Nome de cachorro – Como escolher o nome certo para seu pet?

A escolha do nome de cachorro é uma das primeiras tarefas que devem ser feitas, tão logo o novo amiguinho chegue em casa. Na verdade, em muitos casos ele recebe o nome antes ainda de conhecer seu novo lar e sua nova família.

É através do nome que seu cachorro vai responder aos seus chamados e vai interagir com você e com sua família, de modo geral. Por isso, é muito importante que o nome de cachorro escolhido tenha sido pensado com cautela e com muito carinho.

Neste momento de escolha o que não faltam são sugestões, não é? É o parente, o colega de trabalho, o vizinho, o amiguinho da escola de seu filho, aquele amigo de faculdade… Todos têm dezenas de sugestões para dar. Entretanto, esta escolha é muito pessoal e deve ser tomada com base em algumas regrinhas bastante simples.

Estas pequenas regrinhas ajudarão muito seu amiguinho a se adaptar com seu nome e, consequentemente, também ajudará na consolidação da relação de vocês. Veja neste artigo 10 dicas super simples para escolher o nome de cachorro ideal para seu pet. Boa leitura!

Como escolher o nome de cachorro certo? – 10 dicas simples

vários cachorros esperando para receber o nome de cachorro
Crédito: Freepik

Veja estas 10 dicas simples e super úteis e escolha agora mesmo o nome de cachorro perfeito para seu novo melhor amigo.

Tamanho do nome de cachorro

1ª dica: Opte por um nome curto

Apesar de todas as dicas de como escolher o nome de cachorro serem importantes, essa primeira provavelmente é a orientação mais preciosa da lista. Isso porque ela se relaciona diretamente com as condições do seu cachorro reconhecer o próprio nome. Consequentemente, cuidar deste detalhe garantirá que seu pet responda quando for chamado.

Mesmo sendo super importante, a dica também é simples. Basta escolher um nome que seja curto. Sim, nomes curtos são os mais indicados porque é muito mais fácil – e rápido – do cachorro compreender que “aquilo” que você não para de falar perto dele é o seu nome.

O ideal é que seu amiguinho receba um nome de cachorro com uma ou duas sílabas. Na verdade, até três sílabas no máximo está tudo bem. Mais do que isso pode se tornar bem difícil mesmo dele se adaptar rapidamente. Afinal, nomes como Rui e Kiko são bem mais fáceis de guardar do que Frederico e Diamante, não é?

Ou seja, um nome curto te ajudará a se comunicar com seu amiguinho muito mais rapidamente. Por isso, fuja de nomes muito longos, entendeu?

Composição das letras no nome de cachorro

2ª dica: Utilizando vogais

filhote corgi feliz cachorro
Crédito: Freepik

Agora que você já sabe sobre o tamanho do nome, as dicas número 2 e 3 falam sobre a composição do nome. Ou seja, de que forma organizar as letras para montar o nome de cachorro perfeito.

É importante que o seu cachorro receba um nome que termine com vogal (ou com uma letra que tenha som de vogal, afinal, ele vai apenas te ouvir chamando-o). Essa dica é super importante porque seguindo a mesma lógica da primeira dica, nomes que terminam com vogal são muito mais fáceis de serem memorizados.

E, claro, quanto antes ele memorizar, antes também ele vai começar a te responder. Como essa dica é muito fácil de ser cumprida, existe uma gama gigante de opções de nomes que contemplam as duas primeiras sugestões: nomes curtos e que terminem em vogal, por exemplo:

  • Simba
  • Nala
  • Dolly
  • Lorde

3ª dica: Utilizando as consoantes corretamente

Você sabia que os cachorros têm uma espécie de “antena parabólica” nas orelhas? E sabia que estas “antenas” fazem com que eles tenham capacidade de ouvir algumas frequências que nós, seres humanos, não conseguimos?

Por isso, é muito importante que o nome de cachorro que você escolher contenha consoantes com som forte. Isso porque quando você utiliza palavra com consoantes fortes (como K, C e T) ele presta mais atenção. E, é claro, quanto mais atenção ele prestar em você enquanto você chama o nome dele, mais rapidamente ele vai descobrir que é dele/com ele que você está falando nestes momentos.

Alguns exemplos de nomes que são curtos, terminam com som de vogal e possuem consoantes fortes são:

  • Atena
  • Bartô
  • Cacau

O que deve ser evitado ao montar o nome de cachorro do seu pet?

Entretanto, não é somente com o tamanho/extensão e composição das letras do nome que você deve se preocupar. Isso porque existem outros detalhes que normalmente passam despercebidos pelos tutores, mas que fazem toda a diferença para seu amiguinho.

Veja agora quais coisas precisam ser evitadas na hora de escolher o nome.

4ª dica: Semelhança com comandos

cachorro vira lata com oculos de sol preguiçoso
Crédito: Freepik

O indicado é que você use as três primeiras dicas desta lista para pré-selecionar alguns nomes que você goste. Depois disso, verifique o restante da lista para ver se as opções selecionadas não têm outros problemas.

A quarta dica se referente a um detalhe que vai ajudar seu amiguinho a não se confundir quando você estiver falando com ele. Para isso, evite nomes que a fonética seja muito parecida com as palavras de comando que você poderá utilizar com ele.

Por exemplo, muitos tutores usam muito as seguintes palavras:

  • Senta
  • Não
  • Fica

Ou seja, o nome de cachorro que tenha semelhança com essas palavras pode causar uma verdadeira confusão no seu amiguinho.

Isso porque pode acontecer de você estar chamando-o e ele achar que está sendo repreendido por algo e, portanto, acabe por se afastar e se isolar. E claro que o oposto também é verdadeiro: você pode estar lhe dando algum comando e ele pode ignorar completamente por achar que você só está o chamando.

O nome Tião, por exemplo, pode se assemelhar em muito com a palavra “não” e o nome Tica pode ser praticamente idêntico à palavra “fica” nos ouvidinhos do seu amigo.

Cuidando deste detalhe você ajudará muito seu pet a não ficar confuso e, portanto, a compreender melhor o que você está tentando o comunicar.

5ª dica: Nomes próximos ao pet

mulher com vários cachorro e um gato escolhendo o nome de cachorro para cada um deles
Crédito: Freepik

Evite ao máximo nomes, abreviações e apelidos que se assemelhem ao nome de pessoas ou de outros pets que o seu amiguinho terá acesso. Essa dica também tem como objetivo evitar confusões na cabecinha dele, como no caso anterior.

Você certamente já passou pela situação de estar em um ambiente e ver uma pessoa responder a um chamado do seu nome, mas a pessoa que chamava estava se dirigindo a outra pessoa (de mesmo nome). Então, com eles não é diferente.

Se a fonética do nome de cachorro escolhido for diferente das outras palavras que vocês utilizam no dia a dia, ele terá muito mais facilidade de compreender quando é com ele que estão falando.

Por exemplo, imagine que sua irmãzinha mais nova se chama Júlia e vocês a chamam de Ju. Agora, pense como seria pro seu amiguinho se ele recebesse o nome de Juju, por exemplo.

Lembre-se sempre que quanto mais condições você der dele se adaptar com o próprio nome, mais rapidamente ele fará isso.

6ª dica: Nomes muito, mas muito comuns

cachorro de pé duas patas nome de cachorro
Crédito: Freepik

Lembra da confusão na cabecinha do seu pet quando ele ouve um nome muito parecido com o dele? Então, imagine como seria se ele ficasse ouvindo o próprio nome e quando respondesse, percebesse que não era com ele.

Se recorrente, este tipo de situação pode gerar confusão a ponto do cachorro não responder mais ao seu nome. Afinal, ele não vai ter entendido completamente o que é “essa coisa” (seu nome) que ora estão falando com ele quando dizem, e ora estão falando com outra pessoa/pet quando dizem.

Para evitar este problema, tente fugir dos nomes mais comuns de cachorros. Mas calma: Isso não quer dizer que você não pode procurar inspiração em nomes populares, ou que você não pode usar um nome que alguém já usou.

Não, você não precisa criar um nome totalmente novo (mas se você quiser, está liberado também!). Mas apenas evite usar esses nomes tão comuns, mas tão comuns que seu novo amiguinho vá ficar ouvindo o tempo todo (quando não é com ele).

Alguns nomes que estão na lista dos mais comuns são, por exemplo:

  • Nina
  • Mel
  • Bela
  • Bob
  • Max
  • Toby

Claro que estes nomes não estão “proibidos”. Entretanto, é necessário tomar cuidado para verificar se na “redondeza” do cachorro (física, como casas vizinhas e também social, como amigos e familiares) há possibilidade dele ficar ouvindo estes nomes sem que a pessoa esteja se referindo a ele.

Dar o nome de cachorro perfeito para seu amiguinho também requer um toque de criatividade!

Preferência pessoal

Se os nomes que você estava cogitando se enquadram nas dicas listadas acima, então você está praticamente pronto para batizar seu amigão. Isso porque as seis primeiras dicas desta lista são as mais “relevantes”, digamos assim.

Não que isso signifique que as quatro próximas dicas não sejam importantes, mas elas tratam de detalhes menores.

Veja agora os ajustes finais para escolher o nome de cachorro perfeito para seu mais novo amiguinho.

7ª dica: Dê preferência para um nome/palavra que você também goste

mão de cachorro e mão de humano
Crédito: Freepik

Alguns estudos da última década demonstram que pets que recebem nomes que seus tutores gostam (de falar, de ouvir e etc) tendem a ter relacionamentos melhores com os tutores em questão.

Ao que tudo indica, isso acontece porque o tom ao falar do humano é levemente diferente ao pronunciar uma palavra referente a algo que ele goste/aprecie. Entretanto, essa pequena “diferença” no seu tom é percebida pelo cachorro (lembra das anteninhas que eles têm?).

Isso significa que o seu cão também fica mais amoroso com você quando ele sente que você está tratando-o com mais carinho, mesmo que a única diferença seja seu tom ao chamá-lo.

Por isso, o nome de cachorro que você escolher deve se referir a uma palavra que você goste, que você se sinta bem pronunciando e que goste de ouvir. A relação com seu amiguinho te agradece!

Outros critérios para avaliar

8ª dica: Personalidade do pet

A oitava dica costuma já fazer parte da tomada de decisão de muitos e muitos tutores: leve em consideração a personalidade do seu pet. Obviamente, isso não quer dizer que você não possa usar do humor e fazer graça no momento da escolha. Por exemplo, o seu cachorro pode ser super agitado e elétrico e você pode optar por o chamar de Sereno.

Não há nenhum problema em fazer “ironia” com o nome, é até engraçado, não é?

Seja para fazer uma graça, seja para legitimar uma característica realmente existe no bichinho, sempre considere a personalidade do seu amigo ao escolher seu nome. Inclusive, não há nenhum problema em você esperar um ou dois dias antes de dar o nome, para conhecer ele melhor.

9ª dica: E os diminutivos, abreviações e apelidos?

bulldog filhote preto
Crédito: Freepik

Estamos quase lá, calma!

Depois de todas essas dicas e orientações você já deve ter descartado várias opções da lista, não é?

Ótimo. Agora está na hora de pegar as melhores alternativas e passar pelo “crivo final”. Pare por uns momentos e pense em todas as abreviações, apelidos e diminutivos possíveis para o nome que você escolheu.

Lembre-se que sua família provavelmente vai criar uma série de “jeitos carinhosos” de falar com seu amigão. Então, é muito importante que o nome escolhido dê condições dessas outras formas de o chamar também sejam bacanas e fáceis dele compreender.

Assim como o próprio nome, é importante que os apelidos originados do nome de cachorro escolhido também contemple as regrinhas dessa lista, mesmo que com um rigor menor, é claro. Isso porque a lista foi desenvolvida tendo como base dicas que vão ajudar seu pet a se sentir bem e a compreender melhor aquilo que você vai comunicar.

Nome de gente, pode ou não pode?

O ser humano tende a “humanizar” tudo aquilo que lhe gera afeição, e com os bichinhos de estimação não é diferente. Por isso, é super comum vermos cachorrinhos e gatinhos e todo tipo de animal com nomes de seres humanos.

Muito diferente do que se pensa, isso não é um problema em si. O problema pode acontecer quando o tutor e/ou sua família não compreende bem onde está o limite e em quais situações pode ser prejudicial não considerar que o pet é isso: um pet.

Ou seja, se você quiser dar o nome de um ser humano ao seu bichinho, vá em frente. Isso não é necessariamente um problema. Mas lembre-se que este nome não faz dele uma pessoa “de verdade” e, portanto, há necessidades que são básicas do cachorro e que você ainda precisará dar conta, entendido?

Na verdade, a escolha do nome de cachorro é algo muito mais voltado pra nós, humanos, do que para eles. Isso porque para o cachorro muito pouco importa se ele vai se chamar Nina, Priscila, Chico ou Pudim, Bolt, Pingo. Para eles, o nome é somente uma palavra que ele vai aprender a responder quando ouvir, pois compreenderá que você tem intenção de conversar com ele quando o chamar.

Então, a 10ª e última dica é simples: sinta-se livre para escolher o nome que preferir. Mas lembre-se que seu pet é um animalzinho e que ele precisa de uma série de cuidados básicos (que será sua responsabilidade a partir de agora).

Estas dicas de como escolher o nome de cachorro certo te ajudaram? De qual forma você escolhia os nomes antes de conhecer estas regrinhas? Faça um comentário e conte pra gente o seu método.

Separei mais esses conteúdos para você:

Guia de Adestramento Para Cães

Seu cão faz xixi no lugar errado, destróis o seu sofá e não te obedece? Conheça o Guia de Adestramento para cães. Informe seu nome e e-mail.

envelope
envelope

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here