É de conhecimento geral que o sonho de muitos brasileiros é se mudar para a Europa, e nos últimos tempos com a instabilidade política, econômica e sanitária, esse anseio pela diáspora aumenta cada vez mais. Dentre os países que são os principais destinos para brasileiros Portugal é um dos mais disputados. Os motivos para essa escolha nem precisam ser citados, além de um idioma compartilhado, esse pedacinho do continente europeu consegue satisfazer os brasileiros tanto com a sua gastronomia quanto com as lindas praias da costa lusitana (e olha que é difícil competir com os maravilhosos litorais tropicais).

Portugal

Portugal não é somente famosa entre brasileiros, muitos outros estrangeiros se interessam pelo país, seja para investir no mercado imobiliário, quanto para mudar para lá. Em 2020 a população estrangeira cresceu pela quinta vez consecutiva, totalizando 662,095 expats, sendo 183,993 destes só brasileiros. Mas se tem uma coisa que brasileiro ama tanto quanto boa comida e praias são seus pets. De fato, se mudar para outra cidade com seu animalzinho já não é fácil, imagina se mudar para outro continente? Por isso vamos tentar te dar um mínimo de instruções para te auxiliar nessa jornada se você está pensando em cruzar o Atlântico com seu filho do reino animal.

Antes de mais nada é muito importante se informar quanto às regras de moradia. Se você pretende alugar um imóvel em Portugal é necessário pesquisar se o proprietário permite a presença de animais de estimação na casa (é muito comum encontrar aqueles que não são favoráveis à ideia ou que podem até aumentar o valor da caução por receio de possíveis danos cometidos pelo animal). Felizmente, muitos websites de empresas como a Imovirtual te permitem acessar todos os detalhes regulatórios dos imóveis assim como entrar em contato com a agência responsável pelo aluguel para perguntar tudo que você precisará saber antes de assinar o contrato.

Portugal

Além disso você também vai precisar verificar como que seu pet será transportado, especialmente se ele é de médio ou grande porte. Muitas empresas aéreas permitem o transporte de gatos ou cachorrinhos no voo, mas na maioria das vezes o pet infelizmente não poderá se sentar com você no avião. Verifique as taxas para o transporte e pesquise o modo mais confortável para que o animal não passe por muito estresse durante a viagem. Hoje em dia existem empresas que trabalham especificamente com o transporte de animais e que poderão facilitar esse processo.

Após a chegada, pesquise os veterinários da região e pergunte sobre os melhor recomendados para registrar seu animalzinho lá. Não se esqueça, é claro, de trazer todos os certificados de vacinação ou qualquer papelada importante que informe sobre a saúde e necessidades médicas de seu pet. É sempre importante para o veterinário, assim como para qualquer médico, ter em mãos o histórico de saúde em caso de alguma emergência e para check-ups esporádicos.

Por fim, tente manter seu animalzinho em uma rotina estável e parecida com a qual ele tinha antes de se mudar. É claro que as coisas não serão as mesmas, o clima, a paisagem, e a alimentação provavelmente serão diferentes (invernos em Portugal, por exemplo, são muito mais rigorosos do que em quase todas as regiões do Brasil), mas a ideia é ir introduzindo novos hábitos aos poucos para que ele se adapte bem (o mesmo que você faria com uma criança humana). Logo mais seu pet estará curioso e aproveitando os novos ares tanto quanto você!

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here