Banho em filhote de cachorro: Você está com um filhotinho de cachorro, mas não sabe como dar banho nele? Então você está no lugar certo!

Confira esse artigo incrível sobre como dar banho em filhote de cachorro sem causar problemas e traumas. Veja!

banho em filhote de cachorro
Filhote de cachorro tomando banho. Crédito da foto: Freepik

Os donos devem ter em mente que os pets podem e devem tomar banho desde pequenos, pois essa medida os protege contra fungos e outros parasitas.

É por isso que os veterinários orientam que tomem banho desde filhotes para que se habituem cedo a essa rotina.

Porém, dar banho em filhote pode gerar muitas dúvidas entre os donos. A principal delas, é quanto ao início da higienização, principalmente quando o pet ainda não está completamente vacinado.

Mas será que pode dar banho no pet sem que ele esteja vacinado?

Banho em filhote de cachorro: Sim, você pode. Mas é melhor optar por dar banho em casa, para evitar que ele pegue alguma infecção fora de casa.

Ou seja, é melhor esperar o término do protocolo vacinal, para que o cachorro não fique exposto a doenças.

Quais as vacinas necessárias para que o cão possa tomar banho?

Banho em filhote de cachorro: A vacina múltipla é fundamental para saber se pode dar banho em filhote de cachorro.  Também conhecida como V8, V10 e vacina polivalente, ela é administrada em quatro doses iniciais, com intervalo de três a quatro semanas entre cada uma.

Essa vacina é importante o cão que vai tomar em pet shop, pois deixa ele protegido contra até 12 doenças virais e bacterianas.

Como muitas delas são transmissíveis de um cão para outro, o pet deve estar imunizado para segurança própria e de outros animais.

Afinal de contas, já pensou que chato você levar o seu filhote para tomar banho em algum lugar e ele voltar contaminado com uma doença grave? Pois é!

Mas, como isso nem sempre isso é possível, nesses casos deve-se aguardar pelo menos a primeira dose da vacina múltipla, que normalmente é administrada a partir de seis semanas de vida do pet.

Nesse caso, é melhor você pode optar por dar na sua própria casa, já que, uma vez que o peludo esteja em casa, ele não entrará em contato com outros animais, então não precisa necessariamente estar vacinado para ser lavado.

Mas lembre-se: como a imunidade do filhote ainda não está 100%, é importante que a banheirinha dele (ou o banheiro) esteja muito bem higienizada.

Além disso, banhos e secagens inadequadas contribuem para uma série de problemas como otites, problemas dermatológicos e até mesmo traumas.

Por isso é preciso uma série de cuidados nesse momento, que vamos ver mais abaixo. Mas antes, por que dar banho em filhote de cachorro requer cuidados?

Em primeiro lugar, como dissemos anteriormente, é importante ressaltar que a imunidade do cão nessa fase da vida ainda está se fortalecendo.

Por isso, é considerada baixa, principalmente se ainda não recebeu todas as vacinas do primeiro ciclo. A imunidade vai sendo adquirida aos poucos.

Outro fator é em relação às mamadas. Recomenda-se muito cuidado com cachorros que ainda estão mamando, tendo em vista que é nessa fase que recebem a imunização da mãe.

Mas, então, a partir de que idade o filhote pode tomar banho sem riscos?

Aos poucos, o organismo do filhote vai ganhado imunidade por meio do colostro, uma substância presente no leite materno nos primeiros dias de vida.

Por isso, é prudente não banhar os filhotes nessa fase para, assim, garantir a segurança do animal. Nesse período a fêmea assegura a limpeza da cria, então não se preocupe!

O tutor, por sua vez, deve verificar se o pet ainda mama, uma vez que o olfato, que é muito forte em cães, é um fator que faz a mãe reconhecer seu filhote.

Se você der banho no filhote pode ocorrer a rejeição. Contudo, se for extremamente necessário, como caso ele tenha se sujado muito, recomenda-se uma higienização sem a utilização de produtos com cheiros fortes.

Vale lembrar que a sujeira em excesso também pode trazer doenças para o pet. Aí é que entra o banho, que deve ser feito com todos os cuidados para assegurar o bem-estar do cãozinho.

banho em filhote de cachorro
Cãozinho tomando banho em banheira com espuma. Crédito da foto: Freepik

Como dar banho – Qual o material utilizado para dar banho no filhote?

Banho em filhote de cachorro: Para dar um banho em um filhote pela primeira vez são necessárias algumas precauções. Antes de mais nada, você deve reunir todo o material que será utilizado nesse momento, antes mesmo de começar a banhar o animal.

Você vai precisar de:

  • Um recipiente com água morna;
  • Pente de borracha macia para cães;
  • Shampoo específico para filhote de cachorro;
  • Esponja macia;
  • Toalhas macias;
  • Secador.

Como dar banho – Quais são os cuidados com o banho em filhote de cachorro?

Alguns cuidados merecem atenção na hora do banho. Confira quais são:

Banho em filhote de cachorro – Prepare o ambiente:

Antes de começar o banho, prepare um espaço reservado, ou seja, evite locais com correntes de ar e muito agitados, pois o animal será exposto a uma nova situação e precisa de tranquilidade.

Banho em filhote de cachorro – Escolha dias quentes:

Dias mais quentes são ideais para dar banho em filhotes de cachorro, porque essa medida evitará que sinta frio após ser banhado.

Nesse sentido, o horário também deve ser observado e o ideal é que seja entre 11h e 15h, considerado o período mais quente do dia.

Fique atento à temperatura da água:

Use sempre água morna, independente da época do ano. É claro que se estiver um clima muito quente você pode dar um banho com uma temperatura mais fresquinha, mas na maioria das vezes dê preferência à água morna, jamais muito quente e nem gelada.

Tampe bem o ouvido do filhote com algodão:

Essa medida é muito importante e impedirá que a água entre no ouvido do animal, evitando o surgimento de uma otite, que é bem comum em cães.

Você também pode optar por algodões hidrofóbicos, que repelem a água ao invés de absorver.

E, claro, não se esqueça de, antes de retirar o algodão, secar bem as orelhas para que a água não penetre nos ouvidos.

Use shampoos e produtos específicos para cães filhotes:

Os filhotinhos possuem a pele muito sensível e outros produtos podem provocar sérias reações alérgicas, por isso use somente produtos específicos para cães dessa idade.

Desenvolvidos por especialistas, eles possuem pH mais adequado.

Evite dar banhos com muita frequência:

O ideal é só banhá-lo quando perceber que está sujo ou de acordo com as recomendações do veterinário, mas nunca em excesso pois pode retirar a proteção natural da pele e também ressecar.

Além disso, o animal pode começar a ter problemas dermatológicos. Então só quando necessário, ok?

Tenha cuidado com banhos no inverno:

O ideal é ligar um aquecedor ou dar preferência para o banho a seco.

Veja aqui como dar banho seco no seu cão!

Não jogue água diretamente na cabeça do cachorro:

Além de assustar o pet, jatos de água nas narinas podem ser perigosos para ele.

Banho em filhote de cachorro – Utilize toalhas limpas e macias:

Quando terminar o banho em filhote, utilize uma toalha limpa e fofinha para remover o excesso de umidade.

Cuidado com a temperatura do secador:

Não use secador muito quente nem muito perto do filhote, para não queimá-lo, machucá-lo ou assustá-lo.

Com a ajuda de secador e escova, faça a secagem dos pelos cuidadosamente.

Nessa hora, caso ele fique com medo, vale agradar seu cão com um petisco para tentar deixar a parte chata para ele um pouco mais agradável.

Para tornar a secagem mais eficiente, o melhor é dar um banho nos dias mais quente, para acelerar a secagem.

banho em filhote de cachorro
Pug dentro de uma banheira, em pé. Crédito da foto: Freepik

Como dar banho – Qual é a frequência adequada de banho em filhotes?

Banho em filhote de cachorro: Geralmente, recomenda-se que cães de pelo curto tomem banho a cada 15 dias no verão e a cada 30 dias no inverno.

Já para os cães de pelo longo, é recomendado dar banho a cada 15 dias, independente da estação.

Porém, se você deseja saber com certeza qual é a frequência mais adequada para a raça específica do seu cachorro, vale a pena conversar com um veterinário.

A frequência ideal de banhos depende de vários fatores, como raça e idade. Por exemplo, a pele de algumas raças, como o Cocker Spaniel, produz mais gordura que outras. Logo, precisa de mais banhos.

Raças de pelagem dura, como os terriers (Bull, Jack Russell, Scottish, West Highland White, Yorkshire, etc.), não precisam de banhos tão frequentes e os cuidados com a pelagem são diferentes dos demais.

Já cães de pelos macios, como o Bichon Frisé, Poodle e Spitz Alemão, necessitam de banhos semanais e escovação pelo menos três vezes por semana.

Já o Akita, Husky Siberiano e Malamute do Alaska, que possuem pelagem primitiva, necessitam apenas de banhos mensais. No caso deles, a escovação deve ser mais frequente que o banho, já que a pelagem dupla e com muito subpelo precisa ser removida.

Em casos de banhos terapêuticos (de tratamento), esses devem ser recomendados somente por um médico-veterinário.

Como dar banho
Cão dentro de uma banheira com espuma em cima da cabeça. Crédito da foto: Freepik

Como dar banho em filhote de cachorro?

Banho em filhote de cachorro: Primeiramente, escolha uma altura de água confortável para o pet, para evitar estresse e a sensação de afogamento, visto que essa situação é nova para ele (principalmente se for banheira).

Em seguida, siga o passo a passo a seguir:

Banho em filhote de cachorro – 1) Molhe todo o animal

Com a ajuda de uma esponja macia, molhe todo o corpo do animal suavemente, evitando a cabeça.

Durante essa primeira fase, brinque com o filhote para descontraí-lo o máximo possível, converse com ele e tente distrair com algum brinquedinho, para que essa primeira experiência seja positiva para ele.

Tudo para tornar esse momento agradável e não traumatizante!

Banho em filhote de cachorro – 2) Espalhe o shampoo

Quando o pet já estiver todo molhado, espalhe bem o shampoo com a ajuda de uma esponja e do pente de borracha.

Procure esfregar suavemente todo o cãozinho, nada de ser bruto para não assustá-lo, sempre brincando com ele com uma voz bem tranquila.

Lembre-se sempre de escolher produtos para filhotes!

Banho em filhote de cachorro – 3) Enxágue-o bem

Assim que terminar, enxágue bem o pet cuidando para que não fique nenhum resíduo de shampoo, evitando, dessa forma, alergias.

Se possível, transfira-o para outro balde com água limpa, para se certificar de que esteja totalmente sem shampoo.

Banho em filhote de cachorro – 4) Seque totalmente o pet

Banho em filhote de cachorro: Para secá-lo, utilize duas toalhas. Com a primeira você retirará todo o excesso de água e o deixará quase seco.

Com a segunda toalha, você tentará deixá-lo ainda mais seco. Por fim, utilize o secador na potência mais baixa, para que ele não se assuste com o barulho e crie um trauma em relação ao banho.

É bem comum que os animais tenham medo do ruído dos secadores, pois alguns são bem barulhentos e podem atrapalhar.

Para finalizar, que tal aplicar uma colônia para deixar o pet ainda mais cheiroso? Mas é claro, a colônia deve ser para cães e jamais perfume de humanos, pois pode dar alergia!

Veja aqui o que não fazer no banho do cachorro.

Pomeranian or small dog breed was taken shower by owner and stood in red bucket Premium Photo

Gostou das nossas dicas de como dar banho em filhote de cachorro? Então siga nossos passos e garanta a saúde e o bem-estar de seu peludinho!

São apenas alguns cuidados e medidas simples que asseguram bons resultados e uma vida mais saudável ao seu amiguinho, afinal eles merecem muito carinho e dedicação.

Que tal ler também sobre as necessidades básicas dos cães? Os melhores conteúdos sobre o universo canino você encontra aqui no Web Cachorros, o site de quem ama cães.

Até a próxima!

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here