Bichon Frisé

Extremamente parecido com o Poddle, o Bichon Frisé ficou famoso por muitos anos na França e eram até dados de presente. Na corte de Henrique III eles andavam sempre muito enfeitados o que pode ter dado o nome a essa raça pois, o verbo bichonner significa enfeitar. Apesar de andar por muitos anos em terras francesas, essa raça é reconhecida pela FCI como espanhola ou belga.

Bichon Frisé

Informações sobre o Bichon Frisé

  • Origem: Fraça
  • Função de origem: companhia
  • Outros nomes: BichonTeneriffe, Bichon a Poil Frisé e Teneriffe
  • Altura do macho: entre 23 a 31 cm
  • Altura da fêmea: até 28 cm
  • Peso: macho e fêmea pesam em torno de 3 a 6 kg
  • Pelagem: o pelo é fino, macio e encaracolados
  • Cor dos pelos: alguns são totalmente brancos e outros podem apresentar a orelha de cor creme
  • Olhos: são redondos e bem escuros como duas jabuticabas
  • Ranking de inteligência: 45ª posição
  • Expectativa de vida: normalmente, vivem entre 12 e 13 anos mas, podem atingir com facilidade a faixa dos 15 aos 18 anos
  • Preço do Bichon Frisé: o filhote custa, em média, R$ 1.700 mas, o preço pode aumentar até R$ 2.400

História e origem do Bichon Frisé

Bichon Frisé

A origem dessa raça vem do Mediterrâneo a partir do cruzamento de cães de colo e o Barbet, que acabaram gerando uma família cujo nome era Barbichons, que foi abreviado para Bichons mais tarde. Dessa família saíram 4 tipos de bichons: o maltês, o bolonhês, o havanês e o teneriffe. Este último, que mais tarde veio se tornar o Bichon Frisé, foi desenvolvido na Ilha Canária de Tenerife levados para a região por marinheiros espanhóis.

Com a chegada do século XIV alguns marinheiros italianos trouxeram exemplares para a Europa onde logo se tornaram preferência entre os nobres. No ano de 1500, a Itália sofreu diversas invasões da França que acabaram levando alguns Bichons para o território francês. Eles se tornaram os prediletos na corte de Francisco I e Henrique III.

Não se sabe o motivo mas, os cães perderam muito a sua popularidade. Voltaram com força no século XIX durante o império de Napoleão Bonaparte e novamente voltaram ao anonimato se tornando cães de rua. A raça só conseguiu sobreviver porque eram muito espertos com truques e foram usados durante muitos anos por vendedores ambulantes para entreter os pedestres.

Após a Primeira Guerra Mundial a raça foi quase extinta novamente mas, alguns soldados levaram exemplares para os seus lares e criadores franceses se dedicaram para salvar a raça. Em 1933 o seu nome oficial passou a ser Bichon a Poil Frise que em nosso idioma significa Bichon do pelo enrolado.

Depois, com a chegada da Segunda Guerra Mundial esses cães ficaram ameaçados de sumir do mapa mas, foram levados para a América na década de 50 e só então foi que o seu futuro se tornou seguro de fato. Ainda assim, só se tornaram populares 10 anos depois e de repente vivaram moda sendo reconhecida em 1971 pela AKC.

Curiosidades sobre a raça Bichon Frisé

Bichon Frisé

Para um pet tão fofo, o que não faltam são curiosidades ao seu respeito. Entre as que mais se destacam estão:

  • O espanhol Francisco de Goya fez do Bichon Frisé um modelo artístico. O famoso artista incluiu a raça em diversas de suas pinturas. Isso acabou revelando bastante sua popularidade na época;
  • A raça também era a favorita do rei da Inglaterra, Henrique III. Diz a lenda que Vossa Majestade carregava-o para baixo e para cima dentro de uma cesta feita de vime. Esta era pendurada no seu pescoço com fitas;
  • Os Bichons foram bastante populares cumprindo o papel de artistas do circo durante o século XIX. Era comum apreciá-los se apresentando pelas ruas exibindo inteligência e suas diversas habilidades. Sua simpatia e personalidade eram ótimas para os palcos do show business dos tempos antigos.

Temperamento do Bichon Frisé

Bichon Frisé

Ele é um excelente cão de companhia, adora receber carinho e não é nada agressivo. Para aqueles que moram em apartamentos é uma excelente escolha pois, além de não ocuparem muito espaço também não têm o costume de latir com frequência.

Cachorrinhos da raça Bichon Frisé não são de latir em demasia, pelo contrário. Se mostram como pets bem dóceis e tranquilos. Seus latidos podem ser ouvidos apenas quando estão muito excitados ou quando querem alertar os tutores de algo.

Contudo, vale sempre lembrar que, tal como diversas outras raças, o pet necessita de socialização e treinamento desde cedo. Do contrário, ele tende a se enervar diante de algo ou alguém desconhecido.

Isso desenvolverá uma característica que não condiz com as expectativas perante a raça, tal como latir insistentemente.

Esses animaizinhos odeiam ficar sem uma companhia, carregando consigo uma personalidade que tem extrema ansiedade de separação, por vezes.

Por ser sempre bastante apegado ao seu tutor, ao permanecer sozinho acaba se desfazendo de toda a sua graciosidade e gentileza. À partir daí, acaba se tornando um cãozinho destruidor. Essa é a sua forma de lidar com estranhas emoções, bem como de chamar a atenção.

O Bichon Frisé não é, nem de perto, um animal agitado, intempestivo ou explosivo. Na verdade, mostra-se bastante sossegado e bem doce. Entretanto, isso não deve ser confundido com falta de energia. Vale a pena ressaltar que este é um cachorro brincalhão e alegre.

O problema quanto ao temperamento que esse cão pode desenvolver é se a quantidade de mimos for excessiva quando filhote, pois ele pode se tornar extremamente possessivo e ciumento quando o assunto é o seu dono, podendo chegar até mesmo a ser agressivo.

Convivência com o Bichon Frisé

Bichon Frisé

O Bichon Frise é apresentado como um bom exemplo de pet para companhia. Algumas características que podemos atribuir a essa raça são:

  • Carinhosa;
  • Amável;
  • Gentil;
  • Bastante sociável.

Tudo isso faz dos Bichons, seres de convivência fácil. No entanto, uma característica forte de sua personalidade é a despreocupação. Eles podem até ser cães que guardam, mas a docilidade faz com que achem que os estranhos também são amigos.

Este animalzinho não requer espaços grandes em seu lar por conta de seu temperamento e porte pequeno. É ideal para casas pequenas e apartamentos.

Convivência com crianças e com animais

O Bichon Frisé adora a companhia de crianças, de outros cães e animais domésticos o que é excelente durante as brincadeiras.

Este é um animal extremamente brincalhão e alegre, mas também pode mostrar contenção exatamente por ser bastante calmo. Por isso, será o companheiro perfeito de uma família com crianças.

Além disso, mostra-se muito sociável com estranhos, bem como com outros animais, especialmente cães.

Inteligência e obediência da raça Bichon Frisé

Este é um cão extremamente inteligente. Isso o faz aprender rápido os comandos quando é colocado em treinamento. Eles são fáceis de adestrar e aprendem com facilidade. Esse seu alto nível de inteligência foi o que lhe permitiu sobreviver nas ruas quando já não eram tão interessantes para os nobres.

O Bichon Frisé é capaz de aprender diversos truques, arrancando risadas e deixando a todos apaixonados. O Bichon é bem devotado ao seu tutor. Isso faz com que ele, em geral, obedeça ao que lhe é mandado com rapidez.

Manutenção e higiene do Bichon Frisé

Para manter a sua higiene sempre em dia, além dos banhos mensais, é preciso escovar seu pelo constantemente.

A tosa higiênica também se mostra bastante útil para a manutenção de uma pelagem livre dos nós e bem cuidada. A frequência recomendada é de ao menos três vezes ao ano.

Um ponto bastante positivo para esse cão é que uma excelente opção para as pessoas que têm alergia a pelos de animais pois, eles não soltam pelo.

Quem tem um Poodle sabe o trabalho que dá cuidar dos pelos dessa raça mas, o Bichon apresenta maior facilidade nos cuidados com a pelagem e exigem menos trabalho. Porém, precisam ser escovados todos os dias e tosa com uma determinada frequência para manter a pelagem.

É imprescindível dar banho no Bichon Frisé ao menos uma vez por mês. Também é necessário que ele seja escovado antes do banho e ao menos duas vezes por semana. Isso removerá os fios mortos e facilitará na hora de sua limpeza.

As unhas desse pet devem ser cortadas ao menos uma vez todo mês. Visto que as unhas grandes podem fazê-lo sentir certo grau de dor, é essencial que não passe da data.

Seu nome é literalmente traduzido como “cão de colo encaracolado”, uma vez que a raça é resultado do cruzamento de “cães de colo”.

Em relação às suas orelhas, é preciso verificar com constância se não existe um grande acúmulo da incômoda cera. Assim como detritos e presença de insetos, a cera pode ser extremamente prejudicial.

No Bichon Frisé é necessário um cuidado maior com o tártaro. Para evitar tal situação, recomenda-se a escovação diária, se possível. Em vários casos é a saúde bucal debilitada que evidencia o que está se passando no resto do organismo do animal.

Bichon Frisé

Condição física da raça Bichon Frisé

Cães da raça são do tipo que adoram gastar todas as suas energias brincando com as pessoas, em especial, com seu tutor. Além do mais, eles são bons nadadores se treinados desde cedo. Portanto, essa pode ser uma ótima atividade para auxiliar o cachorrinho a extravasar sua energia.

Nível de exercício do Bichon Frisé

Apesar de seu pequeno tamanho, não se engane! Esse cãozinho tem energia para dar e vender. Eles precisam de uma dose diária de exercícios e brincadeiras. Eles conseguem fazer longas caminhadas e até mesmo corrida.

O ideal é leva-lo para passear em locais onde possa correr e ser incentivado a executar certas atividades mentais.

Mesmo sendo um pet que precisa de níveis de exercícios moderados, o Bichon Frisé possui energia de sobra. Tanto por esse motivo, a sugestão é intercalar as brincadeiras com:

  • Exercícios;
  • Passeios;
  • Atividades ao ar livre;
  • Corridas.

Para a manutenção saudável da saúde da raça, geralmente, é recomendado que sejam feitos aproximadamente 30 minutos por dia de atividades físicas. É ideal que se complete a média semanal de caminhada de 11 km.

Saúde do Bichon Frisé

O Bichon é muito apegado ao seu dono e sua família e por isso estão mais propensos a desenvolver a Síndrome de Ansiedade de Separação. Mas, com um bom treinamento e socialização ainda quando filhotes, eles ficam muito bem quando estão sozinhos e se tornam independentes.

Reprodução da raça Bichon Frisé

A maturidade sexual dos cães dessa raça gira em torno de 6 a 8 meses. Sendo assim, a fêmea têm apenas dois ciclos por ano.

As fêmeas, independente da idade, precisam receber o devido acompanhamento do veterinário ao longo de todo o seu estado gravídico.

Alimentação da raça Bichon Frisé

Para alimentar bem o Bichon Frisé a comida deve ser composta de alimentos secos com alta qualidade. A frequência é de duas vezes ao dia, manhã e noite.

A quantidade, em geral, não importa tanto quanto a qualidade. Entretanto, cerca de uma xícara e meia é mais do que o suficiente. Isso garantirá uma vida bem feliz e saudável. É importante ressaltar que alimentos em excessos ou que fiquem muito tempo na tigela estimulam o cão a se tornar gordo.

Filhotes da raça Bichon Frisé

No caso da cadelinha acabar de ter filhotes, é de extrema importância que os filhotes sejam levados de imediato ao veterinário. Desta forma, a imunização terá seu início o quanto antes, bem como o controle do peso e também do crescimento.

Embora os filhotes Bichons sejam cheios de grande energia naturalmente, precisam dormir por várias horas ao dia. Isso faz com que se desenvolvam corretamente e fortaleçam o seu sistema imunológico.

O filhote experimentará um determinado crescimento acelerado durante aproximadamente 7 meses. Contudo, só será considerado um cão adulto depois de completar o primeiro ano.

Para que suas capacidades emocionais, cognitivas e sociais sejam estimuladas, o Bichon Frisé precisa ser educado e socializado desde filhote.

Quando seu animalzinho estiver instalado em seu novo lar, será essencial apresentar a ele todas as normas. Isso evitará que as condutas inapropriadas sejam reforçadas, tal como:

  • Roubar as comidas do lixo;
  • Subir na cama e no sofá;
  • Roer móveis e etc.

Com o primeiro ciclo dos antiparasitários e das vacinas completado, chega a hora de dar início ao processo para socialização do Bichon Frisé.

Fotos do Bichon Frisé

Bichon Frisé

Bichon Frisé Bichon Frisé Bichon Frisé Bichon Frisé Bichon Frisé

Separei mais esses conteúdos para você:

Guia de Adestramento Para Cães

Seu cão faz xixi no lugar errado, destróis o seu sofá e não te obedece? Conheça o Guia de Adestramento para cães. Informe seu nome e e-mail.

envelope
envelope

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here