Como preparar o cão para a chegada do bebê

Você sabe como preparar o cão para a chegada de um bebê na família? Muita gente infelizmente usa a chegada de um filho humano como desculpa para abandonar seu cão ou outro pet.

Como já falamos em diversos artigos. Não existe pontos negativos para o convívio de uma criança com um cão. Pelo contrário, são muitos pontos positivos. Por isso vamos te explicar sobre como preparar o cão para a chegada do irmãozinho humano.

Apresente bebês ao cão

preparar o cão

Se o cãozinho não teve contatos anteriormente com bebês, esse é o momento de apresenta-lo aos pequenos. Nem que seja com vídeos, fotos, mostre sons de bebê, choro, risada. Se possível aponte um bebê no colo de alguém na rua. Ele vai começar a se familiarizar com os pequenos a partir desse primeiro contato.

Vale ressaltar que instintivamente os cães enxergam bebês na família como filhotes da matilha. Então eles apresentam um instinto protetor em relação aos pequenos. Não é algo que você possa exigir de um cão que vive preso, não come nem passeia direito e raramente vê pessoas. Por isso proporcione uma vida saudável, feliz e equilibrada ao seu cão.

Eduque o cão

Parque para cães

Nos primeiros meses do bebê você pode não querer que o cão entre no quarto para evitar que acorde o bebê. É preciso ensinar ao cão que não pode entrar lá. Para preparar o cão, o ensine por associação. Ensine o cão a latir menos recompensando-o quando ele pede algo usando a pata ou quando espera quietinho.

Comece a fazer isso o quanto antes e reforce todos os dias. Assim o peludo ovai entender o que você quer q ele faça. E vai diminuir comportamentos que possam te atrapalhar na rotina com o bebê. Valendo ressaltar que nada de acorrentar o peludo ou coisas assim. Ele precisa ser educado.

Aproveite para conferir também nosso artigo sobre como cães podem ajudar a ensinar lições a crianças.

Apresente o cão ao bebê

preparar o cão

Quando o bebê chegar é importante apresenta-lo ao pequeno. Quando você chegar do hospital -ou de onde foi o parto- muitas mães preferem parir em casa e já houve casos do cão presenciar esse momento.  Se não é seu caso, então precisa apresentar o pequeno ao cão.

Uma boa ideia pode ser passear antes com o peludo. Você pode pedir a alguém da família ou um amigo para fazer isso. Assim quando você chegar com o bebê, o cão não estará tão eufórico. Então é só mostrar o novo irmãozinho. O cão vai associar o seu tom de voz a situação, então diga coisas legais em tom gentil.

Mantenha a rotina do peludo

cão passeio

A rotina do cãozinho deve continuar sempre, se você mora com o parceiro ou parceira, dividam as tarefas. Mas um sempre precisa passear com o cão diariamente. Alimentação os horários de sempre e muitas brincadeiras.

As mães costumam querer passar mais tempo com o filho, nós entendemos. Mas não pode deixar de dar atenção ao cão. Fale sempre com ele. Sorria. E brinque sempre que puder. Ele precisa entender que não foi “abandonado” pela chegada do pequeno.

Aproveite para conferir nosso artigo sobre os cuidados e dicas para o bom convívio entre cães e crianças

Deixe eles interagirem

Família multiespécie

Depois dos 3 primeiros meses da criança, ele já está mais apto para interagir com o cão. Nem que seja vendo o peludo brincar da cadeirinha. Então, tente ir aumentando aos poucos a interação do cão com a criança para que quando ele estiver maiorzinho os dois possam brincar normalmente.

Vale lembrar que crianças que interagem com cães apresentam menos alergias e também aumentam a imunidade. Então seu cão fará muito bem à saúde do irmãozinho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here