Lidando com cão doente em casa com mais de um cão

Quem tem cão doente em casa sabe que dá trabalho, mas a gente dispõe toda a atenção e cuidado sem medir esforços. Mas o que fazer quando temos outro cão ou mais alguns em casa, que estão saudáveis, alegres e agitados?

Nesse artigo vamos te dar algumas dicas de como agir nesse quesito para cuidar direitinho dos seus melhores amigos. Tanto do peludo que está debilitado, quanto dos outros cães ou outro peludo que está saudável e também precisa de cuidados.

Espaço tranquilo

Economizar para cuidados

O ideal é sim separar o cão doente do outro ou outros cães que estão saudáveis. Isto porque ele vai precisar de um espaço tranquilo, e os outros peludos vão estar brincando, pulando e fazendo tudo aquilo que ele não pode.

Ou seja, é muito provável que o cãozinho vai ficar incomodado com toda aquela agitação. Se você deixa todos no quintal (o que não tem problema, desde que seja um local apropriado e com bom espaço), o legal é trazer o peludo debilitado para dentro de casa.

Se todos os cãezinhos já vivem dentro de casa com você. Então é muito importante achar um local fora do acesso dos outros peludos, para deixar o cão doente. Assim ele poderá descansar sem ser incomodado. Esse local precisa também ser bem confortável.

Aproveite para conferir também nosso artigo sobre como lidar com cães agitados

Evitando o barulho

cão doente

Como foi falado antes, é muito importante evitar o barulho. Para os cães saudáveis barulhos altos já incomodam. Imagine para o peludinho adoecido. Então a gente recomenda colocar o peludo em um espaço onde possa ser possível abafar o som da rua e o som dos outros peludos correndo e latindo.

Se você tem um quarto longe da sala, pode colocar o cãozinho lá e usar uma daquelas grades de segurança para evitar que os outros peludos tenham acesso ao corredor que dá para esse quarto. Deixando assim o barulho dos irmãozinhos mais distante. Seja criativo e use o que tiver disponível ao seu favor.

Aproveite para conferir também nosso artigo sobre quais os cuidados na hora do banho do cachorro

Interação com os outros cães

cães intolerantes

Por mais que a gente diga que é importante evitar que o peludo doente seja “atormentado” pelos irmãos. Ele também precisa do convívio com a família e com os irmãos caninos. Pois o afastamento completo pode causar uma tristeza profunda nele.

Se os outros cães são muito tranquilos essa separação pode nem ser necessária. Mas como estamos imaginando que os outros cães são agitados, nesse caso, é bom cansá-los antes de levar para o contato com o irmão.

Tente logo após o passeio, depois que limpar o peludo, deixe ele interagir com o cão doente. Assim ele provavelmente vai estar mais cansado e se agitar menos.

Aproveite para conferir também nosso artigo sobre doença do carrapato e entenda a causa, sintomas e como evitar esse problema

Cuidados especiais

cão doente

Quando se tem um cão doente em casa ele com certeza vai precisar de cuidados especiais. Siga todas as indicações do médico veterinário. Mas seja qual for a mudança, o outro peludo não vai precisar passar por elas. Então tente adequar sua rotina para proporcionar as necessidades específicas de cada um.

Aproveite para conferir também nosso artigo sobre raças de cães mais propensas a apresentar problemas de saúde

Passeios

Alguns cães doentes não podem passear. Mas muitos podem sim. Seguindo as orientações do veterinário da sua confiança, descubra o que é indicado para o seu peludo doente. Mas lembre-se que se ele estiver liberado para o passeio, esse vai ter que ser diferente do passeio do outro cão.

A gente indica passear com cada um em momentos diferentes. Assim com o peludo saudável você pode correr e fazer várias coisas. O ritmo do cão doente provavelmente é mais lento. Então é importante respeitar as necessidade de cada um.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here