Um raça bastante popular por ser muito brincalhona e principalmente por ser versátil e se adaptar a diversos trabalhos. Eles já foram utilizados na agriculta, cães de caça, cães de resgate na água e hoje tem dia possui duas principais funções: é um cão de companhia e um excelente guia para os deficientes visuais. Eles são tão populares na América do Norte que foi protagonista de um livro e um filme que encanta a todos: Marley e Eu.

Labrador deitado na grama com a língua de fora
Labrador deitado na grama com a língua de fora – Foto: Freepik

Informações sobre o Labrador

  • Raça: Labrador Retriever
  • Origem: Grã-Betanha
  • Porte: grande
  • Grupo: 8
  • Finalidade: companhia e cão guia.
  • Facilidade de adestramento: alta.
  • Pelagem: curta, densa, sem franjas e sem ondulações.
  • Cores: inteiramente preto, amarelo ou chocolate. Pode ter uma pequena mancha branca na região do peito.
  • Altura: machos – 56 a 57 cm e fêmeas – 54 a 56 cm.
  • Peso ideal: macho – 29 a 36 kg e fêmea – 25 até 31 kg.
  • Olhos: tamanho médio na cor marrom ou avelã.
  • Qualidades principais: é o 7º no ranking de inteligência.
  • Personalidade: companheiro e brincalhão.
  • Gosto por brincadeiras: Sim
  • Amigável com outros cachorros: muito
  • Amigável com outros animais de estimação: muito
  • Amigável com estranhos: muito
  • Preço do Labrador: pode chegar a 3 mil reais.

Ficha Técnica

  • Energia
  • Gosto por brincadeiras
  • Amizade com outros cães
  • Amizade com gatos
  • Protetor
  • Bom para apartamento
  • Gosta de Crianças
  • Cuidados com higiene
  • Facilidade de treinamento
  • Tamanho
  • Late muito

Origem da raça Labrador

Não se sabe ainda qual o local de origem exato do labrador. Alguns consideram o seu país de origem a Groelândia, na qual há registro de cães com aparência semelhante auxiliando os pescadores na captura de peixes. Tudo indica que essa raça foi levada primeiramente para o Canadá pelos portugueses ou pelos bascos. Depois, alguns exemplares foram levados para a Inglaterra e foram vendidos a grandes senhores de terras e foi lá onde começaram a chamá-lo de labrador.

Ficou por muitos anos sendo utilizado no trabalho rural quando finalmente, em 1950, eles foram definitivamente considerados como excelentes cães de companhia. Sua grande alegria, espírito juvenil e sua paciência levaram essa raça ao posto que ocupam hoje. Ele também tem grande utilidade como cães de resgate em montanhas e cão guia. A raça só foi reconhecida pelo Clube Kennel em 1903 e só formou o seu próprio clube em 1916. Possui também o Clube do Labrador Amarelo inaugurado em 1925.

Labrador deitado com a língua de fora
Labrador deitado com a língua de fora – Foto: Freepik

Características do Labrador

Seus pelos: curtos, grossos, sem ondulações. É impermeável ao mau tempo.
Sua cabeça: Redonda com um focinho direito. O crânio e a trufa são largos, mas as bochechas não são grossas.
Seus ouvidos: Para atrás e de tamanho médio, caem nas laterais da cabeça.
Seus olhos: Dde tamanho médio são castanhos ou avelã.
O corpo: Tem uma linha horizontal no topo. O peito é largo e bem construído que permanece curto e forte.

Cores do Labrador

As lindas cores do Labrador, do amarelo ao preto, ao chocolate e até ao fox red, representam apenas uma das muitas coisas maravilhosas sobre o labrador retriever.

Pergunte a qualquer dono ou criador do Labrador quais cores do Labrador eles preferem, e você provavelmente ouvirá muitas respostas diferentes! Sob essas cores de assinatura do Labrador, você encontrará uma personalidade adorável, divertida e amigável.

Temperamento do Labrador

Doce, fiel, inteligente e brincalhão, o Labrador Retriever é o companheiro perfeito para todos. É também uma das raças de cães mais difundidas no mundo. Bom goleiro, ele não tem muito medo. Particularmente paciente e dócil, ele é fantástico como cão-guia para cegos. Além disso, é voluntário, o que é muito apreciado pelos socorristas.

De modo geral os Labradores são muito inteligentes e astutos. Por isso captam os treinamentos do adestramento de forma bem rápida, uma vez que são disciplinados e capazes de realizar trabalhos mais delicados. Por isso, eles são muito utilizados como cão guia para cegos ou como cães farejadores.

Curiosidades sobre a raça

Labrador deitado na areia
Labrador deitado na areia – Foto: Freepik

Confira algumas curiosidades sobre esta que é considerada uma das raças mais inteligentes do mundo:

  • O labrador pode atender a uma grande variedade de tarefas. Dessa forma é um ótimo cão de companhia e a raça pode ser usada como cão-guia, para terapia, ajuda encontrar pessoas perdidas, bem como um cão policial.
  • Além de amar comer, outra amada atividade dos labradores é nadar. O corpo desses cães foi desenvolvido para tal atividade. Sua pelagem é impermeável e a cauda da raça é da mesma forma como de uma lontra, o que facilita ainda mais a natação.
  • O labrador é uma eterna criança, ou seja, ele não amadurece da mesma forma que outras raças. Assim, o labrador passa mais tempo na juventude, alcançando a maturidade emocional apenas após os dois ou três anos de idade.

Convivência do Labrador

O labrador possui uma adaptabilidade alta, ou seja, adora casas espaçosas, mas também pode se acostumar em apartamentos pequenos. Entretanto, caso esse animal seja levado para um apartamento, será necessário que o dono esteja sempre a disposição para passear e brincar com ele em lugares abertos, diminuindo assim o seu nível alto de energia.

Já que o labrador é uma raça bastante amigável e brincalhona, além de ter bastante disposição para fazer “arte” e travessuras, não é uma boa ideia deixá-lo sozinho em casa por muito tempo.

O Labrador gosta muito de nadar e a sua cauda, também chamada de cauda de lontra, é ideal para proporcionar bons mergulhos. Não é nem um pouco agressivo ou tímido.

Convivência com crianças e com animais de estimação

Labrador e uma bebe deitados
Labrador e uma bebe deitados – Foto: Freepik

A raça é excelente para crianças e se dá muito bem com outros cães ou outros animais de estimação.

O Labrador, costuma latir quando quer chamar a atenção ou quando quer brincar, por exemplo. Por isso, com o tempo o dono já aprenderá a diferenciar o que o seu cachorro “quer dizer” com o latido.

Por isso, como eles gostam de brincar e de nadar, é sempre recomendado levá-los para passeios e excursões ao ar livre, bem longas de preferências, a fim de cansá-los e gastar toda essa energia.

Inteligência e obediência do Labrador

Homem segurando o labrador no colo
Homem segurando o labrador no colo – Foto: Freepik

Apesar de serem muito agitados, os Labradores são muito espertos, dessa forma a raça ocupa o 7º lugar no ranking de inteligência canina, que conta com mais de 79 raças, e foi criado pelo norte americano Dr. Stanley Coren e juízes especialistas em provas de obediência do mundo todo. Assim, isso faz com que o labrador seja uma raça fácil de adestrar.

Ter um labrador em casa não é uma tarefa difícil, pois quando se fala em obediência, ele consegue se destacar de todos os outros cães. Por ter grande gosto por brincadeiras, ele fica entediado facilmente e levá-lo para passear pelo menos 2 vezes por dia é uma necessidade. Se isso não acontecer, não se engane pensando que ele vai ficar lá no canto dele paradinho.

O labrador pode fazer muita bagunça em casa procurando uma forma de se divertir. Se você não tiver essa disponibilidade para os passeios diários monte desafios dentro de casa para brincar com o seu cão.

Condição física da raça

O Labrador é um ótimo nadador, pois possui uma membrana interdigital em suas patas, que torna o seu nado mais rápido. Também, sua pelagem é um mais pouco oleosa que o normal. Isso ajuda a mantê-lo aquecido e a se secar depois.

Também, o focinho dessa raça é bem desenvolvido, por isso ele possui um olfato excelente, o que ajuda ele a encontrar coisas escondidas, como resultado, eles são frequentemente utilizados como cães farejadores.

Nível de exercício

Eles são essenciais para conviver com esportistas, pois é cão sociável e saudável. Faça com que ele conheça outros cachorros desde cedo. Se você já o treinou, deixe-o correr pelos campos! Assim, ele será eternamente grato a você.

Manutenção e higiene do Labrador

Labrador olhando para algo
Labrador olhando para algo – Foto: Freepik

Os cuidados com os pelos da raça não são difíceis, pois, pois são curtos e não necessitam de tosa. Entretanto, como o Labrador adora água e nadar em piscinas, por exemplo, isso pode deixar resíduos na sua pele que devem ser removidos num banho com água doce.

Apesar dos pelos serem bastante curtos, eles são trocados muitas vezes ao longo do ano. Por isso é fundamental escová-lo todos os dias com escova específica para esse tipo de pelagem. Pois assim, irá remover os pelos mortos e soltos que podem estar incomodando o seu pet.

Para acostumar o seu Labrador a esse processo de escovação, o aconselhável é fazer isso desde filhote, entretanto, sempre com muito carinho e nunca associando essa prática a um castigo, assim isso se tornará um momento agradável e fácil.

Como o labrador é uma raça de porte grande, de tal forma que pode ultrapassar os 32 kg, a raça não é de colo, em contrapartida, adora longas sessões de carinho e brincadeiras com o seu dono.

A boca é uma área bem sensível nos labradores. Pois pode esconder tártaro e bactérias, extremamente prejudiciais a sua saúde. Por isso, que o recomendado é escovar os  dentes do seu pet ao menos duas ou três vezes na semana. Ou, se possível, todos os dias para prevenir problemas na gengiva e mau hálito.

Cuidados com a saúde do labrador

O Labrador Retriever está sujeito à obesidade, exercícios regulares e nutrição equilibrada são essenciais. Isso minimizará problemas nas articulações, como displasia do quadril ou do cotovelo. Alguns problemas oculares também são comuns: displasia da retina, catarata e atrofia da retina. A torção ou inchaço gástrico são elementos que o mestre deve sempre ser monitorados. Uma barriga inchada e não tratada pode ser fatal para o Labrador.

Eles são excelentes para aquelas pessoas que não possuem muito tempo disponível. Você não precisará nem ao menos tirar os pelos mortos e o seu pelo é impermeável, o que pode livrá-lo de alguma doenças como a dermatite.

Alimentação do Labrador

A quantidade de ração que se dá ao filhote é diferente para um adulto. Para aquele, 600 gramas por dia é o suficiente, já para este a quantidade reduz em 200 gramas. Você também pode dar frutas, pois eles adoram, mas elas não devem substituir a ração. Se você passa o dia inteiro fora de casa é melhor procurar uma raça mais independente para cuidar, pois o labrador é muito dependente de seu dono.

Fotos do Labrador

Labrador mordendo um pedaço de galho
Labrador mordendo um pedaço de galho – Foto: Freepik
Labrador deitado
Labrador deitado – Foto: Freepik
Labrador olhando para algo
Labrador olhando para algo – Foto: Freepik
Labrador deitado na grama
Labrador deitado na grama – Foto: Freepik
Labrador e uma mulher passeando
Labrador e uma mulher passeando – Foto: Freepik
Labrador e uma mulher deitado
Labrador e uma mulher deitado – Foto: Freepik
Homem segurando o labrador no colo
Homem segurando o labrador no colo – Foto: Freepik

Separei mais esses conteúdos para você:

7 COMENTÁRIOS

  1. eu acabei de ganhar um macho de um amigo meu igual este da foto.. só deus sabe a felicidade que estou sabendo ainda dos valores desta raça maravilhosa que poucas pessoas sabem q eles possuem.
    amem!

  2. Tenho um labrador de 5 anos, tudo de bom, muito alegre, brincalhão, companheiro, amigo, convive super bem com meu gato de 1 ano e meio. E minha amiga leva o filhote de Golden dela para eles me brincarem e ele acaba dando uma canseira no filhote porque tem uma energia que não acaba. Pra mim essa é a raça mais inteligente e bonita que existe.

  3. Quem de bom coração poderá cometer simples mágoa a um animal?
    Oh! Nobres Seres, essências da Nova Era, serão os amigos dos mais íntimos homens a louvar o Bem por ter-se um companheiro, na dor que tanto aflige aquele diante a morte do seu ente querido, daquele que tantas dificuldades assola a vida por inteira, ou na doença incurável daqueles que expiam o sofrimento alheio, eles o confortam…
    Aqueles que lutam pela vida animal, a paz sublime de São Francisco de Assis, aqueles que hoje se ocupam e dão suas vidas a eles, refletem o Bem que por mais oculto no coração de pedra, choram ao ver o cão a beijar vossos rostos…
    Oh! Meus Amigos! O futuro será do Amor Incondicional manifestado pela física quântica da ciência dos homens, o Espírito, nos fótons que irradiam dos corações daqueles cientistas, Albert Einstein e tantos outros, que vieram incumbidos de transmutar alquimicamente aquela ciência para triunfar a sabedoria Crística,Divina, de Buddha, da Igualdade entre homens, animais e o planeta com toda vossa Natureza…
    A todos os Mestres da Humanidade, líderes e revolucionários, rogo que protejam todos os veganos, vegetarianos e a todos eu peço que transmutem aquela carne saborosa de sofrimento que custou a vida de um pobre animal indefeso, por um prato verdejante e multicolorido das sete cores do arco-íris, manifestando o Amor Divino e Incondicional dos Mestres Iluminados…
    Um cão, um gato, um sapo, um rato ou um boi não existem por acaso, foram feitos para Amar! Quem pratica uma crueldade a um animal é capaz de cometer ao homem…
    Não tenhamos medo de um rato ou de um sapo, apenas pegue-os com vosso carinho e todo amor, e eles lhe serão afáveis e não te farão qualquer ato de agressão. Ame vossos animais que te cercam, e a Natureza te retribui com um lindo por de sol…
    Quem ama os animais, ama os seres humanos e compartilha com a Natureza vossas alegrias e bem-estar, e terá a sabedoria que a Natureza NÃO tem limites como o seu Criador…
    Ame seu animal como se fosse vossos filhos…

    RAFAEL SOUZA ROSA

  4. Tenho um casal de labradores são irmãos, eles conviviam desde pequenos com este cão. Faz alguns dias que eu os afastei pois notei diferença de comportamento. Agora que os irmãos estão juntos somente eles, estão mais dóceis, unidos silenciosos, e brincadeiras continuam mas porém estão mais carinhosos. Pergunto por serem irmãos será que realmente foi certo deixá-los conviver com outro cão esse tempo todo , cerca de 1 ano. Aguardo um retorno, obrigada.

  5. Olá pessoas, tenho labrador de dois anos preto com 45kg e uma gatinha de cinco anos, ela as vezes fica estressada com ele pois é muito amoroso e Quer brincar o tempo todo rsrsr em fim…. passeio com ele todos os dias e oferesso ração Light más ele continua engordando alguém tem uma dica para melhorar esse sobrepeso? Tá cada vez mais difícil dormir eu minha esposa e os dois bebês da casa em uma cama só ?rsrs desde já agradeço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here