Com sua incrível beleza selvagem, esse cão com ares de lobo encanta por sua beleza exótica e inigualável. Apesar de ter cara de feroz ele é muito gentil e dócil o que pode fazer dele um companheiro para todas as horas. Veja aqui as principais características, os cuidados necessários com essa raça e qual a sua origem.

Husky Siberiano com uma colheira roxa
Husky Siberiano com uma colheira roxa – Foto: Freepik

Informações dobre o Husky Siberiano

  • País de origem: Sibéria
  • Principal função: cães de trenó
  • Grupo: 5
  • Pelo: denso e curto
  • Cor da pelagem: branco e cinza são os mais comuns
  • Cor dos olhos: azul, verde, amarelo e castanho
  • Expectativa de vida: de 11 até 13 anos
  • Temperamento: sociável e adora companhia
  • Altura: macho – de 53 até 60 cm e fêmea – de 50 até 55 cm
  • Peso: macho – 20 até 27 kg e fêmea – 15 até 22 kg
  • Preço do Husky Siberiano: entre R$ 1.500 até R$ 2.500

Curiosidades sobre o Husky Siberiano

Conheça algumas curiosidades sobre o Husky Siberiano:

  • No nordeste da Sibéria, o Husky Siberiano foi desenvolvido para puxar trenós.
  • O uivo de um Huskie pode ser ouvidos até 16 km de distância.
  • A raça suporta temperaturas baixíssimas, já que seu corpo é adaptado para viver no ártico. Suas patas são peludas e isolam o frio e são fortes o sufici husky siberiano ente para dar tração.
  • O Husky Siberiano possui uma pelagem dupla de tão densa que ajuda a protegê-lo do frio extremo do seu local de origem.
  • No ano de 1925 uma epidemia de difteria iria matar muitas pessoas num povoado muito distante e de difícil acesso por causa da neve. Mas, foi graças ao trenó liderado por Baldo um Husky que levou medicamento mesmo com a situação do clima. Por causa da sua bravura, uma estátua foi erguida em homenagem no Central Park, em Nova York.

Origem do Husky Siberiano

Husky Siberiano parado na neve
Husky Siberiano parado na neve – Foto: Freepik

Não se sabe quem são os ancestrais do husky, mas é claro que eles são do grupo dos spitz. Eles foram evoluindo com o passar dos anos e adquiriram como função principal o trabalho de puxar trenós para as viagens dos nômades. Essa raça se tornou bastante popular durante a corrida do ouro no Alasca e depois disso as corridas de trenó se tornou fonte de entretenimento nessa região.

Os Chukchi foram o povo responsável pela criação e desenvolvimento dessa raça. A primeira leva dos exemplares foram trazidos da Sibéria em 1909, mas as pessoas não ficaram muito impressionadas pois eram pequenos e dóceis. Mas alguém conseguiu ver além das aparências e em 1910 escolheu 70 cães e começou a treiná-los para corrida.

Isso foi um marco na história dos huskys siberianos e seu auge foi alcançado no ano de 1925 quando eles começaram a ser utilizados como cães de resgate. Eles corriam mais de 540 km com soro para difteria, assim conseguiram salvar a vida de muitas pessoas. Eles se tornaram tão amados e que existe até uma estátua em homenagem a Balto, no Central Park.

Mais ou menos nessa época os cães foram levados para o Canadá e para os Estados Unidos e em 1930 a raça foi reconhecida peça AKC. Ele foi bastante utilizado durante a Segunda Guerra Mundial em equipes de busca e salvamento, o que fez a sua popularidade crescer ainda mais. Hoje, além dessas funções também se tornou um excelente cão de companhia.

Características do Husky Siberiano

Husky Siberiano sendo treinado na neve
Husky Siberiano sendo treinado na neve – Foto: Freepik

Possui pelagem densa e curta, já que esse cão é originário de regiões frias, o pelo denso o protege do frio. Ele consegue ser ágil com o movimento do corpo e realiza seus trabalhos de forma rápida. A cor dos olhos é uma característica bem marcante variando entre verde, azul, amarelo ou castanho.

A cor da pelagem possui grande variedade. As cores mais comuns são o branco e o cinza, mas é possível encontrar exemplares combinando o vermelho, cobre, preto ou marrom. Eles são cães de grande porte e podem chegar a medir entre 50 até 60 cm de altura. Eles podem pesar até 27 kg e estão na 45ª posição no ranking de inteligência.

Temperamento do Husky Siberiano

Ele é bastante ativo, gosta de brincar e pode correr por muitos quilômetros sem demonstrar cansaço. Ele precisa de exercícios e passeios pelo menos duas vezes ao dia. Eles não são adequados para apartamentos por precisaram de uma grande área para correr e são mais adequados para casas com grande área ao ar livre ou fazenda.

Inteligência e Obediência do Husky Siberiano

A inteligência do Husky Siberiano está classificada na posição 45º no livro “The Inteligence of Dogs” de Stanley Coren. Assim, nesta posição se encontra os cães de inteligência aptos para o trabalho e com obediência intermediária, que necessitam de até 40 repetições para aprenderem um novo comando.

Entretanto, a qualidade e o desempenho do treinamento do seu Husky Siberiano depende também da dedicação do seu treinador.

Convivência com o Husky Siberiano

É difícil encontrar a raça no Brasil, sendo ainda mais raro encontrar pessoas que moram em apartamentos e possuem um pet dessa raça. Isso porque, o Husky Siberiano precisa de espaço para se movimentar e fazer atividades físicas. Portanto, se está pensando em ter um cão dessa raça, tenha, no mínimo, um quintal para que ele possa se movimentar.

Também, para ter uma boa convivência com um Husky, é preciso entender as necessidades dele, como o fato da raça não gostar de solidão, por exemplo, apesar de se mostraram bastante independentes na hora de executar sua tarefas.

O Husky Siberiano é uma raça que adora pertencer uma família, assim ele se sentirá bastante mal quando deixado sozinho por um longo período de tempo.

O Husky Siberiano requer espaço?

Conforme citamos acima, o Husky Siberiano não é um animal para viver em apartamentos ou em locais pequenos, pois, precisa de um amplo quintal para gastar toda a sua energia.

O Husky Siberiano late muito?

De modo geral, o Husky Siberiano é bem silencioso e não é de latir muito, mas devido à sua história eles possuem o hábito de uivar. Entretanto, isso pode ser amenizado com adestramento.

O Husky Siberiano é destruidor?

O husky siberiano possui muita energia e disposição, por isso precisa fazer bastantes exercícios físicos para ajudar a gastar toda essa energia. Quando ele não faz exercícios ou passeia pouco, o husky pode ficar entediado, o que pode levar a um desenvolvimento de uma personalidade agressiva e destrutiva.

Também, deixá-lo por muito tempo sozinho ou sem atenção torna ele um verdadeiro demolidor. Ainda, vale lembrar que, como o huskies siberianos eram usados para puxar trenós, eles ainda mantém um pouco desse comportamento.

O Husky Siberiano é agitado?

O husky siberiano possui bastante enérgia, por isso, vive melhor em residências com bastante espaços para que ele possa correr e brincar. Além disso, não são indicados para quem mora em apartamentos, já que, precisam de passeios e corridas com bastante frequência.

Convivência do Husky Sibriano com crianças, estranhos e animais

O Husky Siberiano costuma se dar bem em ambientes com crianças e outros animais de estimação, já que, eles gostam de estar perto da família e de ter companhia. É uma raça carinhosa e brincalhona com todos, até mesmo com estranhos. Logo, visitas são sempre bem recebidas pelo husky.

Entretanto, toda essa sociabilidade torna a raça um péssimo cão de guarda, mesmo assustando por causa do porte, o Husky Siberiano costuma ser bastante dócil com todos.

Manutenção e higiene do Husky Siberiano

Conforme já citamos, o Husky é uma raça de cachorro independentes quando o assunto é limpeza. Além disso, outro benefício da raça é que eles não apresentam cheiro forte e preferem se limpar sozinhos.

Porém, caso o seu pet fique muito sujo, o banho ainda é indicado, mas certifique-se de utilizar apenas produtos específicos para cachorros.

Além dos passeios constantes, essa raça não exige grandes cuidados. O pelo deve ser escovado pelo menos 2 vezes por semana e se estiver na época da troca de pelo, o ideal é realizar escovação todos os dias para retirar o pelo morto.

Banho

A raça é bastante limpa, pois, possui o mesmo costume dos gatos que é de se higienizar sozinha. Além disso, eles não possuem cheiro. Por isso, o Husky Siberiano não deve tomar mais do que um banho por mês, não ser que haja a necessidade e toda vez que tomarem banho, precisam ser muito bem secos, a fim de evitar problemas de pele.

Unhas

As unhas do seu Husky Siberiano precisam ser mantidas sempre aparadas, a fim de evitar que seu pet se machuque com elas.

Orelhas

As orelhas do seu Husky Siberiano precisam ser verificadas semanalmente, a fim de verificar se não apresentam vermelhidão ou mau cheiro, que são sinais de infecções.

Dentes

Os dentes do Husky Siberiano devem ser escovados pelo menos 1 vez por semana a fim de para evitar o acúmulo de tártaro de bactérias.

Veterinária tratando os dentes do Husky Siberiano
Veterinária tratando os dentes do Husky Siberiano – Foto: Freepik

Nível de exercício do Husky Siberiano

O Husky Siberiano não é uma raça preguiçosa e sua condição física é uma dos seus atributos positivos. Assim, não pense que ele ficará por horas no seu colo, já que o negócio dele é correr e fazer exercícios físicos.

Ainda, para não se cansar, o Husky Siberiano consegue manter um controle do seu metabolismo. Assim ele poupa reservas de gordura e não fica fatigado com rapidez.

Alimentação do Husky Siberiano

O husky siberiano consegue manter um peso saudável e ingerir menos comida que as outras raças do mesmo porte. Afinal, a raça foi criada para percorrer longas distâncias em baixas temperaturas. Entretanto, é importante que a dieta do seu pet seja balanceada e rica em proteínas de qualidade.

Reprodução da raça

A reprodução do husky siberiano deve ser feita apenas com matrizes saudáveis, a fim de evitar passar doenças hereditárias para os filhotes.

Filhotes da raça

Se um husky siberiano adulto é agitado, imagina quando filhotes. Por isso, eles precisam de bastantes exercícios, mas que devem ser indicados para cada idade. Por isso, treine desde cedo seu filhote, já que, Huskies são uma raça de cães inteligentes e que aprendem de forma fácil.

Saúde do Husky Siberiano

A raça Husky Siberiano tem uma vida útil média de 12 a 14 anos e é uma escolha ideal para muitas pessoas diferentes, incluindo famílias. No entanto, os Huskies de raça pura têm vários problemas de saúde canina que os possíveis proprietários devem considerar.

Tal como acontece com todos os animais, é importante estar ciente das preocupações de saúde comuns que afligem os huskies siberianos, uma vez que muitos dos problemas podem ser caros e demorados de tratar.

Huskies siberianos sofrem de problemas de saúde comuns que a maioria dos cães,  como displasia da anca e doença ocular, mas eles são geralmente uma raça relativamente saudável de cão.

Cataratas

Um dos problemas de saúde mais comuns para os huskies siberianos é a catarata, afetando cerca de 10% da raça. As cataratas em cães normalmente se desenvolvem dentro de 6 a 12 meses da vida de um Husky e podem, infelizmente, levar à cegueira mais tarde. Devido a isso, é importante ter os olhos de seu cão examinados por um veterinário regularmente.

Atrofia progressiva da retina

A atrofia progressiva da retina em cães é outro problema ocular comum para os huskies siberianos. A retina do olho de um cão começa a deteriorar-se. Tanto a catarata como a atrofia progressiva da retina são consideradas problemas de saúde dispendiosos, por isso a detecção precoce é vital. Esta condição também pode levar à cegueira canina.

Distrofia Corneana

A distrofia corneana é uma doença hereditária que afeta a córnea dos huskies siberianos. Se seu Husky estiver sofrendo dessa condição, você notará pequenos pontos brancos em sua córnea. Huskies com este problema de saúde podem experimentar opacidade ou, às vezes, visão turva. Infelizmente, não existe atualmente nenhum tratamento conhecido para correção da distrofia corneana.

Veja mais fotos do Husky Siberiano

Husky Siberiano com a língua pra fora e a cor dos olhos diferentes
Husky Siberiano com a língua pra fora e a cor dos olhos diferentes – Foto: Freepik
Husky Siberiano com a língua caída
Husky Siberiano com a língua caída – Foto: Freepik
Husky Siberiano andando na neve
Husky Siberiano andando na neve – Foto: Freepik
Husky Siberiano sendo treinado na neve
Husky Siberiano sendo treinado na neve – Foto: Freepik
Husky Siberiano com uma colheira roxa
Husky Siberiano com uma colheira roxa – Foto: Freepik
Dois Husky Siberiano na janela do carro
Dois Husky Siberiano na janela do carro – Foto: Freepik
Husky Siberiano e uma mulher sentados na grama
Husky Siberiano e uma mulher sentados na grama – Foto: Freepik
Mulher fazendo carinho no Husky Siberiano
Mulher fazendo carinho no Husky Siberiano – Foto: Freepik
Husky Siberiano deitado
Husky Siberiano deitado – Foto: Freepik
Husky Siberiano parado na neve
Husky Siberiano parado na neve – Foto: Freepik

Separei mais esses conteúdos para você:

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here