Se você está pensando em ter um Pitbull para ser seu companheiro fiel, saiba qual o preço dele e quais cuidados devemos ter.

O Pitbull Terrier é um cão de médio porte, conhecido por sua coragem, lealdade e inteligência. Ele pertence ao Grupo 3, chamado Grupo dos Terriers.

É um grande parceiro para todas as aventuras e excelente cão de guarda, e apesar da aparência forte e tamanho imponente, ele se mostra um cão extremamente carinhoso.

Quer saber um pouco mais sobre esse incrível cão? Então continue conosco!

quais cuidados devemos ter
Homem abraça seu cão Pitbull, que lambe o rosto dele. Crédito da foto: Freepik

Pitbull – Aparência física

O cão Pitbull sempre chamou muito a atenção devido ao seu porte físico musculoso e atlético.

Os músculos deste cão são bastante aparentes e demandam uma alimentação especial para permanecerem saudáveis, bem como uma rotina de exercícios.

Ele é um cão extremamente ativo e enérgico, e possui forte necessidade de passeios, caminhadas e brincadeiras.

Além do porte atlético invejável, ele é muito veloz pelo tamanho que tem e, em alguns casos, por causa da forte musculatura, pode ter o peso desproporcionalmente maior em relação à altura.

Sua cabeça possui um formato que lembra um “tijolo”, um pouco mais largo entre as bochechas (para abrigar suas poderosas mandíbulas).

Seu pescoço é bem definido e se prolonga até um tórax profundo, largo e bem arqueado.

As orelhas são pontudas e não devem ser cortadas em hipótese alguma, pois essa prática é considerada crime previsto por lei.

Os dentes devem formar uma mordedura em formato tesoura.

Sua pelagem é feita de pelos curtos, espessos e brilhantes, das mais variadas cores. Lembrando que todas as cores são aceitas igualmente!

Pitbull – Personalidade

A personalidade deste cão ainda é muito debatida, como vimos anteriormente. Fato é que ele é um cão generoso, leal e apaixonante!

A inteligência e adaptabilidade da raça são outros dois pontos a se destacar quanto ao temperamento.

Não é à toa que diversas celebridades são apaixonados pela raça! Alguns exemplos são: Gisele Bündchen, Josh Hutcherson, Jessica Biel e Jennifer Aniston.

Mas por que ele tem fama de mau? O que aconteceu é que, durante muito tempo, sua imagem ficou atrelada a um comportamento rude e grosseiro.

Na verdade, isso é puro preconceito por parte das pessoas! Ao contrário do que muitos pensam, o Pitbull é um cão super dócil, especialmente quando se trata de crianças.

Tamanha afeição pelos baixinhos o fez ficar conhecido como cachorro-babá, desmistificando o passado da raça, que foi criada para ser usada como cães de guarda e luta por muito tempo.

Quer um exemplo? Nos Estados Unidos, um Pitbull chamado Hulk, de 80 kg, ficou conhecido por seu tamanho e também por cuidar dos meninos Jordan e Jackson – este último, de apenas 3 meses.

Ele era um cão muito meigo, o que só mostra o quão essa ideia sobre sua personalidade rude está equivocada.

Em alguns países, como nos Estados Unidos, o mês de Outubro é dedicado a eventos especiais para quebrar o preconceito que ainda existe em torno da raça.

Essas ações ocorrem devido ao número enorme de cachorros eutanasiados e a baixa quantidade de Pitbulls adotados.

Existem diversas teorias sobre a verdadeira história do Pitbull, levando em consideração os cruzamentos que o originaram e sua verdadeira função.

Na verdade, não existem registros oficiais sobre a origem do Pitbull. No entanto, muitos acreditam que sua origem é do Reino Unido, onde foi criado especialmente para lutar.

Também não é descartada a hipótese da descendência grega, já que a raça também tem traços dos cães molossos.

Quando veio para os Estados Unidos, os primeiros cães foram vistos exercendo a função de cão de guarda em pastos de gado e ovelhas.

Já no século 19, a raça era utilizada para o cuidado de crianças. Ou seja, existe uma grande injustiça feita com a raça, levando em consideração a história dos seus ancestrais.

Alguns estudiosos norte-americanos afirmam que os primeiros exemplares dessa raça no país são versões do Staffordshire Bull Terrier, um cão bem parecido com ele.

Atualmente, o American Kennel Club (AKC), um dos maiores clubes de genealogia do mundo, registrou a raça.

quais cuidados devemos ter
Cão jovem Pitbull de cor marrom. Ele olha diretamente para a câmera, que está acima dele. Crédito da foto: Freepik

Pitbull – Quais cuidados devemos ter com ele

Escovação dos pelos

Esse cão possui a pelagem bem curta, mas isso não quer dizer que não precise de escovação.

Esse cuidado é necessário não só em pets peludos, porém em cães de pelo curto também, uma vez que remove todos os pelinhos em excesso, que já estão mortos.

Uma escovação semanal é suficiente para o seu amigo, com inúmeros benefícios: além de cuidar da pele também, que é um dos pontos fracos da raça, evita também complicações dérmicas.

Além disso, melhora a circulação e ajuda a espalhar a gordura natural da pele, tornando o pelo mais sedoso e brilhante.

Outro ponto positivo é na relação de vocês, já que esse é um momento de carinho e cuidado do tutor com o seu cão – aumento a confiança entre ambos.

Em relação à cor, o Pitbull pode ser encontrado em diversas tonalidades de pelagem. A trufa do Pitbull também pode ser encontrada em duas versões: vermelha e preta.

Higiene

Para garantir uma boa higiene do seu Pitbull, dê banhos nele de 20 em 20 dias.

Use um shampoo adequado ao seu cão, porque além de evitar e combater os probleminhas de pele, banhar o seu companheiro evitará a infestação de pulgas e carrapatos.

Além disso, os pelos ficarão mais macios e cheirosos!

Cuidado com a temperatura da água: ela não deve ser nem tão fria e nem tão quente, o ideal é que seja água morna.

Seja carinhoso com ele na hora do banho, vá conversando com ele e fazendo carinho, pois isso tranquiliza o animal e ajuda a diminuir o estresse naquele momento.

Cuidado também com a orelha! Nunca jogue água dentro do ouvido. O mesmo vale para os olhos.

Enxugue-o bem com uma toalha e deixe seu pet por alguns minutos no Sol, ou então seque com um secador (novamente, fique de olho na temperatura!).

Secar é importante para evitar aquele “cheiro de cachorro molhado” e também para evitar fungos e problemas de pele causados pela umidade.

Você pode finalizar com um perfuminho para cão, que não dê alergias.

Unhas

Levar o seu Pitbull para passear é uma atividade que deve ocorrer com frequência, isto é, todos os dias.

Para tornar este momento agradável, o ideal é manter as unhas dele sempre com um tamanho adequado, lembrando que também é muito importante cortá-las para facilitar a limpeza.

Dentes

O sorriso de um Pitbull é um charme! Para mantê-lo sempre saudável, as escovações são fundamentais.

É recomendado que desde a infância você já o acostume seu pet com essa tarefa, utilizando dedeiras, escovas e os cremes dentais indicados para cães.

Além disso, esse hábito previne doenças bucais, como a cárie e o tártaro. Além do hálito, que fica muito melhor após uma bela escovação!

American pitbull in studio Premium Photo

Pitbull – Cuidados com a saúde

No geral, estamos falando de um cão bastante saudável e que não apresenta problemas na saúde com frequência.

Porém é claro que, assim como toda raça, ele está sujeito à complicações na saúde, como obesidade e problemas no quadril.

Esses casos são comuns na raça, por isso é preciso praticar exercícios físicos com seu amigo constantemente – um bônus para a saúde tanto do pet quando do tutor.

Além disso, é imprescindível que você ofereça uma ração de qualidade, que contenha todos os nutrientes necessários e com o valor calórico balanceado. Acompanhe de perto a dieta do seu cão!

Os probleminhas de pele também poderão afetá-lo com mais facilidade, já que esta raça possui a derme mais sensível.

Com isso em mente, leve seu Pitbull para visitar um veterinário regularmente, principalmente se você notar algumas manchinhas na pele ou excesso de peso.

Por fim, mantenha sempre a carteira de vacinação em dia, bem como os vermífugos, que previnem uma série de doenças sérias e perigosas.

A expectativa de vida desse cão é de 12 anos em média.

Alimentação

O número de proteínas e o valor calórico da ração que você oferecerá ao seu Pitbull deve ser escolhido com muito cuidado, para evitar as complicações mais comuns da raça.

Por isso, o melhor é consultar um especialista para te indicar as melhores rações e a quantidade adequada.

Acompanhamento

O desenvolvimento do seu pet deve ser acompanhado por um profissional qualificado.

Ele garantirá que o seu melhor amigo permaneça sempre saudável e pronto para se divertir ao seu lado.

Adestramento

O cachorro Pitbull é muito inteligente e, por isso, muito fácil de adestrar.

O ensinamento comportamental facilitará muito o convívio dele com outras pessoas e a organização do seu lar.

Quer algumas dicas de adestramento? Veja abaixo!

  •  Evite brincadeiras brutas e agressivas;
  • Decida em conjunto com os outros moradores da casa quais serão as regras do ambiente.
  • Não adianta um dono ser mais firme e o outro mais “mole”, ok? É importante que todos ajam da mesma forma para evitar que o pet fique confuso;
  • Ensine o cão a reconhecer o próprio nome;

  • O Pitbull deve socializar com outros animais e pessoas desde cedo. No caso de cachorros que foram adotados já adultos, procure introduzir a socialização com calma.

  • Disponibilize formas de entreter seu cão, com brinquedos e mordedores apropriados;

  • Faça sempre o reforço positivo. Por exemplo, quando o pet fizer algo errado, apenas diga um “não” firme. E quando ele fizer algo bom, dê alguma recompensa como um carinho ou petisco;

  • Acostume o cachorro a momentos de solidão para evitar o desenvolvimento de uma possível ansiedade de separação no futuro;

  • Tente manter sessões de treinamento curtas (entre 10 a 15 minutos diários) e comece com ordens básicas, como sentar ou ficar quieto.

Convivência

Mesmo com pessoas que ele não tem bastante contato, o Pitbull poderá ser bem amigável, desde que aprenda que pode confiar em estranhos e fazer novas amizades.

Com relação ao seu dono, ele será extremamente leal, fazendo valer o seu instinto de guardião. Além disso, ele sempre fará o possível para agradar o seu tutor, sendo atendendo a ordens ou dando muito carinho.

Geralmente se dão bem com outros animais de estimação desde que tenham sido criados juntos. Por isso é importante a socialização desde filhote.

Lembrando que os cuidados recebidos durante a criação e a influência do tutor são fatores de extrema importância na hora de determinar as características comportamentais e o nível de agressividade do animal.

Ou seja, o que ocorre é um manejo inadequado do proprietário. A índole do bichinho, na maioria das vezes, vai depender principalmente da forma com que foi ensinado e socializado pelos tutores.

As rinhas também contribuem negativamente para a fama desses cães, pois os cães passam por treinamentos extremamente violentos e rigorosos.

Vale ressaltar que a realização de rinhas entre animais é crime no Brasil! Porém, infelizmente, elas ainda acontecem forma clandestina em alguns locais. Caso suspeite de algo, denuncie!

Socialização

A verdade é que a grande maioria dos Pit Bulls são dóceis com seres humanos.

E, como dissemos anteriormente, eles também são grandes amigos das crianças. No entanto, é necessário cuidado para mantê-las por perto do pet.

Primeiro elas precisam conquistar a confiança do cachorro, e após isso ele permitirá ser tocado por elas e, juntos, terão ótimos momentos de alegria.

Um excelente cão de companhia, ele gosta muito de ter o dono por perto. No entanto, vale destacar a adaptabilidade para mudanças.

Caso um membro novo chegue à família, desde que não seja outro animal, ele o receberá muito bem!

Pitbull
Cão Pitbull marrom deitado em fundo branco. Crédito da foto: Freepik

Pitbull – Preço

O preço de um American Pitbull Terrier varia entre R$ 1,5 mil e R$ 5 mil, sendo este o valor máximo.

O valor do Pit Bull depende da qualidade dos pais, avós e bisavós da ninhada (se são campeões nacionais, internacionais etc).

Escolha muito bem o canil onde irá comprar, e não compre em sites de classificados porque estes têm a procedência duvidosa. Conheça aqui alguns sites confiáveis para vendas de cachorros.

Saiba que durante o primeiro ano de vida do animal, serão necessárias vacinas obrigatórias que custam cerca de R$ 750.

O custo mensal de um animal de médio porte é cerca de R$ 250.

De qualquer maneira, se você deseja mesmo ter um Pitbull para ser seu parceiro, dê a ele muito amor e carinho.

Com os cuidados certos e muita paciência, ele tem tudo para ser um ótimo e fiel companheiro!

Agora que você já sabe o preço do Pitbull e quais cuidados ter com ele, veja também:

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here