Afinal, remédio caseiro para carrapato funciona? Descubra no artigo de hoje, aqui no Web Cachorros.

Mas primeiro vamos entender o que são carrapatos, esses bichinhos tão temidos.

Ele são seres parasitas que causam muito incômodo nos cães. São artrópodes pertencentes à classe Arachinida, como as aranhas e escorpiões.

Eles se alimentam do sangue dos animais, causando o principal sintoma: coceira.

Portanto, se você ver seu cãozinho se coçando pra lá e pra cá, alerta vermelho! Pode ser carrapato.

Sabemos que existem algumas formas de tratamento para essa doença, conhecida como Doença do Carrapato, mas será que remédios caseiros funcionam?

Descubra a seguir. Boa leitura!

carrapato
Filhote de Jack Russel coçando as patinhas. Crédito da foto: Freepik

Como eliminar o carrapato do seu pet de maneira natural?

Quando você percebe que seu cão está se coçando muito, pode ser sinal de pulga, alergia ou carrapato.

Se o motivo é carrapato, provavelmente a coceira estará mais concentrada nas orelhas, olhos e pescoço.

Outro sintoma é que o animal tenderá a morder suas patas por vários dias após ter sido atacado por carrapatos. Depois que a picada adormece o local, o cachorro não percebe mais o carrapato.

O importante é que a presença de carrapatos no seu pet seja detectada rápido o suficiente para que não seja desenvolvida doenças no animal, que podem levá-lo à morte.

As doenças do carrapato podem ser classificadas em Babesiose, Lyme, Febre Maculosa e Paralisia do Carrapato.

Neste post, damos dicas de tratamentos naturais para o pet infectado com os parasitas. São remédios 100% naturais, que podem ser tão eficientes quanto os medicamentos antiparasitários, produzidos à base de produtos químicos, vendidos em petshops.

Recomendamos, no entanto, que antes de aplicar qualquer tratamento em seu cão, consulte um veterinário para que ele possa examinar melhor o animal e verificar qual o procedimento natural será o mais eficiente e adequado para o momento.

Saiba diferenciar os tipos de carrapatos

Diferentemente das pulgas, os carrapatos não pulam, mas andam e se agarram no hospedeiro, como o cão. Por serem aracnídeos, são mais similares às aranhas.

Apesar de existirem mais de 800 tipos de carrapatos, apenas duas famílias desse parasita (carrapatos duros, que possuem escudos ou placa dura nas costas, e carrapatos moles) podem transmitir doenças aos seres humanos.

Portanto, os carrapatos infectados ao morder cães e pessoas podem transmitir doenças.

Os remédios naturais são mais eficientes nos carrapatos ainda pequenos. Se forem maiores, o ideal é levar o cachorro ao veterinário para que ele os retire com uma pinça.

O carrapato do cachorro pode ser encontrado com facilidade em canis, muros, telhados, batentes de portas, troncos, cascas de árvores, folhas, plantas, entre outros locais de pouca luminosidade.

Doença do carrapato – Quais as principais?

Febre Maculosa

Conhecida também como doença do carrapato, essa infecção é causada por uma bactéria chamada Rickettsia Rickettsii.

Tendo esse organismo como hospedeiro, ela passa para o corpo humano a partir da mordida dele.

Dessa forma, ela vai diretamente para a corrente sanguínea e pode causar febre alta, calafrios, dores no corpo constantes, incluindo cabeça e abdominal.

Mas calma, não se assuste tanto, pois para que uma pessoa consiga ser infectada, ela precisa passar pelo menos seis horas com o carrapato no corpo. Porém não subestime!

Doença de Powassan

Essa doença viral também é transmitida na parte da mordida do carrapato e o portador pode ser assintomático ou ter sintomas comuns de gripe.

Mas o grande problema está na atuação do vírus no cérebro.

Ele é conhecido por ser neuro invasivo e com isso, pode levar a inflamação e inchaço do órgão.

Como resultado, você pode ter encefalite, perda de coordenação, confusão mental, problemas na fala e até perda de memória.

Importante destacar que ela não é transmitida por qualquer carrapato, apenas pela do gênero Ixodes. O grande problema é que o vírus consegue infectar uma pessoa muito rápido.

Doença de Lyme

Para completar as doenças em seres humanos, não podemos deixar de destacar a Doença de Lyme.

Assim como a anterior, ela também é transmitida pelo carrapato Ixodes, mas por se tratar de uma bactéria, a transmissão é um pouco mais demorada.

O perigo dessa bactéria conhecida como Borrelia Burgdorferi é o fato dela se instalar nos órgãos e causar complicações que podem levar à morte.

Erliquiose

No caso dos cachorros, a erliquiose é transmitida pelo carrapato marrom. Entre os sintomas, você pode detectar febre, fraqueza muscular e falta de apetite do seu animal.

Babesiose

Enquanto isso, a babesiose costuma ser um pouco mais rara. Isso acontece, pois estamos falando de um parasita que contamina primeiro o carrapato marrom para depois ir ao seu animal.

Nesse caso, ao entrar na corrente sanguínea, o protozoário consegue destruir os glóbulos vermelhos e se multiplicam rapidamente.

Entre os sintomas, devido a sua ação, pode causar anemia, perda de apetite, palidez, icterícia, urina escura e mucosas amareladas.

Desse modo, além de zelar pelo seu pet, cuide de forma adequada da sua casa.

carrapato
Carrapato em um vidro, no laboratório. Crédito da foto: Freepik

Preste atenção nos sintomas de seu bicho de estimação

Os primeiros sintomas a serem observados no animal que foi atacado por carrapatos são: vermelhidão, coceira intensa, erupção e inchaço, principalmente na área das orelhas, à volta dos olhos, nuca ou pescoço, e entre os dedos das patas do cachorro.

Faça uma inspeção minuciosa e atenta em seu pet, principalmente se ele foi passear em lugares com possibilidade de ter carrapatos

Conheça as doenças mais comuns provocadas pelo carrapato

  • Babesiose: causa anemia, podendo prejudicar o fígado, os rins e o baço, apresentando febre acima de 41 º C e urina escura.

  • A doença pode causar ainda sintomas neurológicos, como ranger de dentes ou comportamento trôpego;

  • Erliquiose: causa sangramento nasal, febre de até 40,5º C e supressão do sistema imunológico;

  • Lyme: os animais geralmente mancam, ficam desanimados e têm febre alta. Podem apresentar erupção na pele;

  • Febre maculosa: febre alta, rigidez, respiração difícil, vômito, diarreia, edema na pata e no focinho, sangramento nasal, na urina e nas fezes;

  • Paralisia do carrapato: causada por uma neurotoxina existente na saliva do carrapato, causando a paralisia do cachorro. Só com a remoção dos carrapatos, o cachorro volta ao estado normal.

Leia aqui como proteger seu cão dos principais tipos de carrapatos.

Remédio caseiro funciona sim, mas é claro que não substitui o médico veterinário.

Você pode utilizar as técnicas a seguir, porém mesmo assim deve procurar um profissional para auxiliá-lo da melhor forma.

De qualquer maneira, os métodos naturais a seguir irão aliviar seu cão! Veja abaixo.

1) Como eliminar o carrapato com vinagre – remédio caseiro

Dilua uma xícara (chá) de vinagre de maçã, 950 ml de água morna e 30 ml de sabonete de Castela.

Para uma solução ainda mais potente, acrescente duas ou três gotas de óleo de lavanda ou cedro à mistura.

Se o seu animalzinho tiver a pele sensível, use uma solução mais fraca de vinagre, diluindo-o em mais água.

Cubra os pelos do animal com o líquido. Busque infiltrar a solução por entre os pelos e chegar à pele. Movimente até espumar o sabonete e deixe a solução agir por 10 minutos no corpo do cão.

Cuidado para que o remédio não entre nos olhos do pet.

Para passar a solução no corpo do animal, utilize luvas de borracha e mangas compridas, para que os carrapatos não consigam se hospedar em você.

Penteie o bichinho com um pente fino e procure remover os carrapatos. Em seguida, enxague o pet com água morna.

Caso perceba que o animal continua infectado após a aplicação do remédio, consulte um veterinário.

2) Camomila é um ótimo remédio caseiro para remover carrapatos

Prepare um chá com flores ou sachê de camomila. Espere ficar morno. Embeba um algodão no chá e passe na pele do cachorro, principalmente nas áreas afetadas pelo parasita.

Os carrapatos irão se desprender do animal.

3) Frutas cítricas são repelentes naturais

Primeiramente, ferva em meio litro de água duas frutas cítricas (laranja, limão, mexerica etc) cortadas em rodela, com a casca.

Quando o líquido entrar em ebulição, mantenha por 1 minuto e depois baixe o fogo. Deixe assim por uma hora.

Espere esfriar e coloque em uma garrafa com borrifador. Aplique no cachorro, cuidando para que não seja atingido os olhos.

Esse remédio à base de frutas cítricas pode ser usado também para desinfetar a casa.

4) Ervas ajudam a secar os parasitas

Antes de mais nada, esmague folhas e talos do capim-limão, também conhecido como erva-cidreira.

Depois, acrescente 100 ml de álcool no caldo esverdeado e deixe descansar por 24 horas em local escuro. Acrescente um litro de água e duas colheres (sopa) de sal.

Por fim, coloque o líquido em um borrifador e pulverize sobre o animal. No dia seguinte, os carrapatos começarão a ficar secos e cairão do corpo do pet.

5) Remédio caseiro – Limão, canela, rícino e sésamo

Misture em partes iguais óleo de limão, de canela, de rícino e de sésamo.

Em seguida, umedeça um pano limpo na mistura e aplique o remédio natural sobre a pele do seu cachorro com muito cuidado.

carrapato
Carrapato em um vidrinho transparente, em laboratório para estudo. Crédito da foto: Freepik

Remédio caseiro funciona? Confira receitas a seguir!

6) Óleos aumentam o efeito antiparasitário

Misture os óleos de lavanda, limão, cedro, manjericão e camomila. Umedeça um pano limpo e aplique o líquido concentrado sobre a pele do cão.

7) Combinação de óleo de amêndoas e vitamina E

Este é um excelente remédio caseiro para ser usado nas partes do corpo em que estão concentrados os carrapatos.

Primeiramente, misture 20 ml de óleo de amêndoas com 1 cápsula de vitamina E. Despeje a solução em um frasco conta-gotas.

Por fim, é só aplicar as gotinhas nas partes afetadas do animal e massagear!

8) Neem: o potente óleo

Aplique com um pano limpo o óleo de Neem diretamente sobre a pele do pet. Se usar o óleo essencial de Neem, dilua 2 gotas do óleo em meio litro de água.

9) A combinação de alecrim e canela: remédio natural

Misture 10 gotas de óleo essencial de alecrim, 7 gotas de óleo essencial de canela, 3 gotas de óleo essencial de cedro e 2 colheres de óleo de amêndoas doces.

Coloque a mistura em um frasco e agite-o. Aplique a solução nas áreas infectadas do animal.

10) Bicarbonato de sódio é um remédio natural ideal que funciona para eliminar os carrapatos grudados no corpo do animal

Esse é mais um remédio natural ideal que funciona para eliminar os carrapatos grudados no corpo do animal.

Junte meia colher de bicarbonato de sódio, meia colher de sal, 100 ml de vinagre de maçã e 100 ml de água morna.

Depois, misture tudo e coloque o líquido em uma garrafa para borrifar no cachorro.

Como evitar os carrapatos em seu animal de estimação

É importante sempre verificar a pelagem do seu pet, principalmente quando volta dos passeios diários. Vasculhe orelhas, patas, costas e cabeça.

Ah! Tose seu animal quando o pelo estiver muito longo, principalmente nas épocas mais quentes do ano (primavera e verão), quando a incidência de carrapatos aumenta.

Poder contar com soluções naturais para combater os parasitas de nossos animais de estimação é extremamente importante, não é mesmo?

E esses remédios caseiros funcionam, porém depende também das condições de saúde do animal.

Portanto, nosso conselho é: consulte sempre um médico veterinário quando tiver dúvidas sobre remédios caseiros e sobre a utilização deles nos animais.

E não se esqueça que eles não substituem um tratamento com o médico, mas complementam e potencializam os resultados.

Como são naturais e caseiros, não tem problema usar e realmente podem funcionar, trazendo benefícios para seu cãozinho!

Agora que você já conhece alguns remédios caseiros para carrapato, leia também: Por que tem cachorro que range os dentes?

Esperamos que tenha gostado desse artigo e esclarecido suas dúvidas sobre o assunto, continue acompanhando nosso blog se você ama cachorros!

Até mais.

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here