Habituação: Entenda como acostumar cães a estímulos

Você já ouviu falar em Habituação? Vamos explicar mais detalhadamente sobre a habituação abaixo, a habituação é uma forma de aprendizagem e vai se mostrar muito importante na vida do seu cãozinho. Podendo te ajudar a evitar diversas situações desconfortáveis.

Nesse artigo você descobre como usar a habituação, principalmente para o seu filhote e como isso pode deixar o seu cãozinho mais feliz e tranquilo.

O que é habituação?

Como falamos a habituação é um tipo de aprendizagem. É uma situação de aprendizagem não associativa, onde o cãozinho tem uma experiência e se habitua com ela. O que significa que o peludo não associa a situação ou coisa, pode ser também uma pessoa, a nada. Ele simplesmente fica tranquilo com aquele estímulo.

Foto: Freepik

Vale lembrar que para a técnica funcionar, o cão deve ser exposto repetidamente ao estímulo. Um exemplo é o barulho de carros e outros veículos. O peludo deve ser exposto aquele estímulo (de forma a evitar que ele tenha experiências ruins) até se habituar com o estímulo.

Recompensa e punição

Como falamos a habituação não é associativa. Assim o cãozinho não deve receber recompensa, muito menos punição na habituação. Na habituação o estímulo deve ser neutro. Portanto nada de pegar os petiscos e sair dando para o cãozinho se você deseja aplicar a habituação com ele.

Basta expor o peludo ao estímulo neutro. Certificando-se de que ele não tenha experiências negativas nem positivas na situação ou com o estímulo. Seguindo o exemplo do barulho de carros, coloque o som em volume ambiente e deixe fluir.

Aproveite para conferir também nosso artigo sobre guarda compartilhada para cães e entenda como funciona

Qual a importância da habituação?

A habituação é usada principalmente para barulhos e com filhotes. Que geralmente se assustam com barulhos altos e podem desenvolver traumas. Mas você também pode usar a técnica para objetos, para evitar que o cão destrua objetos da casa por exemplo.

Foto: Freepik

Ou pode usar com pessoas, caso queira que ele não venha a interagir com alguém da casa. Basta que essa pessoa entenda que não deve falar nem olhar, não dar atenção ao cão nunca. E passará a ser um estímulo neutro. Mas vale lembrar que o ideal é que todos da casa queiram um caso você pretenda adquirir um.

Só funciona com filhotes?

Tudo é mais fácil de fazer com filhotes. Afinal eles ainda não tiveram experiências muito negativas ou positivas, e quanto mais novinho melhor para o adestramento. Porém, dá para usar a habituação com cães adultos sim.

Porém apenas se ele ainda não tiver tido um aprendizado associativo com o estímulo que você deseja que seja neutro. Caso ele já tenha tido uma experiência significativa, a técnica usada é a dessensibilização ou contracondicionamento.

Aproveite para conferir também nosso artigo sobre certo e errado e saiba se cães entendem essa diferença

Foto: Freepik

A habituação é muito positiva para evitar que o seu cão desenvolva muito medo de fogos de artifício e trovões, por exemplo. Por isso se o peludo é novinho ou ainda não teve experiências significativas com essas coisas, vale a pena começar usando o barulho em som ambiente para habituar o cão ao som.

Com o tempo você pode ir aumentando o volume, sempre observando se o cão está começando a se incomodar ou não. E não fique dando atenção ao barulho, ignore e continue com a rotina, assim o cão vai se acostumando com o som (ou outro estímulo) e deixa aquilo de lado, mesmo que posteriormente você venha a dar atenção aquele estímulo.

Separei mais esses conteúdos para você:

Guia de Adestramento Para Cães

Seu cão faz xixi no lugar errado, destróis o seu sofá e não te obedece? Conheça o Guia de Adestramento para cães. Informe seu nome e e-mail.

envelope
envelope

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here