividido em dois grupos de acordo com o seu peso. Um que pesava até 2,3 kg e outro com peso máximo até 6 kg. Este, era o preferido pelos caçadores. A raça se tornou tão importante e popular que foi criado um clube exclusivo para ela.

Durante a Era Vitoriana, o York caiu nas graças da rainha Vitória que o adotou como cão de estimação e como não poderia deixar de ser, as damas da alta sociedade fizeram o mesmo. O cão yorkshire passou a ser símbolo de status, elegância e sofisticação. Depois disso, sua popularidade como cão de companhia aumentou drasticamente como se vê nos dias de hoje. Em 1932 foram registrados apenas 300 no Kennel Club ao passo que em 1957 o número saltou assustadoramente para 2.313. Já na década de 1990, a quantidade de yorks atingiram o seu máximo de 25.665, mas ele também reduziu drasticamente em poucos anos, caindo ela metade.

Curiosidades sobre o Yorkshire

Confira algumas das principais curiosidades que rodeiam o Yorkshire:

  • A raça ficou conhecida como Yorkshire após Angus Sutherland, repórter da revista The Field, publicar: “Não irão mais ser chamados de Scotch Terriers, mas de Yorkshire terriers por terem sido tão aprimorados lá”.
  • De acordo com mais o conhecido ranking de inteligência canina, elaborado por Stanley Coren, o Yorkshire ocupa a 27ª posição, aliás, é o mais inteligente dos terriers.
  • Por fim, alguns dos filmes famosos que contam com um Yorkshire Terrier: Um Peixe chamado Wanda, Cinderela em Paris, Entrando Numa Fria Maior Ainda e High School Musical 2.

Características do Yorkshire

york

Ele possui estrutura anatômica muito próxima de gigantes como o São Bernardo e o Cão de Terra Nova. Ele é muito famoso não penas pela sua beleza, mas também por sua agilidade e exatidão de movimentos. A sua expectativa de vida é em média 12 anos, mas se for bem cuidado ele pode chegar a mais de 15 anos. Eles fazem parte da subcategoria mediolíneos, ou seja, eles são proporcionais, sendo o seu comprimento proporcional a sua altura.

Pesam em média de 2,3 até 3,5 kg, mas é possível ver um york miniatura que pesa não mais que 1,3 kg. A sua altura varia entre 15 e 17,5 cm, a cabeça é proporcional e retilínea com o corpo. O nariz é preto, assim com os seus olhos e as suas orelhas são em “V” como formato padrão. Antigamente a sua cauda era cortada por simples e mera estética, mas hoje isso é proibido em alguns países, inclusive no Brasil.

york
Foto: Freepik

A sua cor padrão é o azul-aço que é na verdade um cinza brilhante chegando próximo do preto dando a impressão de um preto azulado. O fulvo tende mais para o amarelo queimado chegando próximo a cor caramelo.

Uma característica muito marcante dessa raça é o seu dom com os sentidos. Ele é um exímio farejador como os coiotes e as raposas. Seu olfato possui uma precisão impressionante e é 32 vezes mais eficiente que o do ser humano. Não é um beagle, mas é uma capacidade muito maior que a esperada depois de tantos cruzamentos. Sua visão é excelente mesmo em ambientes escuros, mas o seu campo de visão é menor que o do pug por ter olhos mais centralizados. O paladar e o tato são pouco desenvolvidos.

Temperamento do Yorkshire

Três são os itens verificados quando se trata do temperamento e inteligência canina: capacidade de resolver problemas, de responder a comandos e o instinto. Ele é cheio de energia, muito leal e esperto. Mas pode ficar bastante bravo se for constantemente irritado com brincadeiras desagradáveis.

Ele também não é do tipo que gosta de dividir o espaço e a atenção. Portanto a sua convivência com outros animais pode ser prejudicada a não ser que o contato seja desde o nascimento ou a chegada dos bichinhos em casa. Ele também pode ser um excelente cão de guarda. Pois seus sentidos são muito aguçados e costuma responder com fortes latidos ao menor ruído.  Ele pode oferecer certa dificuldade aos adestradores menos experientes.

temperamento yorkshire

Quanto mais novo o Yorkshire é, mais energia ele tem, mas, assim como todas as raças, ele vai ficando mais calmo com o avançar da idade. Porém, durante a juventude é preciso mantê-lo entretido, a fim de evitar possíveis destruições pela casa.

Sendo assim, as brincadeiras e treinamento ajudam a manter os móveis da casa seguros, caso contrário, o Yorkshire vai mastigar, morder, latir e cavar bastante com o propósito de se distrair.

O Yorkshire Terrier late bastante, entretanto, com adestramento essa característica pode ser trabalhada e atenuada.

Do mesmo jeito que Yorkshire adora um colo, ele também é entusiasmado e cheio de energia e disposição, assim o ideal é que tenha sempre uma atividade para mantê-lo ocupado e distraído.

Também, ele fica sozinho por horas em casa numa boa. Mas observe sempre a disponibilidade de água e verifique se não há fios, objetos, produtos de limpeza ou qualquer outra coisa perigosa que ele possa alcançar, pois, se ele conseguir ele vai pegar.

Inteligência e Obediência do Yorkshire

york

Segundo o mais popular e conhecido ranking de inteligência canina, elaborado por Stanley Coren, o Yorkshire ocupa a 27ª posição, aliás é o mais inteligente entre os terriers. Inclusive, a raça é qualificado como acima da média para um cão de caráter trabalhador.

Convivência com o Yorkshire

Eles conseguem se adaptar bem a diferentes ambientes, residência com quintal, apartamento ou uma grande fazenda. Como são pequenos conseguemconviver com pouco espaço facilmente.

Devido à sua forte ligação com seu dono e com outros humanos, é preciso se atentar ao deixar seu pet sozinho em casa. Também, sua energia e alegria contagiam o ambiente, tornando assim a casa num ambiente mais divertido e, principalmente, agitado.

Ainda, apesar de serem amigáveis com humanos, cachorros dessa raça possuem uma certa dificuldade para conviver com outras raças ou animais de outras espécies, como gatos, por exemplo. Entretanto, se forem acostumados e treinados desde filhote com seu Yorkshire, ele poderá se adaptar de forma melhor.

Manutenção e higiene do Yorkshire

Ter um yorkshire exige alguns pequenos cuidados como escovar os pelos todos os dias, pois são muito fáceis de embaraçar.

O pelo do York é uma de suas característica que fazem ele ser muito amado. Seu pelo pode atingir o comprimento de até 37 cm e é muito fino e liso. Mas fique atento, porque em regiões muito quentes como o nordeste e norte do país não é aconselhável deixar o pelo muito grande a fim de evitar acúmulo de umidade e consequente proliferação de fungos que causam dermatite.

yorkshire

Além das escovações diárias dos pelos, o Yorkshire necessita de outros cuidados para manter uma boa higiene. Por isso, o indicado é que cãozinho tome dois banhos mensais. Entretanto, opte sempre por shampoos específicos para cachorros, uma vez que produtos de humanos possuem substâncias que podem fazer mal à saúde dos pets.

Também, como todo cão possui suas peculiaridades, bem como suas necessidades, o mais indicado é conversar com um veterinário para entender as características do seu pet, bem como definir a quantidade de banhos que serão realmente necessários.

As unhas do Yorkshire Terrier crescem demasiadamente rápido, por isso devem ser aparadas no mínimo duas vezes ao mês. Caso você não tenha e experiência ou ferramentas adequadas para mantê-las sempre aparadas, deixe a tarefa para um profissional qualificado.

As orelhas do Yorkshire Terrier devem ser checadas regularmente para verificar se não há o acúmulo de cera ou sujeira, uma vez que isto pode provocar infecções.

Condição física da raça e nível de exercício

york

Cães da raça Yorkshire são muito esportivos, apesar de serem uma das principais escolhas para quem vive em apartamento. Portanto, mesmo que você conte com pouco espaço em casa, espere correria por todos os lados com esse pequeno à solta.

Também, mesmo que se adaptando rápido a um novo lar, de fato os Yorkshires sempre preferem a companhia do seu dono para um passeio ou brincadeiras do que passarem muitas horas deitados no colo.

Os exercícios devem ser diários, poucos minutos pelo menos duas vezes ao dia em largos intervalos entre eles.

Reprodução do Yorkshire Terrier

A fase do cio dura em média de 15 até 20 dias. A época ideal para a fecundação é entre o 8º e o 11º dia. O Yorkshire pode ter um período de gestação por até 63 dias. A ninhada fica em torne de 2 a 3 filhotes por ser um cão de pequeno porte. Nesse momento, a alimentação é muito importante e deve ser aumentada a quantidade de vitaminas, proteínas e cálcio.

O filhote não deve ser separado da mãe antes de completar, pelo menos, 10 semanas de vida. Porém, entre a 4ª e a 12ª semana, os filhotes apresentam um período conhecido por janela imunológica. Nesse período eles estão bastante vulneráveis aos agentes patológicos externos.

yorkshire
Foto: Freepik

Por ser minúsculo e muito frágil ele requer muitos cuidados. Assim, o leite materno irá fortalecer o seu sistema imunológico impedindo que ele adquira alguma patologia o que pode levá-lo a morte facilmente logo após o nascimento.

Muitos não sabem, mas quando o york acaba de nascer ele é preto com pequenas machinhas marrons. Isso pode fazer com que alguns inexperientes pensem que o filhote não saiu como planejado e acabam dando ou até mesmo sacrificando-o.

O pelo dessa raça só fica definida a partir dos 18 meses de vida. Com apenas 4 meses após o nascimento, ele já atinge o seu peso máximo.

Saúde do Yorkshire Terrier

Yorkshire Terrier

Antes que completem os seis meses de vida ou antes que todas as vacinas sejam administradas, não é aconselhado o seu convívio fora de casa, esteja ele em apartamento ou fazenda.

Por sua estatura pequena, os problemas ósseos e articulares são muito comuns desta raça. Não é aconselhável que eles saltem de lugares altos como camas e sofás por conta de maior probabilidade de fraturas nas patas. Os problemas dentários como o tártaro é bastante recorrente e pode se tornar um sério problema, como por exemplo, a perda da dentição em yorks ainda jovens.

A junção tardia da moleira é um problema que deve ter toda a atenção do dono. Apenas uma pequena queda pode levar o cão a óbito. Luxação da patela e necrose asséptica óssea são patologias articulares e ósseas muito comuns. Outro problema é a alopécia ou também conhecida como queda dos pelos. Isso ocorre principalmente nas extremidades das orelhas, está intimamente ligada a coloração azul da pelagem.

Eles também podem ser portadores de doenças que podem ser transmissíveis aos seres humanos como a salmonela, leptospirose, raiva, dermatofitoses e intoxicações. Por isso é que deve se dar grande importância as datas corretas das vacinas e ter sempre muita higiene com seu cachorro, para não prejudicá-lo ou algum membro de sua família. Doenças como cinomose e parvovirose são consequências de um ambiente sujo e mal cuidado.

Como qualquer outro sistema, as funções do corpo do york vão se tornando menos eficientes. Assim, a tendência para o aparecimento de algumas patologias se tornam maiores. A ceratoconjuntivite seca é uma inflamação que pode atingir os dois olhos e lesionar a córnea, o Mal de Alzheimer, problemas ósseos e comportamentais podem se tornar comuns.

Filhotes do Yorkshire

Por ter, tradicionalmente em sua vida adulta, pelos em tom de azul escuro-aço, não se espante caso os filhotes possuírem uma pelagem preta, pois, isso é característico da raça dos filhotes nascerem com pelos assim e, após um tempo, desenvolverem a sua pelagem definitiva.

filhotes yorkshire
Foto: Freepik

Assim, até os doze meses, os cães dessa raça ainda são considerados filhotes. Portanto, nessa fase, a alimentação deve ser específica para essa idade. Aliás o recomendado é consultar um veterinário para indicar quantidade ideal diária de ração.

Além disso, fique atento ao porte do seu Yorkshire, afinal, muitas vezes são oferecidos cães dessa raça como “Yorkshire mini”, indicando que ele é menor que outros pets da mesma raça.

Entretanto, essa “miniaturização” do Yorkie, ou de qualquer outra raça, pode resultar em problemas de saúde no seu cãozinho, por isso evite contribuir para esse mercado.

Alimentação do Yorkshire

Ter um bichinho de estimação em casa é pensar, em primeiro lugar, numa ração de qualidade para sua dieta. Assim, com o Yorkshire não é diferente. Porque, como são extremamente elétricos e agitados, essa raça precisa de uma nutrição alimentar equilibrada e balanceada. Assim ele irá repor as energias gastas durante o dia a dia.

Fotos do Yorkshire Terrier

Yorkshire Terrier Yorkshire Terrier Yorkshire Terrier Yorkshire Terrier Yorkshire Terrier Yorkshire Terrier

Yorkshire Terrier

Yorkshire Terrier Yorkshire Terrier Yorkshire Terrier

Separei mais esses conteúdos para você:

Guia de Adestramento Para Cães

Seu cão faz xixi no lugar errado, destróis o seu sofá e não te obedece? Conheça o Guia de Adestramento para cães. Informe seu nome e e-mail.

envelope
envelope

7 COMENTÁRIOS

    • Para ser sincera não sei,comprei um em dezembro,ele fez 3 meses e pesa 2200,disseram que eu estava a dar muita comida,mas eu não acho,dou 2x de manha e á noite,quam me vendeu mostrou uma cadela pequena e um cão,mas estou na duvida se seriam os pais,mas quer que diga,não importa,ele é um amor,meiguinho,não me larga.tenho ainda a nina,a nina tem 4 anos e pesa 2800,é pequena,e também um amor,bem mandada e limpinha,eu comprei o alf para companhioa,pois eu havia dado a nina á minha filha e ela diz que vai se mudar,leva a nina,daí eu ter comprado o alf,ele é um amor e meiguinho,não queros saber do peso,só sinto que fui enganada,pois pedi á pessoa que não me mentisse,pois fui operada á mama,tirei,e tive cancro de mama,daí não tenho muita força no braço esquerdo e vou ter de andar de vez enquando de viagem

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here