Borzói (Wolfhound)

Essa raça, também chamada de Wolfhound Russo não é muito conhecida dos brasileiros e talvez por isso esse nome não lhe seja muito familiar. Apesar de ser um cão de grande porte, ele consegue se adaptar muito bem aos ambientes menores e consegue se comportar com muita educação. Mas eles também precisam de espaço para correr ou podem ficar entediados. Saiba mais sobre essa raça e acrescente-o na sua lista de possíveis cães de estimação.

Borzói (Wolfhound)

Informações sobre a raça Borzói (Wolfhound)

  • País de origem: Rússia
  • Grupo: 10
  • Função original: caçador
  • Expectativa de vida: entre 10 e 12 anos
  • Altura média: fêmea – 66 cm e macho – 71 cm
  • Peso: fêmea – entre 27 e 38 kg e macho – entre 34 e 47 kg
  • Temperamento: dócil e equilibrado
  • Ranking de inteligência: 75ª
  • Olhos: em forma de amêndoa, podem ser de cor avelã ou marrom escuro
  • Cor da pelagem: todas as cores menos azul ou marrom ou qualquer derivação dessas cores
  • Pelagem: longa, macia levemente ondulada e espessa nos machos. O pescoço é a região com maior quantidade
  • Cão de apartamento: não
  • Amizade com outros animais: sim, mas se forem do mesmo tamanho
  • Preço do Borzói: de R$ 1.800 até R$ 2.500

Curiosidades sobre a raça

Confira algumas curiosidades sobre a raça:

  • A raça, além de alta, possui uma formação corporal bastante diferenciada. Seu focinho é bem alongado e seu tórax bem evidente e estreito.
  • De acordo com o PhD em medicina veterinária e autor do livro “Cães”, Bruce Fogle, existe uma variedade de cães da raça borzois que são regionais na Rússia e nas Repúblicas da Ásia Central, por exemplo, o chortaj, tasy e taigan.
  • De acordo com a American Kennel Club Segundo (AKC), o borzoi era conhecido até 1936 como wolfhound russo.

Origem do Borzói

Borzói (Wolfhound)

Ele é conhecido desde a idade média e sempre foi muito utilizado pelos russos durante as caças e as corridas. Eram uma raça da realeza, só os czares podiam ter e estes por sua vez davam o cão de presente para ilustres visitantes. Durante o século XV vários cruzamentos foram realizados para aumentar o tamanho e a quantidade de pelos dessa raça com o objetivo de melhorar o seu desempenho no frio rigoroso da Rússia.

A quantidade de Borzóis que existiam no império russo era imensa. Nunca se viu tantos cães de uma única raça para executar uma única função. Tudo isso porque as caçadas eram um grande evento nessa época, tanto que cerca de 100 cães eram usados para uma única caça. Os alvos eram lobos e quando encontrados dois ou três cães eram soltos para correrem atrás do animal. Eles o cercavam até a chegada do seu dono que o amarrava para mostrar o resultado da sua caçada e logo depois o soltava. As caçadas eram apenas de entretenimento.

Nessa época chegaram a ser criados sete variedades diferentes de cães para essa única raça. A mais parecida com o nosso Borzói moderno era chamada de Perchino. Essa variação foi criada pelo grão-duque Nicolai Nicolayevitch e por Dimitri Valtsev, que criaram um famoso canil chamado de Pershinskaya Okhota. Durante a revolução russa, iniciada no final de 1916, todo o rastro de nobreza deveria ser extinto do território russo. Muitos da realiza fugiram, outros foram mortos e até os bórzois quase deixaram de existir por causa de sua relação com o império russo.

Depois que a raça chegou até a América, logo se tornaram extremamente populares. Isso foi especialmente por terem se tornado cães de estimação de muitas estrela do cinema na época. Mas ainda assim eles não apareciam muito como cães de estimação. Muitos donos os usavam para participarem de competições, exposições ou até como modelos.

Características do Borzói

Borzói (Wolfhound)

Criado e originário da Rússia como um cão de caça dos czares, o borzoi é uma das raças de cachorros mais altas do mundo. Além disso é uma das mais bonitas e exóticas.

Por causa do seu passado caçador, são arredios e desconfiados com estranhos. São ótimos corredores, por isso, é preciso mantê-los sempre em lugares seguros e cercado.

Cão de grande porte, apresentando uma pelagem longa e levemente ondulada. Tem aparência bastante elegante, são magros e muito robustos. Os músculos são bem desenvolvidos apesar de não aparecerem muito sob a pele. Os ossos são fortes e planos, mas não são maciços. As fêmeas costumam ser mais longas que os machos. Mas os dois possuem quase a mesma altura da cernelha até o chão.

Na raça Borzoi, praticamente todas as cores de pelagem são aceitas, exceto a cor marrom e azul. Mas manchas pelo corpo também são aceitáveis, inclusive cães tricolor (que apresentam três cores).

Temperamento

Eles são famosos pelo seu jeito tranquilo, equilibrado e educado de ser, principalmente dentro de casa. Não muito carinhosos, gostam sempre de estar perto da família. Mas também gostam muito de receber afago e não saem do lugar sem um.  Mas eles podem ser um pouco teimosos e sua inteligência mediana pode atrapalhar em alguns aspectos. Eles podem tirar a tampa do lixo, conseguem abrir portões e portas se estiverem ao seu alcance.

Inteligência e Obediência da raça

A raça é considerada autoconfiante. Por isso, não gostam muito de obedecer os comandados. Se mostram um pouco teimosos em algumas ocasiões. Porém com paciência e amor por parte de quem está o treinando, é possível sim adestrá-lo.

Convivência com o Borzói

A raça é famosa pelo seu jeito equilibrado, tranquilo e bastante educada de ser. Além disso são muito carinhosos. Também gostam sempre de estar perto da família e de receber afago. Assim, não saem do lugar sem um. Mas, conforme você viu acima, eles podem ser teimosos. Assim, sua inteligência abaixo da média pode atrapalhar um pouco alguns aspectos.

Também, por causa do seu passado caçador não é aconselhável deixá-lo sozinho de animais de pequeno porte, mesmo se forem outros cachorros. Pois o borzói pode encará-lo como sua presa e começar a persegui-lo.

Assim, a única solução neste caso, é fazer com que ele cresça junto com o outro cachorro. Mas ainda sim precisará ser sempre supervisionado pelo seu dono.

Como o Borzoi é um animal extremamente carinhoso e muito apegado aos seus donos, assim, ele pode sim procurar um colo para momentos de “chamego”.

O Borzói late muito?

Depende, já que a tendência do Borzoi a latir é moderada, mas ele pode fazer isso quando está muito feliz ou entusiasmado, neste caso, ele vai soltar a garganta.

O Borzói é destruidor?

Quando filhote sim, já que nesta idade o Borzoi é considerado um cão muito ativo e dinâmico. Mas isso pode vir a se transformar em comportamentos destrutivos, caso o cãozinho não tenha como extravasar sua energia. Por isso é fundamental que os filhotes da raça tenham espaço suficiente para exercícios.

Também, quando adultos o ideal é que eles sejam sempre exercitados sempre em ambientes seguros e muito bem cercados. Pois a qualquer momento ele pode voltar a seguir seu instinto de caça e sair correndo e acabar se perdendo.

O Borzói é agitado?

Sim, a raça é bastante agitada. Por isso é recomenda a realização de exercícios físicos diários a fim de cansá-lo e não deixá-lo ansioso. Isso pode se transformar num comportamento destrutivo.

O Borzói requer espaço?

Sim, pois apesar de ser bastante adaptável a qualquer ambiente, é importante que o borzói seja criado em casa, pois ele necessita que espaço seja oferecido para ele, levando em conta a sua alta capacidade energética.

Então se você vive em apartamento ou não tem espaço, ter um Borzói pode não ser muito recomendado, pois o cão pode se sentir entediado, o que pode ocasionar estresse nele.

Convivência do Borzói com crianças, estranhos e animais

Por sua função de caçador não é aconselhável deixa-lo próximo de animais de pequeno porte, mesmo se forem cachorros. O borzói pode olhá-lo com sua presa e começar a persegui-lo lembrando dos tempos de caçador e alcançar o animal rapidamente por sua grande velocidade.

A única solução é fazer com que ele cresça junto com o outro cachorro. Mas ainda assim, devem estar sempre supervisionados. Ele é um excelente cão de guarda latindo frente a qualquer movimentação estranha dentro da casa e possui grande capacidade de perseguição.

Manutenção e higiene do Borzói

Eles não exigem grandes cuidados além do básico. Como a pele do Borzoi é sensível, isso exige alguns cuidados por parte do dono. Além disso, como ele é agitado e ama correr por aí, sua pele pode ficar suada com muita frequência, sendo preciso ficar atento a isso para não deixar seu pet dormir suado.

Também, é importante providenciar uma cama confortável para ele. Mas que não seja feita com material plástico, para ela não ficar colando na sua do pet. Esse cuidado a mais, importante a fim de evitar assaduras ou algo parecido.

Pelagem

O Borzoi possui uma pelagem única e muito bonita, que aliás, pode até ser enrolada em alguns casos e apresentar franjas no peito, nas patas dianteiras, na cauda e no colar. Como a raça gosta muito de atividades físicas, por isso, é preciso ter uma atenção redobrada com a sua pelagem, que pode apresentar nós com muita facilidade.

Por isso, o recomendado é escovar o seu Borzoi no mínimo três vezes por semana, a fim de evitar que isso aconteça.

Banho

O recomendado é consultar um veterinário para saber qual será a indicação de banhos para o seu exemplar da raça Borzoi. Pois a pele dessa raça é bastante sensível.

Unhas

As unhas do Borzoi devem ser cotadas de uma a duas vezes por mês, a fim de evitarem que fiquem muito grande e comecem a incomodem o animal.

Orelhas

As orelhas do seu Borzoi devem ser conferidas semanalmente, verificando assim se não há o acúmulo de cera que pode causar infecções.

Dentes

Os dentes do Borzoi devem ser escovados pelo menos de duas a três vezes por semana, a fim de remover e evitar a formação de tártaro e de bactérias que podem se esconder no interior da sua boca.

Entretanto, a escovação diária dos dentes do pet é ainda melhor, caso o dono queira prevenir com mais eficácia doenças da gengiva e o mau hálito.

Nível de exercício do Borzói

Precisam de passeios frequentemente, pelo menos uma vez por dia e é preciso deixá-los correr livres em algum lugar grande e que tenha cerca. Assim, um apartamento não seria um bom lugar para essa raça, mas uma casa com quintal já é um bom começo.

Alimentação do Borzói

A alimentação do Borzoi exige muitos cuidados no que diz respeito à quantidade e disponibilidade. Pois, como a maioria dos cães de porte grande, ele possui tendência a sofrer de torção de estômago ao comer muito e rapidamente.

Quanto ao que dar ao seu Borzoi, a melhor opção é procurar um veterinário para ele indicar a melhor ração e quantidade ideal de acordo com as necessidades do seu pet.

Entretanto, de forma geral, a alimentação de um Borzoi adulto é baseada na quantidade de calorias diárias, que podem variar de 235 a 375. Mas isso vai depender da idade, tamanho, peso, e metabolismo do seu pet.

Já o filhote da raça, antes de completar um ano, comem, em média, de 90 a 340 gramas de ração por dia. Entretanto, para ambos, tanto filhotes, quanto adultos, essa quantidade deve ser dada de forma separada dividida em três refeições ao longo do dia.

Reprodução do Borzói

No que diz respeito a reprodução do Borzoi, assim como em qualquer outra raça, a reprodução deve ser feita apenas em animais saudáveis, a fim de evitar problemas na gestação do seu pet e dos filhotes.

Geralmente, o período de gestação da raça dura, em média, 60 dias. Durante esse período é importante ficar ainda mais atento à alimentação. Pois neste momento a cadela precisa de alimentos com altos valores nutricionais mais altos, além do acompanhamento de um veterinário.

Filhotes da raça

Todo cuidado é pouco com os filhotes de borzoi. Eles são bastante suscetíveis a doenças virais, como a cinomose e parvovirose, por exemplo. Por isso, para evitar que os filhotes da raça sofram com esses problemas de saúde, o indicado é vacinar o seu o pet.

Outro problema que pode afetar os filhotes da raça é a má formação genética, já que, alguns borzois podem virem a nascer sem pré-molares, mas isso não vem a afetar a sua alimentação, podendo, inclusive, ser melhorada com a ajuda de um veterinário.

Fotos da raça Borzói (Wolfhound)

Borzói (Wolfhound)

Borzói (Wolfhound)

Borzói (Wolfhound) Borzói (Wolfhound) Borzói (Wolfhound) Borzói (Wolfhound)

Separei mais esses conteúdos para você:

Guia de Adestramento Para Cães

Seu cão faz xixi no lugar errado, destróis o seu sofá e não te obedece? Conheça o Guia de Adestramento para cães. Informe seu nome e e-mail.

envelope
envelope

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here