ensinar o cão a não pular

Os tutores de cães cometem alguns erros comuns, seja por falta de informação ou outros motivos. Mas esses erros podem trazer grandes problemas, seja de comportamento ou de saúde.

Para ajudar você a cuidar ainda melhor do seu amigo peludo, esse artigo esclarece quais são esses erros comuns. E explicamos como fazer as coisas corretamente e evitar esses erros comuns que não devem acontecer.

Não procurar parasitas

ajudar o cão a dormir

Muitos tutores deixam para procurar carrapatos e pulgas apenas durante os banhos. Mesmo que você utilize corretamente todos os remédios contra parasitas. É importante procurar por essas criaturas que incomodam.

Basta tirar meia horinha dia sim dia não para vasculhar seu cãozinho.  Você ainda aproveita e passa um tempinho fazendo um carinho nele. Alguns tutores tem nojo ou não se lembram e deixam para o pessoal no pet shop ou a hora do banho.

Se o remédio falhar, por exemplo, e seu cãozinho passar 15 dias, que costuma ser o tempo entre um banho e outro, com um carrapato ou mais. Isso pode criar uma infestação e deixa-lo doente.

Esperar os 6 meses para ensinar

adestrando

Alguns tutores esperam os 6 meses para ensinar qualquer coisa ao seu cão. Eles deixam que o cãozinho faça tudo até o fim das vacinas. E aí eles começam a apresentar a coleira, a guia, começam a ensinar os primeiros comandos. E depois reclamam que o cão demorou para aprender.

Acontece que os cães aprendem e fixam informações mais facilmente quando mais jovens. Por isso é muito importante ensinar tudo aos cães o mais cedo possível. Se você tem um filhotinho e está pensando em esperar para ensinar comandos e a passear, melhor começar agora.

Não significa que cães com 6 meses não aprendem. Eles aprendem sim, mas se você começar mais cedo será mais fácil. E muitos tutores infelizmente não tem paciência. Por isso comece o mais cedo possível.

Aproveite para conferir nosso artigo sobre como escolher os brinquedos para deixar com o cão sozinho

Reforçar medos nos cães

Erros comuns

Entre os erros comuns está o de reforçar medos nos cães. O tutor puxa a coleira ao ver outro cão na rua. O tutor abraça o cão e fica assustado quando o cachorro fica nervoso com um trovão ou outro barulho. O tutor não deixa o cão se aproximar de outras pessoas.

Todas essas atitudes podem ajudar a reforçar mesmo que inconscientemente medos nos cães. E muitos são os tutores que tem essas atitudes. Por isso estão entre os erros comuns, pois nem são feitas com a intenção.

Lembre-se de não dar sinais ao seu cão de estar nervoso com algo ou afastá-lo de algo. Deixe ele se aproximar de outros cães, claro prestando atenção se eles estão se dando bem para evitar brigas. Demonstre calma quando ouvirem os barulhos que ele tem medo e deixe ele se esconder, não fique “protegendo”.

Dar bronca

Erros comuns

Mesmo os tutores que não ensinam comandos e o certo ou errado ao seu cão, costumam dar broncas nos cães. E dentre os erros comuns esse é um dos piores. Os cães não entendem broncas, eles não sabem o que você está falando e só ficam desconfortáveis com a situação.

Os tutores por sua vez, não devem dar broncas como brincadeiras. E principalmente não devem dar broncas se não ensinaram o cão como ele deve agir. Ensine seu cão e não dê bronca. Mesmo ensinando, o reforço positivo é mais efetivo do que dar bronca.

Aproveite para conferir nosso artigo sobre como dar broncas na hora e jeito certos

Diminuir os passeios

cão passeio

Muitos tutores cometem erros comuns e geralmente cometem esse erro. Incomodados com os puxões do cão, eles diminuem os passeios. E é nessa hora que o cachorro fica sem passear aumenta a energia e ele fica mais ansioso.

Então ele obviamente vai puxar ainda mais quando tiver a oportunidade de sair. Principalmente por que o cão não é ensinado como deve agir, por isso ele faz o que dá certo. Pois os donos com certeza andam quando o cão puxa, reforçando o comportamento.

Aproveite para conferir nosso artigo sobre como acostumar o cão ao passeio

O ideal é ensinar o cão a passear, nunca seguir quando ele puxar e parar o passeio quando ele parar. Isso vai ajudar o cão a entender que ele não consegue o que quer –passear- quando ele puxa. E sim ele consegue andar quando ele segue do seu lado, pois essa é a hora que vocês começam a andar.

Não fazer check up

cão com veterinário

Muitos tutores esperam o cão dar sinais de dor ou febre para levar o peludo ao veterinário. Fazer um check up anual é muito importante. Leve o cão para uma consulta uma vez ao ano. O profissional provavelmente vai pedir um exame de sangue e talvez outros mais específicos.

Aproveite para conferir também nosso artigo sobre como ajudar o cão a dormir melhor

Os exames pedidos no check up vão depender da raça do cão, tamanho, histórico. Tudo isso influencia nos tipos de doenças que o cão pode apresentar. Muitos cães não gostam de demonstrar fraqueza e acabam evitando demonstrar dores e incômodos. Por isso é muito necessário ficar de olho nos cães e leva-los para exames de rotina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here