Tipos de camas para cães: Como escolher a ideal para o seu pet?

Afinal, são tantos tipos, tamanhos e tecidos diferentes que fica até difícil saber qual a melhor. Devemos considerar diversos fatores antes de tomar a decisão e procurar o melhor tipo.

Primeiramente, se o seu cãozinho não for dormir com você na sua cama, é necessário que ele tenha uma caminha só para ele!

Esse item é fundamental para o bem-estar dos pets, sendo extremamente necessário à  qualidade de vida deles.

Então se você é tutor de um cão e prefere que ele tenha o seu próprio cantinho, nossa dica é que você o acostume desde filhote. Leia mais aqui!

Portanto, o primeiro passo é comprar uma cama confortável para o seu amigo peludo, até porque cães dormem em média 16 horas por dia, distribuídas entre as horas de sono noturnas e as sonecas durante o dia.

Mas o que considerar na hora de comprar uma caminha? Como escolher a melhor? São tantos tipos de camas para cães que é preciso uma ajudinha!

Continue lendo nosso artigo para entender qual é a mais adequada para o seu amigo de quatro patas.

Boa leitura!

camas para cães
Filhote de cachorro em uma cestinha, segurado por uma menina. Crédito da foto: Freepik

Camas para cães: Como escolher a ideal?

Alguns cãezinhos podem relutar em usar a caminha no dia a dia, preferindo a cama do tutor ou o sofá da sala de estar.

Por isso, é importante escolher um produto que, além de confortável, o animal goste e, principalmente, se adapte, a fim de que ele curta o seu próprio espaço.

Afinal, tanto os cachorros pequenos quanto os grandes, precisam de um lugar para relaxar a musculatura.

Para garantir o conforto e a saúde do cão, é necessário observar algumas características do produto e necessidades do cachorro.

Seja a caminha no estilo almofadão ou colchão, ninho ou com alças laterais, iglu ou cabaninha, divã ou sofá, impermeável ou não, o ideal é que você escolha o modelo mais apropriado para o seu cãozinho.

É imprescindível, também, que as camas sejam feitas com componentes atóxicos e hipoalergênicos. Afinal, os cães podem rasgar o tecido e ingerir o revestimento.

No mercado, as opções variam de acordo com as necessidades do pet, e é por isso que é fundamental entender para que servem cada uma delas.

Continue a leitura desse artigo para conhecer as melhores camas para cães e saber em quais casos elas são recomendadas.

Veja tudo o que você deve levar em conta!

Tamanho

Ao investir em uma cama para cachorro, deve-se levar em consideração alguns fatores, como o tamanho, o formato, o modelo e o material do objeto, a reação do pet ao clima e até a idade do animal.

Vamos começar pelo tamanho, tanto do cachorro quanto da caminha.

Para que o cão se sinta o mais confortável possível, é fundamental que a cama seja espaçosa o suficiente para ele deitar e se movimentar.

Uma dica é sempre comprar o produto um pouco maior que o animal, não do tamanho certinho.

Vale ressaltar que uma cama para cachorro grande pode ter, aproximadamente, 65 a 100 centímetros de largura. Já uma caminha para cachorro pequeno tem por volta de 35 a 70 centímetros.

Ou seja, a escolha da melhor caminha depende de como o cão gosta de dormir.

Formato

O segundo ponto a ser considerado é o formato. Sejam em formatos circulares, ovais, retangulares ou quadradas, as camas devem ser escolhidas pelos hábitos dos pets.

Lembrando que modelos redondos e quadrados acomodam melhor cachorros que dormem encolhidos.

Já as camas nos formatos retangulares ou ovais são as favoritas dos bichinhos que preferem dormir esticados.

Portanto, a caminha deve ser comprada de acordo com o comprimento, a altura e a posição em que o cachorro costuma dormir. Observe esses pontos!

Além disso, é importante levar em consideração o espaço disponível no local onde ela será colocada.

Mesmo em casas pequenas, não é difícil encontrar um local em uma área comum ou em um quarto de algum membro da família para isso.

Camas para cães – Modelo

Em terceiro lugar, é necessário pensar no modelo das camas para cães.

Além das camas almofadão ou colchão, ninho ou com alças laterais, iglu ou cabaninha, divã ou sofá, existem as camas ortopédicas. Elas são ideais para cachorros de terceira idade ou com problemas de locomoção.

Já as camas do estilo almofadão ou colchão são mais aconselhadas para cães de porte grande que adoram se espreguiçar.

Camas elevadas, por exemplo, devem ser evitadas para filhotes, cachorros pequenos ou de idade avançada, pois podem causar quedas e até mesmo acidentes.

Se o pet tiver menos de um ano, o ideal é escolher um modelo mais simples, sem detalhes, a fim de que ele se acostume rápido.

Material

Continuando, vamos pensar também no material da caminha, afinal o tipo de material da caminha é um fator que determinará o nível de conforto, durabilidade e limpeza dela.

Independente se for com ou sem acolchoamento, de algodão, nylon ou poliéster, é imprescindível que a cama seja macia.

Se o modelo escolhido não for confortável o suficiente ou duro, você pode adicionar uma almofada, um colchonete ou um cobertor.

Além disso, certos materiais podem ser mais adequados para alguns animais do que para outros.

Por exemplo, modelos em tecidos que retêm menos calor são ideais para cachorros mais peludos, que não costumam sentir tanto frio.

Em contrapartida, modelos em tecidos mais quentes são recomendados para pets que necessitam se aquecer durante o sono, como aqueles de pelinho liso.

camas para cães
Cão da raça Jack Russell Terrier deitado em sua caminha. Crédito da foto: Freepik

Camas para cães – Reação ao clima

Como já observamos acima, um outro detalhe essencial a se observar é como o cachorro reage ao clima da região.

É importante considerar a temperatura do local e a pelagem do pet (peludo ou pelo liso) para entender se o cão costuma sentir frio ou calor.

Para as estações mais frias, as melhores camas são as de pelúcia ou as mais fechadas, como, por exemplo, as casinhas.

Já em locais mais quentes, as melhores opções são as caminhas mais abertas, produzidas com materiais leves e finos.

Um ponto positivo das camas para cachorro, inclusive, é que elas servem de isolante térmico.

Esses produtos podem proteger os pets tanto do piso frio no inverno quanto do calor do solo no verão.

Mas não se esqueça de comprar também uma mantinha ou coberta para ele, pois somente a caminha não aquece tanto dependendo da temperatura.

E coloque a caminha em um local fechado, dentro da casa e não fora no quintal. Se o cão dormir no quintal, certifique-se de fechar bem o local, protegendo o seu pet das correntezas de ar geladas do inverno. Ele pode ficar doente!

Camas para cães – Considere a idade do animal

A medida que os cães envelhecem, torna-se ainda mais imprescindível o uso de uma caminha que atenda às suas necessidades, já que agora eles precisam de uma atenção especial.

Cães mais velhos devem utilizar camas maiores e mais acolchoadas, já que passam grande parte do dia deitados e costumam dormir mais, já que possuem menos energia se comparado aos filhotes e adultos.

Além disso, as caminhas desses cachorros precisam ser baixas, pois o ato de subir e descer de locais altos costuma acarretar problemas em suas estruturas ósseas e articulares.

Por isso, as camas divãs que ficam levemente suspensas não são recomendadas.

E os pequenininhos? Os filhotes, por sua vez, sentem-se mais protegidos em camas que se ajustam ao seu tamanho.

Então opte por comprar uma cama menorzinha para ele, não precisa comprar uma cama gigante.

As de formato arredondado por exemplo, podem trazer a sensação de mais aconchego e segurança ao filhote.

Limpeza e higiene das camas para cães

Após a compra da caminha ideal para o seu cachorro, é importante entender como cuidar da higiene do produto.

A caminha do pet é o local onde ficará acumulado a maior parte da sujeira e dos odores.

Por exemplo, patas sujas, pelo molhado, urina e até mesmo uma infestação de pulgas, carrapatos e bactérias podem trazer problemas para a saúde do animal.

Por isso, o ideal é que a cama seja fácil e prática de limpar no dia a dia.

Camas com tecido impermeável, por exemplo, exalam menos odor, mas podem irritar a pele de alguns cachorros.

Ao lavá-la, é necessário lembrar que cães mais sensíveis podem estranhar cheiros muito fortes, ou mesmo ter reações alérgicas ao produto utilizado.

Nesse caso, optar por produtos neutros e com aroma suave é uma ótima alternativa.

É interessante, ainda, verificar se a cama é lavável antes de adquiri-la. Alguns modelos podem ser lavados por completo, enquanto, em outros, deve-se lavar apenas o forro.

Existem caminhas, inclusive, que não podem ser lavadas na máquina, somente manualmente.

Em síntese, é importante escolher um produto que se adeque, também, ao seu dia a dia.

https://www.freepik.com/free-photo/dog-bed-morning_6978014.htm#query=dog%20bed&position=45&from_view=search
Cão branco e marrom deitado na cama de manhã. Crédito da foto: Freepik

Camas para cães: Principais tipos

Cama almofadão ou colchão

É o modelo mais simples e barato de caminha para cachorro, podendo ser encontrado em diversos formatos e materiais. Por ser mais largo e não ter bordas altas, o almofadão ou colchão contempla tanto os cachorros pequenos como os grandes.

No entanto, esse produto é a opção ideal para os cães de grande porte, já que camas para esses bichinhos são mais difíceis de se encontrar. Esse tipo de caminha apresenta ótimos preços em relação aos outros.

Cama ninho ou com laterais altas

Esse modelo de caminha é o mais popular no mercado. A cama ninho apresenta laterais altas e é indicada, principalmente, para cachorros de pequeno e médio porte. Esse tipo de produto pode ser considerado um dos mais aconchegantes para os pets.

Os cães se sentem protegidos por essa caminha, que os permitem apoiar a cabeça. Ela não é recomendada, entretanto, para épocas de calor ou locais de clima mais quente.

Cama iglu ou cabaninha

Como o nome sugere, esse modelo de caminha é mais fechado. A cama iglu é ideal para cachorros que moram em regiões mais frias, já que concentra calor em sua parte interna.

Para que o pet não se sinta desconfortável, é bom evitar o uso desse produto em dias mais quentes. Esse tipo de caminha é encontrado quase que exclusivamente para cães de pequeno porte.

Cama divã ou sofá

As camas no estilo divã ou sofá são menos comuns, mas estão ganhando espaço no mercado.

Esse modelo é mais elegante e possui o colchão da caminha um pouco mais alto. Inclusive, muitos consideram como objeto de decoração para a casa.

Como o próprio nome já diz, esse produto tem o formato de um sofá, mas apresenta a lateral aberta.

Porém, a caminha divã ou sofá não é recomendada para cães muito pequenos ou idosos por conta do esforço necessário para descer e subir, além do risco de quedas e acidentes.

Agora que você já sabe o que levar em consideração na hora de escolher a caminha ideal para o seu cão, leia também:

Esperamos que tenha gostado desse artigo e escolha a melhor cama para o seu pet, com certeza ele irá gostar muito!

Até mais!

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here