Síndrome de Ansiedade de Separação (SAS) é uma série de sinais e de sintomas que podem se instalar no cachorro que fica muito ansioso quando prevê a separação entre ele e o seu dono. Tanto o dono como o cão se apegam muito um ao outro e quando chega o momento do cachorro ficar sozinho em casa, ele pode apresentar alguns comportamentos que são fora do comum.

Saiba tudo sobre a Síndroma da Ansiedade em cães

Motivos que levam à síndrome

Vivemos correndo de um lado para o outro. Trabalhando muito, cansados e estressados acabamos por procurar uma válvula de escape em outras pessoas e até mesmo em animais. Hoje em dia é comum ver pessoas que moram sozinhas, casais que não querem ter filhos ou então um que tenha apenas um filho. As famílias atuais já não estão tão numerosas quanto antes e as pessoas tendem a viver de forma mais isolada. Isso desenvolve uma carência afetiva e que acaba sendo compensada pela presença de um pet em casa.

Dica: Veja também as raças de cachorros que mais latem.

Saiba tudo sobre a Síndroma da Ansiedade em cães

Quando alguém deposita toda a sua vida e suas expectativas num cachorro, ele consegue sentir esse grande sentimento e o retribui de igual maneira. Cada minuto que o dono está em casa é compartilhado com o seu cão, até mesmo as horas de sono. O problema é quando o dia amanhece e, enquanto você vai trabalhar o seu cão fica em casa sozinho horas por dia. Ele consequente vai apresentar comportamentos indesejáveis.

A principal causa que pode levar um animal a desenvolver a SAS é o carinho e o amor em excesso. É claro que você fez tudo o que fez até hoje com a melhor das intenções e você ama o seu cachorro de verdade. Mas, assim como tem que ser com uma criança, os cães precisam de tudo na medida certa, inclusive os sentimentos.

Saiba tudo sobre a Síndroma da Ansiedade em cães

Outros motivos podem levar o cão a desenvolver a SAS: o filhote é separado muito cedo da mãe e dos irmãos, mudanças na rotina da casa, mudança de ambiente no qual o cachorro vive e a presença de um novato em casa. Qualquer outro acontecimento de grande impacto emocional também pode desenvolver os sintomas dessa síndrome.

Quais são os sinais que o cão pode apresentar?

Como o seu cão se sente sozinho, ele vai fazer de tudo para chamar a sua atenção de alguma maneira. Uma das formas de identificar os sinais e sintomas da SAS é observar se o cão está latindo ou chorando com frequência, se ele está urinando ou fazendo cocô em locais onde ele não tem o hábito de fazer e até mesmo destruir objetos e outras coisas que ver pela casa. Mas, os sintomas podem ir além. O cão pode ficar tão deprimido que pode parar de comer e até mesmo mutilar-se.

Saiba tudo sobre a Síndroma da Ansiedade em cães

Assim que você perceber alterações parecidas com essas em seu amigo não tente diagnosticá-lo. Para isso existe o veterinário e é importante que você leve o cão para uma consulta assim, o profissional poderá fazer um diagnóstico diferencial. Existem várias doenças que podem apresentar sintomas parecidos e um leigo não vai saber identificar a patologia correta.

Como tratar a Síndrome da Ansiedade nos cachorros

O veterinário vai lhe informar das condutas necessárias para iniciar o tratamento. Em grande parte, o processo de melhora do cão está na mudança de comportamento do próprio dono. Você vai precisar adotar posturas mais controladas com ele. Um bem exemplo disso é não pegá-lo no colo ou afagá-lo assim que chegar em casa e sentir toma aquela animação do seu cão. Espere que ele se acalme e só depois dê o carinho do qual ele tanto precisa.

Saiba tudo sobre a Síndroma da Ansiedade em cães

Você precisa achar meios de tornar o seu cão o mais independente possível de você. Um bom adestramento e pulso firme são essenciais durante o processo. Uma boa tática e que pode resolver o problema é adquirir um outro cão assim, um faz companhia para o outro e brincam juntos. Cães são animais que gostam de contato e presença constante, principalmente, algumas raças em específico. Manter atividades físicas regulares com o cão também pode ajudar a reduzir a ansiedade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here