Cachorro comendo cocô: A verdade é que amamos nossos cachorros, porém alguns comportamentos caninos podem causar certo estranhamento em nós, tutores.

Algumas atitudes são como um enigma para nós, e uma delas é o ato de comer as próprias fezes. Isso já aconteceu com o seu pet ou com algum outro cão?

Além disso, muitos lambem o próprio vômito ou xixi (seu ou do seu colega), além de cavar a cama antes de se deitar ou seguir os membros da família até mesmo nas idas ao banheiro.

Essas são algumas atitudes tipicamente caninas, porém esse hábito de comer cocô causa um estranhamento maior ainda e é capaz de arrepiar os tutores. Mas o que significa cachorro comendo cocô? Veja abaixo!

Cachorro comendo cocô
Cão da raça Cocker Spainel branco e caramelo em estúdio. Fundo azul claro. Crédito da foto: Freepik

Cachorro comendo cocô: Entenda os motivos

Cachorro comendo cocô: Além de não ser nenhum pouco higiênico, esse comportamento pode ser perigoso para os próprios cães, que são expostos a doenças causadas por bactérias e fungos, como a giardíase.

Você deve estar se perguntando o que deve estar por trás desse hábito atípico e o que pode ser feito para acabar com ele. Confira abaixo:

Afinal, por que o cachorro come as próprias fezes?

Cachorro comendo cocô: Como muitos sabem, não é todo o cachorro que come fezes. Na realidade, apesar de ser um problema relativamente comum, em especial entre raças de pequeno porte, como Shih-tzu e Yorkshire, o comportamento é sinal de que algo não vai bem.

Cachorro comendo cocô pode significar algum tipo de deficiência nutricional ou dificuldade de absorção.

Dito isso, se o seu cãozinho estiver em uma dieta inadequada ou caso esteja sendo alimentado de forma muito restritiva, é provável que ele possa desenvolver essa alteração de comportamento alimentar.

Afinal, a polifagia, condição que caracteriza o excesso de apetite, pode surgir nessas duas situações.

A má absorção de nutrientes em decorrência de doenças no trato intestinal também deve ser levada em conta. Neste caso, a detecção da disfunção deverá ser feita por um profissional veterinário.

Porém as principais causas desse hábito vem de origem comportamental. Ou seja, se seu cão anda comendo fezes, existem causas comportamentais que podem explicar isso. Veja as principais a seguir:

  • Submissão: o doguinho pode comer as próprias fezes para demonstrar submissão a outro cãozinho que viva no mesmo lar;
  • Ansiedade: estresse ou ansiedade também provocam esse hábito em cães;
  • Período pós-parto: as fêmeas durante o pós-parto costumam comer as próprias fezes para deixar o ambiente limpo;
  • Busca por companhia: o pet pode comer as próprias fezes para chamar sua atenção. Por isso, certifique-se de dar atenção ao seu doguinho, brincar com ele, dar carinho e levá-lo para passear.

Além das causas acima, uma outra causa bem comum é quando o peludinho ainda não entendeu onde fazer suas necessidades e o tutor utiliza métodos punitivos e aversivos para “ensiná-lo”.

Isso não é nenhum pouco legal e recomendado, pois ao gritar ou bater no focinho do pet com um rolinho de jornal, o tutor demonstra para o cachorro que está descontente, mas não o que espera dele.

Sem entender o que fez de errado, o mais provável é que o cachorro associe a bronca ao cocô em si e não ao local.

Pensando nisso, o pobre cachorro buscará “esconder as fazer” e, sem saber o que fazer, acabará comendo elas com medo de ser punido… Isso não deve ser feito em hipótese alguma, o tutor deve ensinar seu cão desde filhote onde é correto fazer as necessidades, mas através de técnicas e estratégias, e nunca através de punições e agressões.

Nesses casos, dá até para entender por que o cachorro come cocô, não é mesmo? Ele pode estar apenas tentando evitar receber broncas!

Ensine seu pet a fazer suas necessidades no local adequado, mas com paciência e amor.

Cachorro comendo cocô
Labrador Retriever em foto. Fundo branco. Crédito da foto: Freepik

Cachorro comendo cocô faz mal?

O hábito de comer as próprias fezes pode fazer muito mal para a saúde do cão, já que as fezes estão entre as principais fontes de contaminação de algumas doenças, como a giardíase e verminoses.

Se o contato com elas já pode ser o suficiente para que ocorra a contaminação, que dirá quando o cachorro comendo cocô com frequência!

Vale destacar que o perigo também inclui os cães que ingerem somente as próprias fezes, visto que, dessa forma, eles ficarão mais sujeito a constantes desinfestações. Sendo assim, fique atento se viu seu cachorro comendo cocô!

O que fazer para o cachorro parar de comer fezes?

Cachorro comendo cocô: Primeiramente, se você tem visto seu cachorro comendo cocô, você deve levá-lo ao veterinário.

Só após a avaliação poderá se descartar a possibilidade de deficiências nutricionais ou problemas na absorção de nutrientes.

Além disso, é importante que sejam feitos exames a fim de identificar a presença de vermes para dar início ao tratamento da doença.

Sendo assim, o tratamento vai depender do porque o cachorro come cocô. Em caso de deficiências nutricionais, o veterinário poderá recomendar as alterações necessárias na dieta.

Já se o ato tiver origem comportamental, o problema pode demorar mais para ser resolvido. Mas, calma, nada de pânico! Veja algumas dicas a seguir do que fazer nesses casos:

  • Nunca brigue ou bata no cachorro quando fizer suas necessidades em local inapropriado. Em vez disso, ao perceber que o pet está prestes a fazer xixi ou cocô, leve-o até o lugar certo e premie-o com petiscos e carinho.
  • Dessa maneira, ele irá entender que é ali que deve fazer suas necessidades;
  • Tente recolher as fezes do cachorro o quanto antes, de preferência sem que ele veja a ação.
  • Fazer o recolhimento na frente do cãozinho pode dar a ele a ideia de que deve “sumir” com elas quando o tutor não estiver em casa;
  • A princípio, restringir o espaço disponível para o pet até que ele aprenda onde deve fazer suas necessidades pode facilitar a tarefa, além de evitar acidentes;
  • Atualmente, já é possível encontrar produtos específicos para tratar esse hábito, que deixam as fezes com sabor amargo ou com cheiro repulsivo para o pet.
  • Converse com um veterinário sobre o uso desse tipo de produto;
  • Dê mais atenção, porque às vezes tudo o que seu cãozinho mais quer é uma brincadeira com você.
  • Sendo assim, como já mencionamos anteriormente, leve-o para passear e esteja mais presente em sua vida!
  • Mantenha uma alimentação adequada, pois um bom índice nutricional é fundamental para tratar esse hábito em cães.
  • Ou seja, não hesite em oferecer uma dieta completamente balanceada e de acordo com as necessidades do seu cão.
Dog eating out of food bowl Premium Photo
Cão branco com orelhas marrom, comendo ração em uma vasilha de alumínio. Piso de madeira. Crédito da foto: Freepik

Cachorro comendo cocô: Conclusões

Para concluir, lembre-se de que cães não apresentam alguns sentimentos humanos, como pirraça ou birra. Então nunca vão fazer de propósito ou para aborrecer seus tutores.

Além disso, eles não sabem o que é um tapete persa ou um lençol limpinho. Então se o seu amigo anda fazendo as necessidades em local indesejado, não é culpa dele e muito menos intencional!

Nunca brigue ou agrida seu pet, pois pode acabar agravando ainda mais esse problema.

Siga as dicas acima para ensinar seu cão a fazer as necessidades no local adequado, sempre premiando ele com petiscos e carinho quando ele acertar. Leve ele até o local correto quando perceber que ele vai fazer.

Seguindo todas as nossas dicas, é possível acabar com esse hábito. E é claro, se você viu seu cachorro comendo cocô, não deixe de consultar um veterinário, ok? Ele também poderá lhe auxiliar da melhor forma como prosseguir nesses casos, dependendo de cada situação.

Esperamos que tenha gostado desse artigo e até a próxima!

Agora que você já sabe tudo sobre cachorro comendo cocô, leia também:

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here