Primeiros socorros para cães. Seu pet está machucado? Então aprenda a fazer um curativo simples no seu pet!

Afinal, quando nós temos um animal de estimação em casa, é preciso estar preparado para tudo, não é mesmo? Já que os cachorros costumam ser animais bastante agitados e brincalhões, podendo ganhar pequenos machucados ou alguns ferimentos por conta de alguma brincadeira mais estabanada.

Primeiros Socorros para Cães: Aprenda a fazer um curativo simples no seu pet
Cão da raça Pequinês deitado em uma mesa branca com estetoscópio na clínica veterinária. Crédito da foto: Freepik

É claro que você não deve dispensar a ida ao médico veterinário, porém saber fazer um bom curativo caseiro é fundamental para que você possa resolver algum machucado mais leve ou até mesmo como um paliativo até chegar ao consultório.

Para poder socorrer um cão, primeiramente você precisa ter algumas informações básicas de como funciona o organismo do animal. Só assim será possível avaliar o estado geral em que ele se encontra.

Para começar, saiba que as ocorrências graves em animais dividem-se em dois casos:

  • Emergência: requer medidas imediatas, pois a vida pode depender delas. Exemplo – hemorragia, parada cardíaca ou respiratória, atropelamento, envenenamento, choque elétrico, afogamento, etc.
  • Urgência: é uma ocorrência de menor gravidade, mas que precisa ser socorrida a tempo para que o animal não tenha complicações mais sérias. Exemplo: vômito ou diarreia intensos, infecção uterina, ausência de urina por mais de 24hs, convulsão e outros.

    Primeiros Socorros para Cães: Aprenda a fazer um curativo simples no seu pet
    Cachorro está deitado com uma bandagem azul e um kit vermelho de primeiros socorros ao lado. Fundo branco. Crédito da foto: Freepik

Primeiros socorros para cães – Quais são os itens que não podem faltar na sua casa.

Bom, para garantir um curativo caseiro eficiente, esses são os materiais que não podem faltar na sua despensa para os primeiros socorros para cães

  • Gaze: material absorvente que serve para limpar e proteger os ferimentos do animal. O ideal é que seja compressa estéril e não adesiva, sem fiapos.
  • Atadura: mantêm o curativo no lugar. Por ter uma composição mais firme do que a, esse material é recomendado para proteção de feridas mais profundas. Use-a para envolver o ferimento, sem apertar muito porque as feridas podem inchar. Recomenda-se deixar, entre a pele do animal e o curativo, espaço suficiente para inserir dois dedos.
  • Esparadrapos: ajuda na fixação do curativo ou imobilização de algum dos membros em caso de fratura. Os esparadrapos elásticos garantem uma melhor fixação do curativo sobre o ferimento. Você também pode improvisar e envolver e fixar o curativo, provisoriamente, com filme plástico de cozinha.
  • Solução fisiológica: utilizado para limpar os ferimentos.
  • Antisséptico: serve para desinfetar os ferimentos.

Primeiros socorros para cães – Como fazer curativos?

Curativo é o procedimento de limpeza, desinfecção e proteção de uma lesão qualquer.

A limpeza de um ferimento deve ser feita com soro fisiológico. Esse procedimento permite que o local seja limpo, pois os pelos e todo tipo de sujeira serão eliminados. Seque o ferimento com gaze após ter feito a lavagem.

Para desinfetar a ferida, podemos usar vários tipos de antissépticos. Há aqueles que preferem usar água e sabão para eliminar bactérias… Também é eficaz! Água oxigenada, líquido de Dakin (cuidado, pois ele mancha a roupa!) e iodo Povidine também são muito utilizados nos curativos. Aplique o antisséptico sobre o ferimento e vá secando com uma gaze.

Pomadas antibióticas podem ser usadas no final e ajudam a evitar infecções. O ferimento deve estar limpo e seco, sem sangue, pus ou sujeira para que o antibiótico atue bem. Se optar por usar a pomada, aplique uma boa quantidade sobre uma gaze e cubra o ferimento com ela.

Após a desinfecção da ferida, mantenha o local protegido. Use ataduras de gaze limpas e secas para esse fim. Aplique-as sobre o ferimento já limpo.

Para fixar a gaze, uma faixa crepe é o mais indicado, pois o esparadrapo ficará aderido aos pelos e causará incômodo.

Quando possível, enfaixe o local e fixe a fita crepe com esparadrapo. Se o curativo começar a sair do lugar, você terá que fixá-lo na pelagem usando faixas de esparadrapo.

Quando for trocar um curativo, observe se a gaze está aderida ao ferimento. Se estiver, umedeça o local com soro fisiológico até que a gaze de desprenda. Isso evita que o ferimento sangre.

Primeiros Socorros para Cães: Aprenda a fazer um curativo simples no seu pet
Pinscher e Spitz Alemão em fundo branco. Eles estão com acessórios de veterinário e um kit vermelho de primeiros socorros. Crédito da foto: Freepik

Os animais detestam curativos e a primeira reação será tentar arrancar tudo com a boca! É importante usar um colar de contenção, aquele cone, para garantir a integridade do curativo que você fizer.

Troque o curativo diariamente ou em dias alternados. Seu veterinário poderá indicar os produtos a serem usados nos curativos e a frequência com que você deve trocá-los.

Esperamos que com esse artigo sobre Primeiros Socorros para cães, você se sinta mais preparado para socorrer sem amigo em algum imprevisto. Afinal, quanto menos tempo você levar para cuidar dele, maior a chance de o animal sair ileso do acidente!

Leia mais sobre cuidados com pets aqui no Web Cachorros. Até a próxima!

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here