Picada de abelha: o que fazer quando seu cachorro leva uma picada?

Em geral, cachorros são pets muito curiosos. Quando estão ao ar livre, é natural que queiram cheirar e explorar o ambiente à sua volta.

Afinal, essa é uma das principais maneiras que eles têm de reconhecer o mundo e eles adoram se aventurar por aí!

O problema é que isso também contribui para colocá-los em enrascadas, colocando literalmente o focinho aonde não é chamado! E isso acontece quando o dog leva uma picada de abelha, por exemplo, ficando com o rosto todo inchado.

Mas o que fazer nessas situações para aliviar nosso amado pet? Veja a seguir!

 picada de abelha
Abelha voando. Fundo branco. Crédito da foto: Freepik

Picada de abelha em cachorro pode matar?

Sim, a picada de abelha em cães pode ser fatal. Porém, são casos raros e tudo depende da reação do organismo do pet ao ter contato com a substância aplicada pelo inseto e da quantidade.

A reação mais comum é o inchaço no local da picada, que normalmente é no focinho, boca ou nas patas. Contudo, as manifestações podem se agravar de acordo com a sensibilidade do cachorro.

Ou seja, tudo depende da sensibilidade do organismo e da quantidade de picadas que o pet toma.

Então, se o cachorro sofrer várias picadas e for sensível à substância injetada pelo inseto, ele pode apresentar sintomas mais graves (como convulsões) e, possivelmente, ir a óbito.

Assim, podemos dizer que a picada de abelha é, sim, perigosa para cães. Principalmente se o tutor não souber o que fazer em ocorrências como essa.

Por isso, vamos te ensinar o que fazer nessa situação! Veja abaixo.

O que fazer quando seu cachorro leva uma picada?

Como bem sabemos, receber a picada de um inseto nunca é uma experiência agradável, sendo bem doloroso.

No entanto, em alguns casos, as consequências podem ser mais graves trazendo reações alérgicas.

A substância liberada pelos insetos provoca uma reação local que, em alguns animais, torna-se mais exacerbada devido à sua sensibilidade. Isso pode levá-los a um quadro de choque anafilático, que é bem grave.

picada de outro animal
Cãozinho Buldogue doente deitado. Crédito da foto: Freepik

Como saber que um cão levou uma picada de abelha?

Saber por onde o pet andou e se entrou em contato com insetos é um indício importante de que ele pode ter sido picado por um ou mais insetos.

Contudo, há situações em que os cães são picados por abelhas, como dentro de casa.

Portanto, fique atento aos seguintes sintomas de picada de abelha:

  • Inchaço no local da picada (geralmente no focinho ou nas patas);
  • Tremores;
  • Febre;
  • Vômito;
  • Diarreia;
  • Extremidades frias;
  • Dificuldade para respirar,
  • Convulsão.

Além disso, o choro, a coceira, os arranhões e a salivação excessiva também podem significar que ele foi vítima de uma abelha.

A picada costuma acontecer no rosto, nas patas ou até mesmo dentro da boca, e o mais importante é não entrar em pânico.

É importante destacar que os pets não necessariamente apresentam todos esses sintomas. Na verdade, os sinais variam de acordo com a sensibilidade do cachorro e com o número de picadas.

Lembrando que, por sua toxicidade múltipla, as abelhas sempre serão perigosas para o animal.

Mas o que fazer? O primeiro passo é observar a reação do cachorro. Se perceber que ele está incomodado, procure onde está a lesão e qual o tamanho dela.

É importante que você transmita calma para seu cão, para que ele não fique desesperado com a dor ou com o inchaço.

Se for possível visualizar o ferrão, tente removê-lo com cuidado para que o mesmo não se afunde ainda mais e espalhe o veneno. Se não souber ou não se sentir seguro, leve o pet imediatamente ao veterinário para fazer a remoção do ferrão.

Isso porque, dependendo de como for feita a retirada, existe o risco de espalhar ainda mais a toxina.

Após uma análise do quadro geral, ele poderá fazer a administração de remédios.

Além de um anti-histamínico (injetável ou oral), em casos mais graves, quando o animal sofreu várias picadas de abelha, por exemplo, pode ser necessário colocá-lo em fluidoterapia (soro) e mantê-lo em observação por algumas horas.

De qualquer modo, o veterinário irá propor o tratamento adequado de acordo com o estado geral do pet.

Também é aconselhável aplicar gelo no local como forma de abrandar a dor do seu amigão. Para isso, envolva pedras de gelo com uma toalha e coloque sobre o local inchado.

Inclusive você pode fazer isso à caminho do veterinário, para ir aliviando.

Saiba que quanto mais picadas o pet levar, mais rápida tenderá a ser a reação alérgica.

Porém, mesmo que o animal tenha sido picado por apenas uma abelha, ele pode apresentar um quadro grave de alergia a picada de abelha.

Dessa forma, leve sempre o peludo para ser atendido pelo veterinário, ok? Assim ele será tratado da melhor forma possível e irá ficar melhor em breve!

picada de abelha
Cão marrom Cocker Spaniel em gramado. Crédito da foto: Freepik

Picada de Abelha – Conclusão

Cães são seres muito agitados e curiosos, alguns com forte instinto de caça, adorando caçar insetos voando por aí, como abelhas, moscas e outros.

Mesmo que estejam voando, muitos insetos acabam sendo pegos pelos cães, mas eles podem acabar picando nossos amigos, o que causa dor e inchaço neles.

Por isso é importante ficar sempre de olho em nossos amigos. Se você perceber que ele está mais quietinho e também com um inchaço na região, leve-o imediatamente ao veterinário!

Além das abelhas, outros seres que podem picar os cães e causar incômodo são os carrapatos.

Saiba mais sobre eles aqui: Como proteger dos principais tipos.

Agora que você já sabe o que fazer quando seu cãozinho levar um picada de abelha, aproveite para ler também: Vacinação em cães: Por que é tão importante? 

Até a próxima!

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here